6 de agosto de 2013

VEJAM AGORA AS NOTICIAIS DO NOSSO BLOG FOCO PB ACESSE E DIVULGUE.

Justiça Eleitoral fará atendimento para biometria apenas pela Internet a partir desta terça em João Pessoa.





































A partir da próxima terça-feira (6), o atendimento aos eleitores de João Pessoa será feito exclusivamente por agendamento pela Internet. A medida foi tomada pela Justiça Eleitoral da Paraíba como forma de oferecer maior comodidade e conforto aos eleitores, evitando filas.

O atendimento acontece em João Pessoa, na Central de Atendimento ao Eleitor (Fórum Eleitoral), na Rua Odon Bezerra nº 309 - Tambiá; na Casa da Cidadania de Mangabeira, na Rua Elias Pereira de Araújo, s/n (ao lado do Mercado Público) - Mangabeira; na Câmara Municipal de João Pessoa, na Rua Rodrigues de Aquino, 162 - Centro; e no Centro Administrativo da Prefeitura, na Rua Diógenes Chianca, 1777 - Água Fria.

Para efetuar o agendamento, o eleitor precisa apenas acessar o site do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), clicar no link do “Recadastramento Biométrico”, em seguida entrar no “Sistema de Agendamento da Biometria”, preencher os dados pessoais e escolher o melhor dia e horário para o atendimento.

Já no dia do atendimento, o eleitor deve apresentar um documento oficial com foto, comprovante de residência e título de eleitor, se houver. Os homens maiores de 18 anos que forem tirar o título pela primeira vez devem apresentar, também, o certificado de quitação do serviço militar.

A coordenadora da Cenatel-JP, a chefe de cartório da 70ª Zona Eleitoral, Alice Mesquita Coelho, explicou que a formação de longas filas nas primeiras horas da manhã se transformou em um transtorno para os eleitores da Capital e que a decisão deverá solucionar o problema. “Destinávamos a maior parte dos guichês para o atendimento espontâneo, mas como estamos tendo uma resposta muito positiva do atendimento por agendamento, ampliar para essa modalidade parece ser o melhor caminho”, disse.

Segundo Alice Coelho, o eleitor que faz o seu recadastramento biométrico através do agendamento tem saído do Cartório muito mais satisfeito, uma vez que é atendido no dia e horário escolhido por ele. “Com a destinação das vagas exclusivamente dessa forma, além de evitar filas, vamos oferecer um melhor atendimento aos eleitores”, afirmou.








Presidente Dilma Rousseff sanciona Estatuto da Juventude.

Dilma vetou artigo que previa meia-passagem em transporte interestadual.































A presidenta da República, Dilma Rousseff, sancionou hoje (5) o Estatuto da Juventude. O texto é uma declaração de direitos da população jovem, que atualmente alcança cerca de 51 milhões de brasileiros com idade entre 15 e 29 anos, o maior número de jovens registrado na história do Brasil. Alguns trechos do texto foram vetados, no entanto, a Presidência da República ainda não divulgou os pontos retirados.
O Estatuto da Juventude foi aprovado pelo Congresso Nacional em 9 de julho, após mais de nove anos de tramitação. O texto define os princípios e diretrizes para o fortalecimento e a organização das políticas de juventude, em âmbito federal, estadual e municipal. Isso significa que estas políticas se tornam prerrogativas do Estado e não só de governos. A partir de agora serão obrigatórios a criação de espaços para ouvir a juventude, estimulando sua participação nos processos decisórios, com a criação dos conselhos estaduais e municipais de Juventude.
O texto do Estatuto da Juventude faz com que novos direitos sejam assegurados pela legislação, como os direitos à participação social, ao território, à livre orientação sexual e à sustentabilidade. Durante a cerimônia de sanção, a presidenta também assinou o decreto de criação do Comitê Interministerial da Política de Juventude.
Para a presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE), Vic Barros, o Estatuto da Juventude representa o "aprofundamento da democracia por integrar de forma protagonista a juventude na sociedade que queremos". A sanção, segundo Vic Barros, dialoga com as "vozes que foram para as ruas" nos meses de junho e julho.
Segundo o presidente do Conselho Nacional de Juventude, Alessandro Belchior, os jovens têm feito da rua um “espaço privilegiado de vivência”, mas criticou a violência na repressão policial das manifestações pelo país. “Agora as ruas pedem mais, mais direitos, mais liberdade e mais democracia. Não conseguiremos materializar os direitos dos jovens sem falar nas recentes e violentas repressões”, disse Belchior. 





Padre que comprou carro luxuoso pede afastamento da igreja.




































Após comprar um carro de luxo usando dinheiro da igreja, o padre Pedro Camilo anunciou seu afastamento da Paróquia de Nossa Senhora do perpétuo Socorro, em Vila Velha, durante uma missa no sábado (3). De acordo com a Arquidiocese de Vitória, o religioso vai passar um período longe de seu cargo antes de assumir funções em outra paróquia no estado, local que ainda não foi definido. O veículo já foi vendido. O padre não foi localizado pela reportagem para explicar seu afastamento.

O veículo foi adquirido no mês de julho deste ano e a compra gerou polêmica entre os fiéis. De acordo com o sacerdote, o carro foi comprado em nome da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e custou R$ 86 mil, sendo R$ 29 mil retirados das próprias economias. O padre negou qualquer motivação de ostentação na compra. O arcebispo de Vitória afirmou que os padres podem ter bens e não fazem votos de pobreza, mas são aconselhados a fazer doações. Para o Papa Francisco, os sacerdotes devem dar exemplo de simplicidade, conforme foi pregado na Jornada Mundial da Juventude.

A Arquidiocese informou que, após a repercussão do caso, o carro já foi vendido e o dinheiro está no fundo paroquial. Na época da compra, o padre alegou que foi feita para "exercício da função". Ainda por conta da situação gerada com a compra, o religioso e a paróquia sentiram a necessidade do afastamento.

Por enquanto, não há padre para substituí-lo na igreja, pois isso depende do deslocamento de um sacerdote de outra paróquia para a função, mas segundo a Arquidiocese isso já está sendo providenciado. O período que o padre Pedro Camilo vai ficar em retiro não foi informado e ainda não foi decidido para qual paróquia ele será designado após esse tempo.










Colisão frontal entre dois veículos na BR 230 deixa feridos na Paraíba.










Colisão frontal entre dois veículos na BR 230 deixa feridos na Paraíba










Uma colisão entre dois veículos deixou nove pessoas feridas na noite desta segunda-feira (5) em Santa Rita, Região Metropolitana de João Pessoa. O acidente aconteceu em uma via paralela à BR-230, após a segunda passarela de pedestres, que fica nas proximidades do bairro de Tibiri, sentido João Pessoa - Campina Grande. Com uma das vítimas do acidente a polícia encontrou um revólver calibre 38 com cinco munições, o rapaz foi detido pelos policiais. Os feridos foram socorridos e levados para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

De acordo com informações do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas para realizar o socorro às vítimas, o condutor de um dos carros ficou preso nas ferragens e foi resgatado pelos Bombeiros. Os dois veículos, um VW Golf e um GM Classic trafegavam em sentidos opostos e colidiram frontalmente, um dos carros era ocupado por quatro pessoas e o outro por cinco, entre elas crianças.

O inspetor Anderson Poddis, relações públicas da Polícia Rodoviária Federal, explicou que o acidente não ocorreu na rodovia, mas numa rua paralela, mas que apesar disso, os patrulheiros rodoviários foram deslocados até o local para organizar o trânsito.  Os agentes ficaram nas margens da pista, para evitar que os curiosos se aglomerassem e causassem tumulto no tráfego.





Maconha oficial no Uruguai custará US$ 2,50 o grama.

Maconha oficial no Uruguai custará US$ 2,50 o grama









A maconha no mercado oficial uruguaio vai custar US$ 2,50 por grama.
 anunciou o diretor da Junta Nacional de Drogas, Julio Calzada.
 O preço é mais ou menos o mesmo cobrado pelo mercado negro e quem usar a sua cota mensal.
 autorizada pelo governo
 gastará cerca de US$ 100.
De acordo com o projeto de lei aprovado na semana passada na Câmara dos Deputados,
 maiores de 18 anos podem adquirir até 40 gramas por mês na rede de farmácias;
 podem também cultivar até seis pés da planta em sua casa ou formar clubes de cannabis.
- Este é um projeto que procura regular um mercado que hoje está totalmente desregulamentado e
 é controlado pelo narcotráfico - afirmou Calzada.





Sisutec vai ofertar 239,7 mil vagas gratuitas em cursos técnicos.

