26 de abril de 2013

NOTICIAS DO BLOG VEJAM.


Boletim do hospital de trauma Humberto lucena paraíba.


Das 11h desta sexta-feira, 26, até o fechamento deste boletim, às 17h, o Hospital de Emergência e Trauma recebeu os casos abaixo descriminados entre urgências  e emergências.
Casos de Destaque:
14h01Ronaldo Eugênio da Silva, 36 anos, vítima de agressão física, procedente do bairro de Tambaú. O paciente veio conduzido por ambulância do SAMU. Passou por procedimentos médicos de emergência, após período de observação, recebeu alta médica às 15h45.
13h05Jhonatha John da Silva Oliveira, 20 anos, vítima de acidente de moto, procedente do Bairro das Indústrias. O paciente veio conduzido por ambulância do resgate-bombeiros. Passou por procedimentos médicos de emergência. Seu estado de saúde é considerado regular.
11h35José Jeferson de Oliveira Guedes, 29 anos, vítima de acidente de moto, procedente do município do Conde. O paciente veio conduzido por ambulância do SAMU. Passou por procedimentos médicos de emergência, e após período de observação, recebeu alta médica às 15h30.
Atualizações:
10h05Genivaldo Laurentino Ribeiro, 36 anos, ferimento por arma de fogo, procedente do município de Bayeux. O paciente veio conduzido por carro particular. Passou por procedimentos médicos de emergência e, após período de observação, recebeu alta médica às 13h56.
7h46Danilo Bezerra da Silva, 24 anos, vítima de acidente de moto, procedente da Ilha do Bispo. O paciente veio conduzido por carro particular. Passou por procedimentos médicos de emergência e, após período de observação, recebeu alta médica, às 11h06.

21h51Leandro Manoel da Silva, 22 anos, ferimento por arma de fogo, procedente de Mangabeira. O paciente veio conduzido por ambulância do SAMU. Passou por procedimentos médicos de emergência e segue internado. Seu estado de saúde é considerado regular.
21h43Jéssica Maria da Conceição, 21 anos, vítima de acidente de bicicleta, procedente da Av. Epitácio Pessoa. A paciente veio conduzida por ambulância do resgate-bombeiros. Passou por procedimentos médicos de emergência e segue internada. Seu estado de saúde é considerado grave.



Facebook mostra vídeo de mulher sendo decapitada e não o retira do ar.

Reprodução de página do Facebook que mostra vídeo de mulher sendo decapitada e que não pode ser retirado do ar pela rede social (Foto: Reprodução/Facebook)

Um vídeo de uma mulher sendo decapitada no Facebook tem causado polêmica na rede social. Embora a imagem publicada por um usuário seja explícita, o site afirma que não pode retirar o conteúdo do ar porque ele "não viola os padrões de comunidade do Facebook".

De acordo com o Facebook, as pessoas que comentam e compartilham o vídeo o estão fazendo "para condená-lo" e que, por isso, não pode removê-lo. "Da mesma forma como programas jornalísticos na televisão usam imagens inquietantes mostrando atrocidades, as pessoas podem compartilhar vídeos inquietantes no Facebook com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre ações ou causas", diz a empresa.

"Embora o vídeo seja chocante, nossa postura está fundamentada na preservação dos direitos das pessoas de descrever, representar e comentar sobre o mundo em que vivem".

O vídeo publicado por um usuário da rede social, aparentemente mexicano, mostra uma mulher sendo decapitada por supostos integrantes de uma gangue mexicana. Até a publicação da reportagem, o conteúdo foi compartilhado por mais de 5,6 mil usuários do Facebook, teve quase 3,9 mil comentários e mais de 1,4 mil "Curtir".

O que pode e o que não pode

Segundo os termos de direito e responsabilidades do Facebook, a rede social está autorizada a remover qualquer conteúdo que infrinja os direitos autorais de alguém. Os usuários estão proibidos ainda de publicar conteúdo que "contenha discurso de ódio, seja ameaçador ou pornográfico; incite violência; ou contenha nudez ou violência gráfica ou desnecessária".

É vedado também aos usuários publicarem conteúdo que "infrinja ou viole os direitos alheios ou a lei", informações financeiras confidenciais de ninguém no Facebook e que contenham quaisquer atos ilegais, equivocados, maliciosos ou discriminatórios.




Mulher é flagrada entrando em presídio com “crack e maconha” no ânus


Mulher, que tem 30 anos e está desempregada, foi detida e disse que a

Uma mulher de 30 anos, desempregada, foi detida durante revista pessoal, tentando entrar na Penitenciária Máxima de Campina Grande, no final da desta sexta-feira (26), com cinco pedras de crack e uma trouxinha de maconha escondida no ânus.

A trouxa de maconha de aproximadamente 6 centímetros de diâmetro com aproximadamente 100 gramas de maconha e as 5 pedras de crack foram encontradas em um invólucro, dentro do ânus, quando as agentes faziam a abordagem e revista de rotina antes da entrada dos visitantes.

Segundo as informações, assim que foi identificada a droga, a mulher alegou que outra mulher pediu que ela entrasse com o entorpecente no presídio.




Deputado federal afirma que será candidato ao Governo do Estado e diz que não tem medo de enfrentar RC.






O deputado federal Major Fábio, atualmente no DEM afirmou que o seu nome está a disposição para a disputa ao governo do estado em 2014.
 
 
 
De acordo com o parlamentar, após se desligar oficialmente do DEM, ele pretende filiar-se ao Partido da Mobilização Democrática (MD), recentemente criado:
 
 
 
“ Nós estamos buscando um partido que possa absorver o projeto de ser candidato ao governo do estado da Paraíba. A nossa pretensão é de nos  filiarmos ao MD. Tenho certeza que é nesse partido que disputaremos a vaga de governador no ano que vem”,disse.
 
Nos bastidores do meio político, circulava a informação de que o novo partido iria para a base aliada  do governador Ricardo Coutinho, mas  segundo informações do próprio Major Fábio, esta possibilidade é mínima, já que a proposta da Executiva Nacional  é de que a legenda tenha candidato próprio aqui na Paraíba:
 
“As conversas que temos com a executiva estadual e a nacional do partido é de que o partido terá candidato  a governador ,e é com essa pretensão que eu estou entrando, se não for assim, estarei fora”, afirmou.
 
Para o pré-candidato ao governo,  enfrentar Ricardo Coutinho nas urnas não será um problema, pois quem ganha a eleição é o voto do povo, e é buscando esse voto que ele pretende conquistar a eleição:
 
“Enfrentarei com muita tranquilidade. Ricardo tem um voto e eu tenho outro, quem vai decidir é o povo da Paraíba. Sou pré-candidato. Quem ganha a eleição é o povo, e é o voto do povo que vamos conquistar. Nós vamos mostrar  no ano que vem que a Paraíba não precisa de um governador, precisa de um líder que possa entusiasmar, que possa encorajar, e que possa olhar no olho do jovem e dizer assim: Vamos mudar a Paraíba, vamos fazer uma revolução nesse estado”, arrematou.




Litoral paraibano tem 51 praias próprias para banho neste final de semana 


A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) classificou 51 praias do litoral paraibano como próprias para banho, conforme relatório de balneabilidade divulgado semanalmente pela Coordenadoria de Medições Ambientais (CMA). As praias do Jacaré, em Cabedelo; da Penha e de Manaíra, em João Pessoa; e de Maceió e Pitimbu, no município de Pitimbu, devem ser evitadas pelos banhistas.


Na Praia do Jacaré, a análise da Sudema constatou que está imprópria para o banho a área localizada na margem direita do estuário do Rio Paraíba. Em Pitimbu, os banhistas devem evitar a praia de Pitimbu e a faixa de praia localizada 100 metros à direita e à esquerda da desembocadura do Riacho do Engenho Velho. Já na Capital, os banhistas devem evitar o trecho próximo ao Rio do Cabelo e toda a extensão da praia de Manaíra, entre o final da Avenida Ruy Carneiro e o início da Avenida Flávio Ribeiro Coutinho.

De acordo com a química Andréa Fidele, coordenadora de Medição Ambiental da Sudema, o período chuvoso propicia a ampliação das áreas impróprias à balneabilidade. “Devido às chuvas, as galerias são todas lavadas e essas águas escoam para as praias nos canais pluviais, contaminando a área”, explicou.

Segundo o relatório, válido até a próxima quinta-feira (2), as demais praias são consideradas adequadas para o banho e estão classificadas nas categorias excelente, muito boa e satisfatória. Mesmo assim, a Sudema recomenda aos banhistas que evitem os trechos de praias localizados em áreas frontais a desembocaduras de galerias de águas pluviais, principalmente se houver indício de escoamento recente.

A equipe da CMA divulga, uma vez por semana, a situação de balneabilidade das 56 praias do Estado, por meio de coleta de material para análise nos municípios. O monitoramento é semanal nos municípios localizados em centros urbanos com grande fluxo de banhistas: João Pessoa, Lucena e Pitimbu. Nos demais municípios do litoral paraibano, a análise é realizada mensalmente.







 



Nenhum comentário:

Postar um comentário