8 de junho de 2012

FOCO PB IRADO!

Sabonete para clareamento genital feminino gera polêmica na Índia.

Sabonete para clareamento genital feminino gera polêmica na Índia; Veja vídeo!Trata-se de um sabonete líquido cuja propaganda na televisão vem causando polêmica no país ao sugerir que as mulheres podem se tornar mais atraentes se clarearem seus genitais.

O anúncio começa com um casal sentado no sofá. O marido lê um jornal ignorando sua mulher, e no rosto dela vê-se claramente a sensação de rejeição.

Momentos depois, a mulher aparece tomando banho utilizando um sabonete líquido que cria uma espuma branca – mas não se trata de um cosmético qualquer.



Logo na cena seguinte a imagem da esposa rejeitada é substituída por um desenho do órgão genital feminino e uma representação gráfica de como o gel pode clarear a pele nesta área do corpo da mulher.

Pouco após a aplicação do creme, pétalas de rosa invadem a tela e assim como em qualquer cena romântica de filmes de Bollywood, o casal aparece muito sorridente, em meio a trocas de afagos e abraços.

O fato de a indústria cosmética do país ter lançado o produto lançou a questão à sociedade indiana: a febre pelo clareamento de pele chegou longe demais?

Polêmica

A propaganda do sabonete na televisão despertou críticas, choque e rejeição na mídia indiana.

Especialistas questionam os impactos psicológicos sobre as meninas e colocam em xeque até onde vai o tradicional desejo das mulheres do sudeste asiático de terem a pela mais clara.

O governo indiano reagiu com um pedido formal à agência de regulação publicitária para que retirasse o anúncio do ar.

Mesmo assim o setor continua em expansão e além do polêmico gel íntimo começa agora a focar também em produtos para os homens, como desodorantes que além de proteger do suor clareiam a pele.

O setor movimentou em 2010 cerca de US$ 432 milhões e cresce mais de 18% ao ano, segundo dados da auditoria ACNielsen.

Muitos dos anúncios em revistas e outdoors têm a clara intenção de forçar o público a clarear cada vez mais partes do corpo e com maior intensidade.

Tom de pele mais escuro torna a modelo Lakshmi Menon (esq.) mais procurada
em outros países; atriz Sonam Kapoor (dir.) é adorada pela publicidade indiana

"Você pensa duas vezes antes de usar certos tipos de roupa porque elas não combinam com os diferentes tons em sua pele?", questiona uma propaganda.

"Você percebe como a cor das suas mãos é diferente da cor do seu rosto?", pergunta outro anúncio.

Bollywood

Embora a obsessão pela negação do tom de pele natural dos indianos possa parecer estranha para o resto do mundo, outra indústria milionária do país alvo de fascínio popular só reforça tal ideia.

Basta prestar atenção aos cartazes dos filmes de Bollywood para perceber que as estrelas mais admiradas têm um tom de pele cada vez mais claro, contando até mesmo com a ajuda de programas de computador – e muitas das atrizes defendem o uso dos produtos para clareamento de pele.

Estas são as estrelas que, ao serem veneradas por muitos indianos, alimentam o crescimento desses preconceitos e da indústria de clareamento de pele.

Entre os atores que já promoveram produtos deste tipo estão nomes conhecidos em Bollywood como John Abraham, Shah Rukh Khan, Katrina Kaif, Deepika Padukone, Preity Zinta e Sonam Kapoor.




Paraíba tem crescimento de idosos e redução da população jovem.

Paraíba tem crescimento de idosos e redução da população jovemO Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme), divulgou, na tarde de quarta-feira (6), o 16º Caderno Temático da Paraíba – Planejamento e Implementação de Políticas Públicas e Sociais 2000-2010. O levantamento indica, principalmente, o crescimento da população paraibana acima de 60 anos – que, em 2000, correspondia a 10,17% do total de habitantes do Estado e, em 2010, já era 11,98% – e a redução da população jovem.

Em geral, a publicação contém dados estatísticos sobre a população paraibana, enfocando a faixa etária. De acordo com o superintendente do Ideme, Mauro Nunes, o objetivo é oferecer dados para que o Governo do Estado possa definir e implementar políticas públicas.

“O estudo foi realizado levando em consideração toda a população da Paraíba e tem fundamental importância para traçar políticas com o intuito de promover o bem estar dos paraibanos. Os resultados, inclusive, já foram repassados para todas as secretarias de Estado, para que possam ser trabalhados e basear futuras ações do Governo”, explicou.

Jovens em queda – Segundo o estudo, a população paraibana apresentou, no período de 2000 a 2010, como uma característica marcante, sucessivas reduções nas faixas etárias mais jovens – de 0 a 24 anos -, com maior incidência de crianças com idade de 0 a 9 anos: em 2000, essa parcela representava 20,15% da população total do Estado e, em 2010, ficou reduzida a 16,04%.

Nas faixas etárias formadas por pessoas com idade entre 10 a 24 anos, observou-se que, em 2000, esse segmento representava 32,01% da população total do Estado, enquanto em 2010 essa participação caiu para 27,83%. “Basicamente, a queda é justificada pela redução nas taxas de fecundidade e de natalidade na década. Antigamente, era comum encontrarmos famílias com grandes quantidades de filhos. Hoje, geralmente elas não passam de três crianças”, disse Mauro.