'Sisu do ensino técnico' vai oferecer 240 mil vagas











O Sistema de Seleção Unificada para Cursos Técnicos (Sisutec), lançado nesta segunda-feira (5).
 pelo Ministério da Educação, disponibilizará 239.792 vagas gratuitas para cursos técnicos e profissionalizantes
 no segundo semestre deste ano. Participam do programam 586 institutos federais de educação, ciência e tecnologia, 
instituições do Sistema S de ensino, escolas técnicas das redes estaduais e universidades.
 As inscrições, que começam nesta terça-feira (6) e vão até o dia 12 deste mês, devem ser feitas no 
site sisutec.mec.gov.br, que ainda está fora do ar.
Poderão participar do Sisutec alunos que realizaram a edição de 2012 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
 Das vagas disponíveis, 85% estão reservadas para alunos que cursaram o ensino médio em 
escolas públicas ou particulares na condição de bolsistas integrais.
No ato da inscrição, cada candidato poderá optar por até dois cursos.
O ministro da Educação, Aloísio Mercadante, afirmou que o Sisutec é uma oportunidade para o Brasil
 desenvolver o ensino técnico no Brasil. "É uma forma de oferecermos mais uma oferta na linha profissionalizante.
 Historicamente, o Brasil não desenvolveu o ensino profissionalizante. 
Nós estamos correndo atrás do tempo que nós perdemos".
Calendário
No dia 14 de agosto o Ministério divulgará os candidatos aprovados em primeira chamada.
 Para esses candidatos, a matrícula será nos dias 15 e 16.
 Os aprovados em segunda chamada serão divulgados no dia 19, e a matrícula no dia 20.
 As aulas iniciam entre 22 de agosto e 21 de outubro, e os cursos terão duração de um a dois anos.
Para Mercadante, o programa é voltado para "pessoas que querem continuar estudando 
e não obtiveram nota para ingressar nas universidades".
Segundo o ministro, dos quase sete milhões de inscritos para o Enem no ano passado,
 apenas 1,2 milhão ingressaram em universidades. "Daí a importância do Sisutec.
 Criar vagas para aqueles quase seis milhões de candidatos que querem estudar".
As áreas com mais cursos disponíveis são a de Tecnologia da Informação, Saúde, Indústria e Turismo. 
Ainda não se sabe quanto o governo federal irá gastar com o programa, mas o ministro Mercadante estima que será
 "menos do que com os alunos no Pronatec".
Cotas raciais e sociais
A seleção para cursos técnicos adotará cotas de acordo com raça, renda familiar e rede frequentada no ensino médio.
 De acordo com o MEC, 85% de todas as vagas oferecidas na próxima edição do Sisutec
 serão reservadas para estudantes que cursaram o ensino médio em 
escola pública ou na rede particular com bolsa integral.
Além disso, 50% de todas as vagas oferecidas nas instituições federais de ensino também serão reservadas.
 Nesse caso, poderão concorrer a essa cota os estudantes com renda familiar per capita de até um salário mínimo
 e meio que estudaram na rede pública ou foram bolsistas integrais na rede particular.
As cotas raciais do Sisutec estão atreladas à rede de ensino onde o candidato terminou o ensino médio,
 segundo o edital. Nas instituições federais, nas vagas destinadas a negros, pardos e indígenas,
 será reservado um percentual correspondente à porcentagem da população preta,
 parda e indígena no Unidade Federativa do município onde a vaga é oferecida, segundo o Censo mais recente.
 Por exemplo, em um município onde há 100 pessoas, e cinco são negras, pardas ou indígenas,
 caso haja 20 vagas para um determinado curso, quatro delas serão destinadas às cotas.
Haverá dois tipos de cotas raciais: uma é específica para estudantes que fizeram o ensino médio na rede pública,
 ou como bolsista integral na rede particular, desde que tenham renda familiar per capita de até
 um salário mínimo e meio. A outra exige que os estudantes interessados na cota racial tenham
 cursado a rede pública ou tenham tido bolsa integral na rede privada, mas não atrela a participação à renda familiar.
As demais vagas que não se encaixarem nas quatro categorias de cotas serão de ampla concorrência.





Bolívia plantou menos coca em 2012, diz ONU.


País luta para erradicar os cultivos excedentes da planta que poderiam ser desviados para mercados ilícitos

 O cultivo de coca na Bolívia, terceiro maior produtor de cocaína do mundo atrás do Peru e da Colômbia, caiu pelo segundo ano consecutivo em 2012, à medida que o governo intensificou os esforços de erradicação, revelaram dados oficiais divulgados nesta segunda-feira (5).
O preço da folha de coca, que pode ser usada para fazer cocaína, também diminuiu, de acordo com um estudo anual elaborado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e pelo governo boliviano.
O cultivo de arbustos de coca na Bolívia caiu cerca de 7%, para cerca de 25,3 mil hectares, após uma queda de 12% em 2011, segundo a pesquisa.
Antonino De Leo, representante da UNODC na Bolívia, disse que os esforços liderados pelo governo para erradicar o cultivo, bem como o diálogo com os agricultores e os incentivos sociais, ajudaram a reduzir a cultura.
Ele disse que as autoridades bolivianas devem continuar a reduzir os excedentes de coca, aumentando as alternativas para os agricultores e fortalecendo os programas de combate aos narcóticos.
O presidente Evo Morales, um ex-plantador de folha de coca que defende os benefícios da folha para a saúde, saudou o relatório da ONU.
Morales trava uma disputa há anos com Washington sobre o que ele chama de intromissão dos EUA em assuntos latino-americanos, sob o pretexto da guerra contra as drogas. Em 2008, ele expulsou os agentes da agência antidrogas dos EUA da Bolívia, acusando-os de conspirar contra seu governo.
"Nossa luta nacional contra o tráfico de drogas está sendo realizada sem imposições, condições ou compensação do exterior", disse Morales nesta segunda-feira. "As políticas impostas ( pelos EUA ) não funcionam."
Os bolivianos mastigam folhas de coca há séculos como um estimulante leve que reduz a fome e o mal-estar provocado pela altitude. Plantar coca não é ilegal na Bolívia, mas o governo pretende erradicar os cultivos excedentes que poderiam ser desviados para mercados ilícitos.
As apreensões de pasta base de cocaína, uma substância extraída de folhas de coca para fazer a cocaína, cresceram 13%, para cerca de 32 toneladas.

POSTADO GENILDO ALVES/DEMAIS SITE DE NOTICIAIS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário