26 de janeiro de 2013

Projeto ‘Casa do Pai’ contempla apenado regime semi-aberto na cidade de Sapé


O diretor do presídio Regional de Sapé, Silva Neto, realizou, o lançamento do projeto “A Casa do Pai”, que vem dando continuidade aos relevantes projetos de ressocialização naquela casa penitenciária naquele município, beneficiando  50 famílias de apenados
 O lançamento do projeto “A Casa do Pai” foi oficializado no Fórum Municipal na presença do Juiz da vara de execuções penais de Sapé,  Vlademir Alcibíades, representante da Igreja Católica Waldir Meireles, Ziza Maia gerente de ressocialização representando o secretário de administração penitenciária Walber Virgulino, e o coordenador do núcleo de trabalho da secretária de administração penitenciária Marconi Amorim, além das autoridades locais, familiares de apenados e a população em gera.
 O projeto “A Casa do Pai” tem como objetivo principal de ressocializar  o apenado á sociedade com a mão de obra qualificado após apena, principalmente aqueles apenados quem estão em regime semi-aberto e aos seus familiares. O projeto será financiado com recursos do Banco Mundial, através do projeto cooperar do governo do estado.
 O diretor do presídio de Sapé que o projeto será desenvolvido dentro dos próximos dias em uma granja que já foi alocada no município, aonde será desenvolvido um trabalho na agricultura a exemplo de plantações de mamão, maracujá e plantação de hortaliças, os produtos produzidos pelos apenados serão comercializados e a renda será destinada aos  seus familiares.
Silva Neto ressaltou ainda que, tem implementado diversos projetos naquela casa penitenciária de ressocialização que contempla os apenados com a mão de obra qualificada com parcerias  com o apoio do governo Estado, a exemplo do  SENAI, SESI e SENAC.
confira ao fotos;

SAPÉ: SECRETÁRIO FAZ ENTREGA DE NOVA VIATURA PARA O PRESÍDIO REGIONAL





O secretário de Administração Penitenciária do Estado da Paraíba, o Dr. Walber Virgulino, entregou uma viatura a direção do Presídio Regional de sapé, viatura essa que servirá para atender a demanda de escoltas como também para o trabalho administrativo daquela Unidade. 
 
 
 Trabalho que tem reconhecimento Nacional
 
Segundo o secretário, o trabalho que vem sendo feito no Presídio de Sapé merece todo nosso apoio, pois esta é a tônica do Governo Ricardo Coutinho,  honra a todos aqueles quem vem demostrando uma boa administração, e esse trabalho quem vem sendo desenvolvido em Sapé tem recebido reconhecimento Nacional, como agora pouco o Diretor Silva Neto recebeu um prêmio da Revista Zap e ficou entre os cem melhores gestores do País, finalizou. O diretor agradeceu o apoio quem tem recebido do Dr. Walber Virgulino e prometeu empenho e dedicação em todas as sua ações a frente daquela casa finalizou o diretor.

19 de janeiro de 2013

Homem aponta arma para líder de partido político na Bulgária



SOFIA, Bulgária, 19 Jan (Reuters) - Um homem apontou uma arma para a cabeça do líder do partido turco da Bulgária e foi contido à força por seguranças durante uma conferência televisionada neste sábado.
 
O líder do partido Movimento pelos Direitos e Liberdades (MRF, na sigla em inglês), Ahmed Dogan, escapou ileso e não ficou imediatamente claro porque ele foi o alvo do agressor durante a convenção do partido no centro da capital Sofia.

A polícia disse que prendeu o agressor, um homem de 25 anos da cidade de Burgas, no Mar Negro, que também carregava duas facas.

O ministro do Interior, Tsvetan Tsvetanov, disse que o agressor tentou disparar duas vezes, mas "provavelmente a arma falhou".

O partido liberal MRF representa turcos e outros muçulmanos, que representam cerca de 12 por cento da população de sete milhões de pessoas na Bulgária.

"A sociedade búlgara é tradicionalmente conhecida por sua tolerância, aceitação e respeito mútuo entre diferentes grupos étnicos e religiosos", disse o presidente Rosen Plevneliev em comunicado. "Tal ato é inaceitável em um Estado democrático".

Dogan, de 58 anos, que lidera o partido há quase 25 anos, voltou à convenção e foi ovacionado pelos delegados.







POSTADO POR:  Angel Krasimirov/Martins

CORPO DE WALMOR CHAGAS É CREMADO EM SÃO PAULO.



ATOR PODE TER COMETIDO SUICIDIO.


SÃO PAULO -  O corpo do ator Walmor Chagas foi cremado na tarde deste sábado (19), por volta das 17h, no crematório do cemitério Parque das Flores, em São José dos Campos, em São Paulo. Apenas parentes e amigos próximos puderam assistir a cerimônia.
Segundo informações de vizinhos que estão no velório, as cinzas do ator devem ser jogadas na Serra da Mantiqueira, como ele desejava.

O Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Guaratinguetá - onde ele residia, liberou o corpo do artista por volta de meia-noite, depois de duas horas do trabalho de necropsia. Logo em seguida, ele foi levado à sede da funerária São Benedito, em Taubaté, para a preparação da cremação.

Única artista a passar pelo local, aa triz Lucélia Santos estava muito abalada. Aos prantos, ela lamentou a morte do amigo. “Ele era um ator perfeito, um intelectual, uma referência para todos nós. E como se ele estivesse em cima de um poste e a gente olhasse, desejando estar lá. O Brasil perdeu um mestre".

O delegado Antônio Luiz Marcelino, que está cuidando do caso da morte de Walmor Chagas, informou que o perito tem quase  certeza de que o ator cometeu suicídio. A arma que Chagas usou para se matar já teria passado por perícia.

Adriane Chagas Bianchi, sobrinha do artista, disse que sua mãe, Jussara Chagas, veio para São Paulo para acompanhar de perto as investigações sobre a morte do tio, anunciada no início da noite de sexta-feira (18).

“É muito recente, ninguém sabe o que aconteceu, na verdade. Estamos um pouco em choque ainda.

Ultimamente minha mãe tinha uma relação muito próxima com ele”, disse a sobrinha do ator.

Walmor Chagas morava em uma chácara na cidade do interior paulista, e foi encontrado morto dentro da residência com uma perfuração na cabeça. Segundo a investigação, pode ter sido ocasionada por um tiro. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de suicídio.

De acordo com as autoridades, foi recolhida uma arma calibre 38, que teria sido usada por ele para atirar na própria cabeça. O revólver estava no colo de Walmor Chagas.

O delegado Juramir Alves, que registrou a ocorrência, informou que ainda não foi investigado de quem era o porte da arma.

"Abrimos o inquérito e já iniciamos a investigação. Foi registrada a ocorrência como suicídio, no entanto foi tomada a cautela de solicitar exame residuográfico tanto da vítima, quanto do caseiro para se ter certeza disso", contou o delegado.

A investigação tem prazo de 30 dias para ser concluída.






POSTADO POR: FAMOSOS/MARTINS

18 de janeiro de 2013

Bancária é morta por criminosos na Zona Sul de SP.




Moto fez manobras, freou bruscamente e foi atingida por carro da vítima.
Garupa desceu e baleou a motorista de 33 anos na cabeça.


Uma mulher foi morta por criminosos na madrugada desta quinta-feira (17), no Grajaú, na Zona Sul de São Paulo. A bancária Priscila Machado Simão, de 33 anos, estava de carro com uma amiga, e derrubou a moto onde os criminosos estavam após eles fazerem uma série de manobras à frente do veículo e frearem bruscamente. Ela foi baleada na cabeça quando estava perto de chegar ao condomínio onde morava.

As amigas voltavam de uma festa. De acordo a amiga, Aline Espada Berto, de 31 anos, uma moto com dois ocupantes começou a fazer zigue-zague em frente ao carro. O motoqueiro freou e Priscila não conseguiu impedir que o automóvel atingisse a moto, por volta das 2h. A pessoa que estava na garupa e usava capacete desceu e disparou contra Priscila.

Gravemente ferida, ela foi levada para o Hospital Geral do Grajaú, mas não resistiu. A amiga conseguiu deixar o local a pé. Ela prestou depoimento e foi liberada.

Os dois suspeitos fugiram. Um deles roubou uma outra moto para deixar o local. O proprietário desta segunda moto ia para o trabalho quando foi abordado pelo criminoso. Como ela tinha uma trava de segurança, ela parou de acelerar 15 minutos depois.

O caso será investigado pelo 101º Distrito Policial, no Jardim das Embuias, também na Zona Sul.






POSTADO POR G1/MARTINS

17 de janeiro de 2013

PRIMEIRA-DAMA DO ESTADO DA PARAÍBA CHAMA REVISTA ISTO É ME MENTIROSA.

 A primeira-dama do Estado, a jornalista Pâmela Bório, recorreu na tarde deste sábado as redes sociais para contra-argumentar a reportagem da Revista Isto É divulgada neste final de semana.

“Me perdoem, mas precisava desabafar sobre a verdade dos fatos e me defender dos ataques, da agressão gratuita, da infâmia e maledicência injusta das quais estou sendo vítima”, disse a jornalista no final de seu texto sobre a reportagem. Ela avisa que continuará usando as redes sociais e que não irá apagar postagens.



Veja na íntegra a publicação da primeira-dama

Considero grave o fato de um veículo, que se pretende idôneo, apresentar texto baseado em apuração leviana e deficiente, no mínimo dos males. O desacato, portanto, não se restringe a minha pessoa, mas se estende ao público por macular o direito ao acesso à informação verdadeira, garantido pela Constituição Brasileira.

No menor dos erros, observei como atitude simplista e até com tom depreciativo me reduzir a uma "ex-modelo", quando desenvolvo carreira no jornalismo já com mais de 10 anos de trabalhos árduos e dignos, tratando a informação com responsabilidade e, portanto, respeito ao público. Bem diferente do que se mostrou a irresponsável repórter da Revista Época através da veiculação de seu texto repleto de mentiras e especulações ao meu respeito.

Ao contrário de muitos profissionais da mídia e veículos prostituídos, desenvolvo um jornalismo consciente e independente. Nunca trabalhei com política, assessoria ou com gestão pública, mas tenho noção do que é uma administração correta e voltada para as necessidades da população pelo testemunho de ações do atual governo e de outros gestores competentes e sérios. Matérias encomendadas pela oposição não surtem efeito quando fatos se sobrepõem às inverdades.

Declaro com total convicção a mentira de que promovo "festanças" na Granja assim como também são mentiras as alegações de que disponho do dinheiro público. Ora, primeira-dama não tem poder de ordenamento de despesas, fato ocultado pela ignorância ou maldade da jornalista da IstoÉ. Se não sabe, cara colega (chamo-a assim, pois imagino que deve ter formação para executar o trabalho na revista), primeira-dama não é cargo, é apenas uma função, com prazo e limites definidos.

Não recebo qualquer remuneração por ser primeira-dama, tampouco possuo cartão corporativo. Sempre vivi com o suor do meu trabalho honesto e atento aos interesses do público. Jamais recebi propina de políticos, partidos ou quaisquer fontes como, atualmente, agem certos profissionais da imprensa. O que possuo é proveniente do meu salário de apresentadora da emissora que trabalho desde que cheguei na Paraíba. Se carrego uma bolsa Hermés, se ela é falsa ou legítima, isso diz respeito somente a mim. Sequer recebo mesada do meu esposo, possuo autonomia que só mulheres emancipadas optam na atualidade, sempre busquei romper paradigmas e desfazer estereótipos.

Bem verdade que recebo muitos presentes e alguns agradeço publicamente através dos meus canais de interação com as pessoas, a exemplo das lingeries de uma empreendedora paraibana da cidade de Monteiro-PB, citada no texto, as quais tenho orgulho em divulgar e incentivar. Vergonha é deturpar a referida situação alegando se tratar de minha coleção de lingeries (por acaso tem conhecimento se as amostras que recebi me serviram?) com o objetivo de depreciar uma pessoa pública usando o artifício dos padrões ilusórios e juízos de valor e, ainda pior, o estímulo ao preconceito. A propósito, a IstoÉ também ocultou onde o leitor pode analisar as postagens interpretadas e julgadas de acordo com os interesses da revista: @pamela_borio (Twitter) e @pamelaborio (Instagram)

Não vou excluir quaisquer redes sociais ou publicações, não me arrependo de nada que tenha divulgado e continuarei atuando da mesma forma espontânea e condizente com a minha profissão e a minha personalidade. Inclusive, tenho de estar cada vez mais íntima das novas tecnologias e meios de interação já que se trata do meu objeto de estudo do mestrado. Permanecerei desta forma e isso pode até contrariar oposicionistas que querem uma primeira-dama sem voz, acrítica e até submissa, mas o meu foco é continuar sendo a mesma e tendo o comportamento verdadeiro e aberto de sempre.

Penso que minha atual condição é passageira: ESTOU primeira dama, mas SOU e sempre serei jornalista. Amo a minha profissão e sou bem resolvida sobre a minha exposição, seja como esposa de líder político ou como apresentadora de TV. Me orgulho do meu ofício e de quaisquer atividades que tenha desenvolvido na minha história de vida, como desfiles, atuações em peças teatrais, ensaios fotográficos... Também me sinto à vontade com a minha expressividade e aproveito meu espaço na mídia e na internet para promover qualquer atividade ligada à economia, à cultura, aos empreendimentos, à educação, enfim, às peculiaridades do estado e até da atualidade.

Mesmo sendo fortuita e passageira, dedico com empenho a função de primeira-dama, onde tenho a oportunidade de coordenar o Programa do Artesanato Paraibano onde oferecemos capacitações e estimulamos a produção artesanal (conseguimos dobrar a renda dos artesãos através da realização de salões e outras feiras, com oferta de créditos pelo Empreender, com ações de qualificação...) focando na manutenção da tradição e valorização da cultura. Também tenho a honra de presidir a ONG CENDAC onde sanamos dívidas e focamos na profissionalização em detrimento ao assistencialismo. Assim, já oferecemos quase 3000 cursos profissionalizantes em apenas 2 anos.

Por esses trabalhos também não recebo qualquer compensação financeira, minha única recompensa é o reconhecimento pelo povo da minha contribuição no crescimento da Paraíba. Não cabe aqui detalhar todas as realizações em benefício de instituições, empresas ou pessoas físicas, mas meus serviços voluntários continuarão sendo escutados da mesma forma e agora com maior motivação já que percebo que minha atuação como primeira dama tem incomodado ao extremo de plantarem inverdades com o propósito maior de me denegrir, mesmo com hipóteses infundadas e facilmente contestáveis.

Vivo da minha imagem desde muito cedo por isso sempre tive cuidado em ter uma aparência asseada antes de estar como primeira dama. Tenho plena consciência de que não me reduzo a uma jovem bonita que se veste com esmero e “gosta de luxo e badalações”, sou muito maior do que qualquer julgamento pré-concebido por quem não me conhece e não vai ser qualquer mentira motivada por sentimentos pequenos como a inveja ou articulação de opositores que vai destruir o que está solidificado há anos, pois mais forte que palavras insanas e delinqüentes alheias, são as atitudes que fazem a história de uma nordestina batalhadora e honesta como eu, de família humilde e honrada, que trabalha desde cedo para sobreviver e que poderia ter escolhido caminhos mais fáceis. No entanto, sempre me direcionei pelo caminho do esforço justo e do conhecimento, nunca fugi de desafios, nem temo polêmicas desnecessárias.

Sobre nossa intimidade, que garanto preservar o fundamental, não tenho o menor constrangimento em demonstrar publicamente qualquer afeto, assim como não tenho pudor em atestar que seguimos "vivendo num clima amoroso que parece prolongar a lua de mel", nossa relação é baseada apenas no amor que sentimos um pelo outro. É mentira de que nos conhecemos na TV em 2010, ano em que nasceu nosso filho quando já estávamos casados há pouco mais de um ano. Também nos conhecemos em lugar bem diferente da redação ou dos estúdios onde trabalho e quando batizamos nosso bebê em 2011 aproveitamos para celebrar nossa união através da cerimônia religiosa. Mas detalhes não vêm ao caso, apenas reforçam como a reportagem apresentou diferentes mentiras e até amadorismo pois informações como estas são de domínio público (entenda-se “internet”).

A maior gravidade se concentra sobre as acusações da Época de que "parte do dinheiro usado para bancar o luxo ostentado" ou "inúmeros mimos" são provenientes dos cofres públicos e de que "orçamentos terem sido solicitados pela primeira-dama do estado." Mentira absurda, descabida! É irracional, ilógico afirmar que assumi "o lugar dos pregoeiros e demais funcionários da administração pública responsáveis por cotar preços e dar transparência ao destino das verbas do Estado"!

Saibam que, tanto o veículo quanto a jornalista vão responder por cada mentira disseminada em cada mídia e propagada por outros meios de comunicação. Direito de resposta ou processo algum amenizará a dor e o sofrimento causado à minha família, amigos e a mim. Na possibilidade de ser matéria encomendada, não há dinheiro que por ventura tenham recebido capaz de indenizar tamanha covardia e maldade. Toda a calúnia será entregue à justiça, assim como faço questão da justiça ter acesso a toda a minha movimentação financeira, apesar de ninguém ter pedido ou mencionado isso. Qualquer comprovação da minha lisura será insuficiente diante do desastre da propagação perene pela internet das mentiras e acusações sobre corrupção, roubo ou "estilo de vida extravagante" que ligaram à mim. Atribuições de valores avessos à minha realidade e ao meu caráter serão considerados no processo contra os caluniadores. Talvez desta forma, num futuro breve, consiga ao menos comprar uma casa ou um meio de transporte, coisas que ainda não tive condição de adquirir com meu salário pequeno de jornalista honesta, mas grande e importante em comparação ao valor da imprensa que age com má fé, de forma criminosa e premeditando massacres.

Quanto às informações sobre o que NÃO me diz respeito (os gastos do governo com a Granja ou Casa Civil especulados na reportagem) devem sim ser averiguadas e se constatados os abusos nos preços, como cidadã, exijo que os reais responsáveis sejam julgados. Não tenho conhecimento sobre as despesas do governo, a IstoÉ deveria ter apurado com o secretário da pasta Lúcio Flávio e com os administradores da Granja na ocasião das referidas compras pois a responsabilidade da aquisição é da diretoria administrativa da Casa Civil. Apoio qualquer investigação de uso indevido do dinheiro público, indiscriminadamente. Como expressado nas minhas páginas pessoais, tendo como exemplo minha crítica ao mensalão e ao caso Rosemary.

Nada e ninguém vai me calar sobre a defesa da verdade, da informação e dos interesses dos cidadãos honestos, trabalhadores e aguerridos por um país melhor. Essa é a luta de uma vida. Essa é a luta de várias vidas.

Me perdoem, mas precisava desabafar sobre a verdade dos fatos e me defender dos ataques, da agressão gratuita, da infâmia e maledicência injusta das quais estou sendo vítima.

Veja a reportagem da Revista ISTOÉ

A ex-modelo Pâmela Bório e o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, cultivam um estilo de vida extravagante. Mas quem paga a conta é o contribuinte

Pâmela promove festanças, expõe no Instagram coleção de lingerie e diz que o "maridão", Coutinho , é quem "curte" as novidades.

A primeira-dama da Paraíba, Pâmela Bório, 29 anos, é uma mulher esfuziante. Ex-modelo, belíssima, olhos claros e corpo escultural, gosta de luxo e badalações, sem revelar nenhuma preocupação com a discrição. Ao contrário. Recentemente, Pâmela exibiu na rede social Instagram sua nova coleção de lingeries e, abaixo das fotos, sapecou a legenda: “Presente para mim, mas quem curte é o maridão.” Tal exibição de intimidade deveria ser uma questão que só dissesse respeito a ela e ao referido “maridão”, o governador Ricardo Coutinho (PSB), 52 anos. O episódio, porém, tornou-se o novo capítulo de uma explosiva investigação de uso indevido de dinheiro público. Após auditoria nas contas da residência oficial do governador, o Tribunal de Contas da Paraíba concluiu que inúmeros mimos da primeira-dama não são pagos somente com o salário de R$ 20 mil de Ricardo Coutinho, cujo patrimônio é avaliado em menos de R$ 1 milhão. Parte do dinheiro usado para bancar o luxo ostentado e os hábitos peculiares da primeira-dama sai dos cofres públicos.

Um relatório do Tribunal de Contas, obtido por ISTOÉ, revela que as festas promovidas na Granja Santana – como é chamada a residência onde moram o governador e a primeira-dama – consumiram 17,4 toneladas de carnes, peixes e frutos do mar, só no ano de 2011. Na mesma prestação de contas, que o órgão de fiscalização classificou como um dos inúmeros “exageros de gastos”, havia uma nota registrando a compra de 60 quilos de lagosta. Além das despesas com comida, os auditores descobriram que até o enxoval do bebê de Pâmela e Coutinho foi pago pelo contribuinte. O governador não mexeu no próprio bolso nem mesmo para comprar os móveis para o quarto do filho ou as bolsas para carregar mamadeiras. A quantidade de farinha láctea adquirida para a criança também espantou o tribunal: foram 460 latas apenas entre os dias 21 de novembro e 13 de dezembro de 2011. “O governador deve ter uma creche em casa para consumir toda essa farinha láctea em menos de um mês”, criticou o deputado estadual Janduhy Carneiro (PEN). A oposição a Coutinho passou a se referir ao caso como “o escândalo da comida infantil”, lembrando que em 28% dos municípios paraibanos não há creches.

