8 de junho de 2012

NOVAS DO FOCO PB.

CHACINA EM MANGABEIRA: Cinco pessoas são assassinadas dentro de galpão.

Quatro mulheres e um homem foram executados na madrugada desta sexta-feira, 8, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. O que chamou a atenção da polícia foi que todas as mulheres estavam com pedras de crack e dinheiro nos seis, além disso uma delas estava com pedras na vagina.

A chacina aconteceu na rua Alfredo Ferreira da Rocha, por trás do Colégio Luiz Ramalho, num prédio abandonado onde funcionou a Sucam e que está abandonado sendo usado para o tráfico de droga.

Segundo consta de informações colhidas pela polícia, sete homens em duas motos e um automóvel chegaram no local e executaram as mulheres e o homem com vários tiros.

As vítimas foram identificadas como Maria de Jesus, Jaqueline Roerigues, Jacineide Ferreira e outra conhecida por “Gabi” que estava no quarto mês de gravidez. O homem era conhecido por “Lulinha”, gerênte da bôca de fumo.










Polícia realiza transferência de 210 apenados do Presídio PB1, em JP.

AO  receber a notícia sobre uma operação no Presídio PB1 para transferência de 210 apenados. Desse total, 90 serão destinados para a Penitenciária de Segurança Máxima de Mangabeira e para o Instituto Penal Sílvio Porto.

Segundo informações, para o Presídio Regional de Cajazeiras, no Sertão paraibano, serão transferidos 80 presos. E, finalmente, para o Presídio Regional de Patos vão 40 apenados. Para realizar esta operação, foram alugados quatro ônibus para o transporte entre João Pessoa, Patos e Cajazeiras.

De acordo com o tenente coronel Arnaldo Sobrinho, gerente do Sistema Penitenciário do Estado, a transferência de presos do PB1 está acontecendo para que o presídio volte à normalidade e possa receber visitas. A instituição enfrentou problemas recentemente, com a rebelião de presos iniciada no último dia 29/05.




Novo sistema de bilhetagem em ônibus da Capital causa problemas com identificação.

Novo sistema de bilhetagem em ônibus da Capital causa problemas com identificaçãoOs usuários de transporte coletivo de João Pessoa estão tendo dificuldade de utilizar o serviço porque o novo sistema eletrônico instalado na frota da Capital não está reconhecendo todos os cartões. O diretor executivo da Associação das Empresas de Transporte Coletivo de João Pessoa (AETC-JP), Mário Tourinho, confirmou o problema em alguns cartões, mas adiantou que já estão funcionando quatro postos de atendimento para solucionar os casos: na sede da AETC-JP, no Terminal de Integração, na rodoviária e no Parque Solón de Lucena. Os postos serão mantidos até amanhã.

Mário disse que não tem informações sobre a quantidade de cartões que apresentaram problema. Ao todo, há mais de 500 mil cartões de passe na Capital. O novo sistema começou a operar às 4h desta sexta-feira. As pessoas que não conseguem utilizar o cartão podem entrar pela porta da frente até o terminal de integração, onde há um posto de atendimento solucionando os problemas.

“Temos que reconhecer que existe alguns casos.  Isso é consequência do primeiro contato com nova tecnologia. Todos foram orientados para que, quando desse problema, entrasse ela porta dianteiro até chegar na integração e solucionar o problema. Lá haverá uma equipe para verificar o cartão e, às vezes, não é preciso nem trocar cartão. Às vezes o problema está apenas no tempo de identificação do cartão, que não foi esperado pelo usuário”, explicou Mário Tourinho.

O diretor executivo da AETC-JP explicou que, desde ontem, foi informado a todos os usuários do sistema de transporte público da cidade que, no primeiro contato com o novo sistema, o usuário precisa manter o cartão no validador por um período de dois a cinco segundos. Assim que há a nova configuração do cartão, o equipamento transfere a nova tecnologia. Ele esclareceu que no segundo trajeto que o usuário fizer com o cartão já cadastrado, a identificação será mais ágil do que com o antigo sistema.

“Mudamos o sistema tecnológico da bilhetagem, tendo em vista a modernidade. Quando estiver plenamente funcionando vai trazer mais agilidade porque vai economizar mais segundos de leitura. Tivemos o desafio de instalar o sistema em toda a frota de ontem para hoje, tirando um equipamento e instalando outro simultaneamente. O novo sistema permitirá até que, futuramente, possamos usar o sistema de identificação biométrica, que é feita pela impressão digital”, destacou.


Prazo para Luciano Agra regularizar situação no PSB termina nesta sexta.

Pré-candidato tem até às 18h para apresentar lista com as assinaturas dos apoiadores


O prazo para o prefeito Luciano Agra entregar a documentação exigida pelo regimento do PSB para puder concorrer com Estelizabel na convenção termina nesta sexta-feira (8). O socialista precisa apresentar até às 18h a lista contendo as assinaturas dos 5% de apoiadores inscritos para o Congresso da legenda.

Prazo foi estabelecido em reunião, na última quarta-feira (6), pela direção municipal do partido, que deu 48h para o pré-candidato regularizar situação. De acordo com o presidente municipal do PSB em João Pessoa, Ronaldo Barbosa, até o momento, Agra ainda não apresentou a lista exigida.

O vereador Bira, que pretende disputar à reeleição do cargo, também encontra-se em desacordo com exigência estabelecidas pelo regimento, segundo informou o dirigente. O parlamentar entregou lista apenas com os nomes dos correligionários que apoiam sua postulação, mas sem as devidas assinaturas.

Sobre o adiamento do Congresso, Ronaldo afirmou que não foi notificado pelo oficial do sobre decisão do juiz da 13ª Vara Cível de João Pessoa - que concedeu liminar ao prefeito Luciano Agra (PSB) suspendendo a Congresso, que está marcada para o próximo domingo (10).

O presidente também informou que esta mantida a reunião para hoje às 18h com executiva municipal para avaliar se o prefeito e o vereador cumpriram o que manda o regimento interno, e assim, poder homologar as pré-candidaturas.


POSTADO POR FOCO PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário