23 de setembro de 2012

BANHO NA CASA DA PREFEITA
















Com toalhas de banho na cintura e no ombro, cerca de 40 pessoas realizaram um protesto na tarde deste sábado (22) em frente à casa da prefeita Dárcy Vera (PSD) em Ribeirão Preto (SP). Apelidado de “Banho na casa da prefeita”, o movimento foi organizado pela rede social Facebook para reclamar sobre o desabastecimento de água em alguns bairros da cidade.

Em Ribeirão, o fornecimento de água é realizado pelo Departamento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto (Daerp), autarquia subordinada à Prefeitura. Na calçada, os participantes gritaram frases como “Dárcy Vera, cadê você? Eu quero água pra (sic) beber” e “Sem água lá na rua: Dárcy a culpa é sua”. Alguns jovens também simularam um banho usando um balde cheio com água de uma torneira instalada do lado de fora da residência da prefeita, no bairro Ribeirânia.

Um dos organizadores da manifestação, o estudante Pedro Lorena Godoy, de 24 anos, contou que o grupo se reuniu na internet quando postava críticas no perfil da prefeita sobre a falta d’água. “Percebemos que o problema era comum e começamos a trocar mensagens, até que surgiu a ideia de ir para a rua e mostrar que estamos insatisfeitos”, afirmou.

Godoy considerou o movimento positivo, apesar da baixa adesão – apenas 3% das 1,3 mil pessoas confirmadas compareceram – e do fato de ninguém ter atendido os manifestantes, mesmo após tocarem o interfone insistentemente.

“Vamos chegar até ela de alguma forma. Ela pode não estar em casa, mas vai saber que estivemos aqui e que a população está insatisfeita”, disse o estudante. O grupo decidiu realizar um novo protesto na tarde da próxima quinta-feira (17), desta vez em frente ao Paço Municipal. Prefeitura

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Ribeirão Preto foi procurada pela reportagem para se pronunciar sobre as críticas dos manifestantes, mas não apresentou resposta até 17h deste sábado.




DER conclui renovação da rodovia que liga Sapé à Guarabira.






















O Governo do Estado estará concluindo em 20 dias o rejuvenescimento e sinalização da PB-073, trecho ligando Sapé a Guarabira, com 42 km de extensão, com investimento R$ 3.177.202,42. Mais da metade da obra já foi concluída.

O rejuvenescimento da PB-073, principal rodovia do Brejo Paraibano, faz parte do programa rodoviário Caminhos da Paraíba, posto em prática pelo Governo visando não somente pavimentar, mas também restaurar as rodovias que se encontram danificadas.

Nesta sexta-feira (21) ao inspecionar as obras da PB-073, o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba, Carlos Pereira de Carvalho e Silva, disse que o rejuvenescimento, um dos mais modernos processo de recuperação de rodovias, é feito em duas etapas: a primeira ocorre com o tapa-buracos de todo o trecho e a segunda com a aplicação de duas camadas de microconcreto asfáltico com adição de polímeros. Uma camada com 7 e outra com 8 milímetros.

Concluída esta etapa e após ser feita uma revisão no sistema de drenagem com limpeza de sarjetas e desobstrução de drenos, será procedida a sinalização de todo o trecho. Para o dirigente do DER, bem conservado, o pavimento rejuvenescido terá vida útil em torno de 10 anos.

Após o serviço de tapa-buraco, o rejuvenescimento é aplicado a uma velocidade média de 3 km por dia, nas duas faixas. A liberação para o tráfego de veículos acontece com até 40 minutos após a aplicação.

Além da PB-073, o governo estadual está fazendo rejuvenescimento da PB-032 - entroncamento da BR-101/Pedras de Fogo, com 22 km e investimento de R$ 1.664.248,89; na PB-071 – entroncamento da BR-101/Jacaraú, com 25 km e investimento de R$ 1.891.191,92; na PB-233 – Santa Luzia/Cárzea/Divisa da Paraíba com o Rio Grande do Norte.

Já foram concluídos os rejuvenescimentos das PB-250 – entroncamento da BR-412/Prata/Ouro Velho/Divisa da Paraíba com Pernambuco e da PB-008 (Av. Hilton Souto Maior/Muçumago).





Nenhum comentário:

Postar um comentário