O relatório do Tribunal de Contas estadual ainda mostra outras excentricidades. Segundo a fiscalização, no ano passado, a residência oficial foi abastecida com rolos de papel higiênico ao custo de R$ 59 o pacote com quatro unidades. Detalhe: as folhas higiênicas eram personalizadas com a impressão do desenho de um casal de noivinhos. Foram adquiridos também sais e espumas de banho, além de artigos de decoração. Tudo sem levar em consideração a cotação de preços exigida por lei. “Transpareceu como critério de escolha o gosto pessoal e não a impessoalidade exigida na ação administrativa pública. Robustece a afirmação o fato de os orçamentos terem sido solicitados pela primeira-dama do Estado”, censurou o tribunal. Ou seja, como se estivesse administrando o orçamento de sua casa, Pâmela assumiu o lugar dos pregoeiros e demais funcionários da administração pública responsáveis por cotar preços e dar transparência ao destino das verbas do Estado. Ao que tudo indica, a primeira-dama, ostentando sua infalível bolsa Birkin, da grife Hermés, circulou pelas lojas locais comprando o que era de seu interesse. “O transportador da mercadoria, registrado na nota fiscal, foi a senhora Pâmela, esposa do governador”, cravaram os auditores.

Nascida na Bahia, aos 13 anos Pâmela começou uma carreira como modelo. Quando adolescente, participou de vários concursos de beleza, sendo premiada em todos eles, como gosta de lembrar. Já adulta, promoveu campanhas publicitárias para uma renomada joalheria. Em 2008 conquistou o título de miss Bahia. E, quando seu destino parecia mesmo as passarelas, transferiu-se para João Pessoa, para trabalhar como apresentadora de uma televisão local. Foi ali na tevê, em 2010, que ela conheceu Coutinho, entrevistando-o como candidato ao governo do Estado. Casaram-se em fevereiro de 2011, um mês após a posse. No Estado, Coutinho é conhecido como homem simples, filho de um agricultor e uma costureira. Segundo amigos do casal, o “maridão” e a primeira-dama seguem vivendo num clima amoroso que parece prolongar a lua de mel. O problema é saber quem paga a conta do romance. Na quinta-feira 10, a assessoria do governador Coutinho informou à Istoé que na Granja Santana são servidas 120 refeições diárias que atendem o pessoal da limpeza, segurança, jardinagem, etc. Quanto às despesas, com o enxoval do filho do governador, informa que “é obrigação do Estado suprir os gastos particulares de sobrevivência dos governantes nas residências oficiais”. Afirma, ainda, que a primeira-dama não possui cartão corporativo e que a bolsa Hermés “é uma réplica”.


 PS: NÓS DO FOCOPB QUE TEMOS COMPROMISSO COM A VERDADE E REALIZAMOS UM JORNALISMOS SÉRIO, ONDE PROCURAMOS LEVAR SOMENTE A VERDADE PARA OS NOSSOS LEITORES INTERNAUTAS, QUEREMOS EXPRESSAR O NOSSO RESTRITO APOIO A PRIMEIRA-DAMA, NÃO POR SER A PRIMEIRA-DAMA, MAS SIM PELA PESSOA QUE CONHECEMOS COMO JORNALISTA DE CARÁTER, VERDADEIRA E HUMANA QUE ELA É.

QUEREMOS DEIXAR CLARO QUE NÃO TEMOS PROCURAÇÃO E NEM RECEBEMOS NADA DO ESTADO E NEM DE PAMELA BÓRIO PARA TAL OPINIÃO, MAS QUEM CONHECE PAMELA BÓRIO, SABE A MULHER LUTADORA E ESFORÇADA QUE ELA É E TUDO QUE LUTOU PARA CHEGAR AO CARGO DE JORNALISTA.







POSTADO POR : MAISPB/GRUPO DE JORNALISTAS AMIGOS DO FOCOPB.

EM NOTA, ESTELA REPÚDIA REPORTAGEM DA REVISTA ISTO É.



Após a publicação da revista ISTO É contra o Governador Ricardo Coutinho e sua esposa, Estela repúdia a revista e diz: "Pior que não ter memória, não ter história, é não ter caráter."; veja na integra a nota:





                                                            Declaração de Estela
_________________________________________________________________________________

Prometi fazer das redes sociais um espaço de diálogo e construção com respeito à diversidade, sobretudo de ideias, mas não dá para ficar calada vendo tanta injustiça e preconceito sendo utilizados contra Pâmela Bório por que sou secretaria de governo.

A reportagem da revista Isto É enviou na última quinta-feira (dia 10) no final da manhã, quatro questões para a Secretaria de Comunicação. Respondemos mas não utilizou nenhuma das respostas, o que deixa claro que a matéria estava pronta contra a primeira dama. O detalhe que chama atenção é que a reportagem, por exemplo, não fala que o relatório do Tribunal de Contas do Estado - TCE constata economia de 12,9% de 2011 na Granja do Governador. Daí a inevitável pergunta diante dessa omissão de fatos: Quem paga tal reportagem da Isto É? A quem interessa desconstruir a imagem real de homem público correto e zeloso com o dinheiro público que é Ricardo Coutinho?

Quem mora na Paraíba sabe o quanto Ricardo é austero e respeitoso com o dinheiro do povo. Quando prefeito, os investimentos feitos na cidade de João Pessoa e hoje na Paraíba na condição de Governador é resultado disso. Moro nessa cidade e Estado desde que nasci nunca vi na cena pública um político com tanta coragem e tão trabalhador quanto Ricardo Coutinho.

O fato é notório: Como não há maneira de atingir o Governador na vida pública e na sua gestão, procuram atacar sua vida privada. E mais essa mentira e preconceito contra Pâmela Bório vêm disso.

“Deixa o Mago trabalhar!” certamente é uma boa mensagem para quem aposta fazer de 2013 um ano de futricas. A Paraíba quer dias melhores. Por fim nossa autoestima passa por sabermos discernir a realidade e fazermos escolhas. A verdade não se verga aos que negociam a consciência. E pensam que com dinheiro e mentiras apagam a história e a construção de vida de quem faz da política um lugar honrado.

Pior que não ter memória, não ter história, é não ter caráter.







POSTADO POR: MAISPB/GRUPO DE JORNALISTAS  AMIGOS DO FOCOPB.




16 de janeiro de 2013

Secretários municipais estiveram na Câmara para acompanhar a votação de mensagens da Prefeitura.


O secretário de Gestão Governamental e Articulação Política, Rodrigo Soares, esteve na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) para acompanhar a sessão extraordinária, realizada nesta quarta-feira (16), que colocou em votação os projetos de criação das secretarias executiva de Acompanhamento Governamental e de Segurança Urbana e Cidadania. “Estamos aqui para conversar com todos os vereadores para aproximar mais o Poder Executivo do Legislativo Municipal, mesmo ainda não sendo o início da Legislatura”, comentou Soares.

Segundo ele, é fundamental que a Prefeitura desenvolva suas ações e projetos em harmonia com a Câmara dos Vereadores. “É aqui que acontecem as discussões sobre a cidade, os debates de interesse da população, e a votação de projetos encaminhados pela administração pública. Então, vamos manter esse bom relacionamento institucional e continuar interagindo com a Câmara”, acrescentou.

Por sua vez, o ex-vereador Geraldo Amorim falou da importância e do papel da Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Cidadania. Ele destacou o apoio que vem recebendo do prefeito Luciano Cartaxo (PT), e se colocou à disposição da população pessoense para atender as reivindicações e ouvir as sugestões que poderão ser colocadas. Amorim afirmou que está preparado para colocar em funcionamento a nova pasta e implementar, com o apoio da Prefeitura, as ações e programas que possam dar mais segurança e tranquilidade à cidade, diminuir a criminalidade, combater o tráfico e o consumo de drogas.

“Assumo a Secretaria com a mesma vontade que exerci meu mandato como vereador. Vou trabalhar e implantar os projetos necessários para que a sociedade pessoense sinta-se mais tranquila e mais segura”, avisou.

O presidente da Casa, Durval Ferreira, considerou muito importante a presença dos secretários Rodrigo Soares e Geraldo Amorim no Legislativo. Para ele, isso prova como é importante e essencial um relacionamento harmônico entre os poderes constituídos e seus membros. “Vamos atuar como parceiros e em perfeita harmonia com os poderes e a sociedade. A Câmara é um espaço democrático, aberto para que os gestores públicos e a população possam debater, cobrar e acompanhar o dia a dia do Parlamento e todo o nosso trabalho”, finalizou.

Candidatos a vagas nos Conselhos Tutelares participam de provas.



O Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA) aplicou na tarde de segunda-feira, (14) a prova de caráter eliminatório, dos candidatos que disputam vagas nos Conselhos Tutelares das Regiões Norte, Sul e Sudeste de João Pessoa. A prova foi realizada na Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba (Funatec). Todos os candidatos que obtiverem a nota igual ou superior a 6,00 estarão aptos a concorrerem às eleições marcadas para o dia 03 de março 2013.
O gabarito será divulgado no site da Funatec. A prova constou de 20 questões de conhecimentos na área da criança e do adolescente e um estudo de caso. Segundo informações de Rosilene Santana, do CMDCA, o resultado preliminar do concurso será divulgado no dia 25.
De acordo com o calendário do processo eletivo, no dia 06 de fevereiro será divulgado o resultado dos recursos, caso venham ocorrer, com a relação dos candidatos aptos a participarem do pleito no dia 03 de Março. Se algum candidato for recorrer do resultado da prova desta segunda-feira, terá que proceder nos dias 28 e 29 deste mês.  A campanha eleitoral propriamente dita será deflagrada no período de 08 de fevereiro e encerrada no dia 1º de Março/2013.

 POSTADO POR GENILDO ALVES.

14 de janeiro de 2013

Ricardo anuncia reajuste de 3% a 16,5% para funcionários estaduais.



O governador Ricardo Coutinho anunciou na tarde desta segunda-feira (14) o reajuste salarial dos servidores públicos do Estado em 2013, que varia de 5% a 16,5%, para mais de 87 mil funcionários – o que representa 82% da folha. Para 18% dos servidores, ou seja, 20 mil pessoas, foi anunciado um reajuste básico de 3%.  Algumas categorias terão aumento diferenciado, incluindo o magistério, as polícias Civil e Militar e trabalhadores da Saúde.
O reajuste provoca um impacto de 6,4% na folha anual e injetará R$ 188,5 milhões por ano na economia do Estado. Os 65 mil servidores que recebem remuneração de um salário mínimo, entre ativos, inativos e prestadores de serviço, terão um reajuste de 9% a partir de 1º de janeiro.
O governador afirmou que o reajuste beneficiará 107.520 servidores e se dá em um momento de grande expectativa sobre o desempenho econômico do país, com perspectiva de encolhimento da economia nacional, do impacto na arrecadação fiscal e da transferência dos fundos estaduais e municipais. Ricardo frisou que, mesmo com este cenário, o governo define que a política de reajuste será tratada com prioridade, tendo como observância o principio do Estado, que é gerar e gerir o bem comum para toda a população do Estado, que chega aos 3,8 milhões de habitantes.
O reajuste se dá em respeito à data base instituída pelo governador em 2012, dentro do compromisso de conceder um reajuste no início da cada ano. “Não existia reajuste anual para os servidores que acumularam perdas salariais ao longo dos últimos anos. Deixamos esse tempo para trás ao criar a data da base, e mesmo com um cenário de queda de arrecadação e encolhimento da economia nacional, conseguimos dar um reajuste possível do ponto de vista financeiro e fiscal, por respeito ao trabalho dos servidores públicos”, completou.
Algumas categorias terão índices de reajustes diferenciados:
Magistério (ativos e inativos) – Em média, 10%, através da recomposição da tabela, atendendo demanda da categoria. Valor superior ao novo piso do magistério. Serão beneficiados 16 mil professores.
Saúde – De 7% a 9 % no vencimento e remuneração de algumas categorias da saúde, a exemplo de enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas, biólogos, bioquímicos, veterinários e farmacêuticos.
De 12% a 16,5% no vencimento e remuneração para o administrativo de nível básico e médio.
Além do reajuste no vencimento, essas categorias recebem reajuste na gratificação de representação pela defasagem de seus salários em relação a outras categorias.
Polícia Militar – De 10,33% a 14% para Policia Militar e Bombeiros, no vencimento e remuneração. Serão beneficiados 13 mil policiais militares e bombeiros. Somando os dois anos do atual governo, o reajuste chegará a 32%.
Polícia Civil – De 11% a 14% para policiais civis, no vencimento e remuneração.
De 9,1% a 10,5 % para agentes penitenciários, no vencimento e remuneração.
Fisco – Reajuste de 5%, sendo 3% em janeiro e 2% em julho.


 POSTADO POR GENILDO ALVES/SECOM-PB

10 de janeiro de 2013

A era LULA ... e a falta de inclusão social na era FHC



Os mais céticos podem até querer argumentar que a era LULA não foi de grande magnitude para o Brasil ... mas não podem ir de encontro aos números ... vejam abaixo ...




Na era FHC a extrema pobreza iniciou om mais de 22 milhões de brasileiros e terminou em 2003 com mais de 26 milhões ... um incremento de mais de 18% ... enquanto a era LULA "herdou" esse contexto nefasto ...mas com as políticas de inclusão social e o crescimento econômico o quadro mudou radicalmente e saíram da extrema pobreza mais de 14 milhões de brasileiros ... um decrescemo de mais 90% deste contexto social nefasto ... enquanto na pobreza a era FHC iniciou com mais de 51 milhões e terminou com mais de 10 milhões entrando neste social nada salutar .. e a era LULA MODIFICA RADICALMENTE  fazendo a inclusão e inserindo o "passaporte" da saída da pobreza para a sociedade de consumo de mais 21 milhões ... vejam o quadro abaixo ...

Gráfico e Tabela ( Fonte IPEADATA )


Os mais ricos, ou seja os que tem a renda dos 1% mais ricos no Brasil na era FHC tinha 13,81% da renda total do país ...  enquanto os 20% mais pobres almejavam 2,31%  da mesma renda  em 1995 e no final da era FHC os patamares praticamente  ficaram  nos mesmos valores sendo os mais ricos com 13,09%  e os  mais pobres 2,53% ... e a era LULA  herdando isso reverte este quadro com um INCREMENTO DE RENDA DOS MAIS POBRES DE 22,13% ... enquanto os mais ricos decrescem em 8,09% sua renda  ... vejam os quadros abaixo ...

 Gráfico e tabela ( Fonte Ipeadata )


 Gráfico e Tabela ( Fonte IPEADATA )




POSTADO POR FOCOPB/liberdada.blogspot.

ÚLTIMAS NOVIDADES DA PREFEITURA DE JOÃO PESSOA


Luciano Cartaxo anuncia pagamento do 14º salário para a educação


O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, tranquiliza os profissionais da educação e anuncia o pagamento do 14º salário no próximo dia 21 (uma segunda-feira). Têm direito ao benefício todos que compõem a rede municipal de ensino e obtiveram êxito no Programa Nota 10, entre gestores, professores e servidores de escolas e Centros de Referência em Educação Infantil (Creis).
Segundo Luciano Cartaxo, a garantia do pagamento vai tranquilizar os profissionais da educação, que iniciarão os trabalhos de volta às aulas com a certeza de que a educação será uma das grandes prioridades do governo. “Estes profissionais serão sempre tratados com o respeito e a dignidade que merecem. Todos cuidam de um bem precioso para o nosso futuro, que é a educação”, disse. Ele informou ainda que foi feito um esforço para garantir praticamente duas folhas de pagamento este mês, relativas à bonificação do Programa Nota 10 e ao salário do mês de janeiro.
A remuneração será realizada pela Secretaria de Educação e Cultura (Sedec). “É um direito dos trabalhadores e uma premiação merecida, considerando os resultados qualitativos do ensino oferecido por nossas escolas e Creis”, disse o secretário de educação, Luiz Sousa Júnior. De acordo com ele, o 14º salário, que chega a R$ 6,7 milhões, vai beneficiar todas as escolas da rede municipal de ensino. “É um prêmio pelo desempenho profissional. Por isso, estamos fazendo um esforço para efetivar o pagamento. Esse era o nosso compromisso com a educação”, ressaltou.

POSTADO POR GENILDO ALVES.

Exclusivo: Walber Virgulino é um presente para o sistema Prisional da Paraíba.




       A secretaria de administração Penitenciária da Paraíba, ganhou no dia de hoje, 09 de janeiro, um verdadeiro presente do Governador Ricardo Coutinho, com a nomeação do delegado de policia civil Walber Virgulino um dos mais populares delegados de Polícia,  pois foi a mais prestigiada transmissão de cargo dos últimos anos. A posse se deu no Salão Memorial da Secretaria de administração penitenciária, onde muitas pessoas, autoridades e populares, representantes de instituições Religiosas, como também a pastoral Carcerária, conselheiros do CEDH e um grupo de capelães da Unipas "UNIÃO INTERNACIONAL DE PASTORES E CHAPELÕES , na pessoa do seu coordenador Estadual Pastor Keplir Aruda que na oportunidade, orou abençoando o Mais novo secretário de Estado da Administração penitenciária o Dr Walber Virgulino. 
 
       A pasta  mais antiga do Estado da Paraíba  que em sua história conta com o segundo Delegado de Policia Civil, pois o primeiro foi o ex- Deputado Pedro Medeiros que coincidência ou não quando sair desta pasta foi para assumir uma cadeira como Deputado Estadual e na Assembléia Legislativa da Paraíba  e ficou  como parlamentar por vinte anos, e também era um delegado bastante dinâmico e conhecido assim como Walber, linha dura  naquela época.

   O Dr. Walber começou a se destacar logo quando foi nomeado como Delegado do Grupo de OPERAÇÃO ESPECIAL DA POLICIA CIVIL(GOE) desde então a Paraíba começou a conhecer esse delegado dedicado de corpo, alma e espírito para a sociedade Paraíba. Hoje nós paraibanos podemos dizer que a secretaria de administração Penitenciária está em boas mãos, pois temos o secretário de Estado mais jovem do país com apenas 35(trinta e cinco anos) e um adjunto a altura como o Dr. João Bosco Carneiro Junior, ex-Deputado Estadual, ex-prefeito de Lagoa Grande e também Advogado. Nós paraibanos só temos a agradecer  ao Sr. Governador Ricardo Coutinho pelo presente que toda a Paraíba ganhou com essa nomeação.  

POSTADO POR GENILDO ALVES/EQUIPE.

1 de janeiro de 2013

UMA ÓTIMA BANDA, FIGURAS ILUSTRES E A BELEZA MARCARAM O GRANDE RÉVEILLON DE MANGABEIRA.

               
                 EM SEU PRIMEIRO ANO EVENTO AGRADA AOS PARTICIPANTES.




Foi realizado pela primeira vez no Emporium Grill o GRANDE RÉVEILLON DE MANGABEIRA e que movimentou toda a população dos bairros da zona sul de João Pessoa e que teve como atrações a participação do DJ Júlio Rafael, Banda Geramix, Banda forró da farra,entre outras atrações.
O evento que teve inicio as 23:00, foi realizado por Karol Produções e que contou ainda com a presença de  Aldenora Bezerra Souza (colaboradora), e além do público que ali compareceu para se divertirem contou com as presenças de Cristina Rolim, Socorro, Gabriela, do casal Alan e Érica e da exuberante beleza de Karine, uma das mais belas da noite.
Ao final do evento todos saíram felizes, tanto pela entrada de um novo ano como também pela organização e alegria do evento.
A equipe do FOCOPB, compareceu ao evento e saiu satisfeito com a recepção e a animação do evento.



Adicionar legenda





                                   Aldenora e Karol produtoras do grande réveillon de mangabeira.

                         Aldenora, Karol, Cristina Rolim, Socorro e Gabriela presentes no evento.

                 O casal Érica e Alan comemorando o novo ano em um grande evento da zona sul.


                                                                A animação e a alegria
                                                               foram marcantes no evento


                                                        A beleza exuberancia de Karine
                                                         que foi um dos destaques
                                                                do grande réveillon
                                                 de mangabeira no Emporium Grill.






POSTADO POR ; MARTINS.

Diretor de Presídio recebe Premio Nacional


O diretor do Presídio Regional de Sapé o Sr Silva Neto  foi homenageado pela Revista Zap como uma das cem autoridades Nacionais que fizeram a diferença no Ano de 2012 , com projetos humanitários.
 O diretor vem se destacando desde que assumiu a direção da referida unidade há um ano e seis meses, quando o Governador da Paraíba o Dr Ricardo Coutinho convidou-o para   esta missão que diga-se de passagem vem desempenhado muito bem, inclusive tendo sido convidada a visitar vários estados da Federação para apresentar o plano de gestão que tem dado certo naquele Estado, há exemplo de Minas Gerais e Salvador,Estados esses que receberam a visita do Diretor da Paraíba, único ex apenado do Brasil  que dirigi uma unidade penal e quer tornou-se um fenômeno Nacional no Sistema Penitenciário Brasileiro. 
A revista Zap e o projeto  Zap sempre faz homenagens todo final de ano a autoridades e pessoas comuns que se destacaram-se no decorrer do ano, desta vez resolvemos homenagear esse grande Homem que é o Dr. SILVA NETO  que tem dado um exemplo muito grande de Cidadania e respeito as pessoas que encontram-se  encarcerados e a toda sociedade Brasileira Parabéns SILVA NETO, cidadão PARAIBANO  que está entre as cem  pessoas  homenageadas do País , que é a essência dos Direitos Humanos no Brasil.
 VEJAM AS FOTOS:





POSTADO POR GENILDO ALVES/Ascom