Envelhecimento – O estudo revelou ainda que o encolhimento na base da pirâmide populacional do Estado da Paraíba, ao longo das duas últimas décadas – de 1991 a 2010 -, em que configura a redução dos segmentos populacionais mais jovens – 0 a 9 anos –, é um fenômeno que vem contribuindo, de forma acentuada, para o intenso processo de envelhecimento da população paraibana. Em 2010, 11,98% da população paraibana era constituída por idosos, enquanto em 2000 a marca era de 10,17%.

De 2000 a 2010, a população adulta, em geral, apresentou variação positiva: a faixa etária de 40 a 44 anos cresceu 3,27%; de 45 a 49 anos, 3,53%; de 50 a 54, cresceu 2,48%; de 55 a 59, 2,66%; e de 60 acima a variação foi de 2,56%. “Esse crescimento da população adulta pode impactar em ações diversas, como previdência e assistência à saúde”, frisou Mauro.

Para o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Gustavo Nogueira, a leitura do estudo já abre reflexão para o aproveitamento dos idosos no setor econômico. “Os dados nos mostram que a população economicamente ativa cresce com um número maior de idosos. É preciso aproveitar essa população no auge de sua fase produtiva, de se preocupar com a absorção dessa mão de obra”, destacou.

No final do próximo mês de julho, o Ideme deve divulgar uma nova série do estudo, com foco no processo de envelhecimento da população paraibana. Já em setembro, deve ser apresentado um balanço populacional do Estado. O Ideme está integrado a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão. As pesquisas realizadas tomam como base dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Análise por gêneros - Uma análise por gênero revela que, tanto no ano 2000, assim como em 2010, o segmento masculino na faixa etária de 0 a 19 anos expressou percentuais maiores do que os verificados para o segmento feminino, na composição da população paraibana. No entanto, a partir dos 20 anos de idade, a participação é predominantemente feminina. “Isso se justifica, em grande parte, pela elevada taxa de mortalidade masculina, motivada por acidentes de trânsito e violência urbana, além de doenças crônicas e degenerativas”, acrescentou Mauro.

População urbana – O estudo ainda destacou o elevado percentual de idosos na composição da população urbana, visto que em 2000 representava 7,17%, passando para 8,85%, em 2010. Já a presença dos idosos no segmento rural, em 2000, era de 3,00% e, em 2010, 3,13%, caracterizando, de acordo com o estudo, um elevado crescimento da parcela de idosos residindo na zona urbana, apresentando, assim, uma taxa geométrica de crescimento anual da ordem de 3,04%.




CINEMA: Warner já está preparando filme da 'Liga da Justiça' com heróis da DC Comics.

CINEMA: Warner já está preparando filme da 'Liga da Justiça' com heróis da DC Comics
A Warner acordou, gente! Depois de ver o sucesso de “Os Vingadores”, com os super-heróis da Marvel, eles agora vão lançar um filme com os principais heróis da DC Comics.

Já imaginou Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde, The Flash e muitos outros super-heróis da DC Comics em um filme muito parecido? É justamente o que a Warner começou a fazer.

Como conta a revista Variety, o roteirista da “Liga da Justiça” já foi contratado e o estúdio está, agora, em busca de um diretor fodástico para transpor para o cinema o sucesso dos quadrinhos.

O filme deve começar a ser produzido em 2013 e deverá estrear ou no segundo semestre do ano que vem ou somente em 2014.

O elenco ainda não foi confirmado, mas será que Christian Bale voltará às telonas como Batman? E Ryan Reynolds irá viver novamente o Lanterna Verde? E será que Henry Cavill, que interpretará o Super-Homem no novo filme, aparecerá em “Liga da Justiça”?

São muitas perguntas, poucas confirmações e muita ansiedade. 01 certeza: se o filme for dirigido por Christopher Nolan, o mesmo da recente trilogia de “O Cavaleiro das Trevas”, “A Liga da Justiça” será imperdível!

Será que os super-heróis mais legais do mundo da ficção gostaram dessa notícia?




Orçamento Democrático Estadual encerra 1ª etapa com plenárias em Itabaiana e JP.

A primeira etapa do Programa do Orçamento Democrático Estadual (ODE) – as Audiências Regionais – será encerrada neste final de semana com plenárias nos municípios de Itabaiana e João Pessoa. Se completa um ciclo que percorreu 14 Regiões Geoadministrativas nas cidades polo João Pessoa, Campina Grande, Itabaiana, Guarabira, Mamanguape, Cuité, Monteiro, Patos, Pombal, Itaporanga, Catolé do Rocha, Cajazeiras, Sousa e Princesa Isabel.
Pacotes contendo restos humanos são enviados a escolas no Canadá.

Pacotes contendo restos humanos são enviados a escolas no CanadáPacotes contendo restos humanos foram enviados a duas escolas na cidade de Vancouver, no Canadá. Em diferentes pacotes foram encontrados um pé uma mão. Ainda não foi identificado de quem são os restos mortais e nem o remetente dos pacotes.
Vice-prefeito de Rio Tinto-PB, Reginaldo, rompe com situação e anuncia apoio a Braga.

Vice-prefeito de Rio Tinto-PB, Reginaldo, rompe com situação e anuncia apoio a BragaÀs vésperas das convenções partidárias, uma reviravolta na política de Rio Tinto marcou o feriado aparentemente tranquilo de Corpus Christi.

Isto porque, o vice-prefeito do município de Rio Tinto-PB, Dr. Reginaldo Pereira (PSC), integrante da situação política municipal e da base de sustentação da Prefeita Magna Fernandes, anunciou publicamente que apoiará a pré-Candidatura do médico e ex-Prefeito Braga (PSD).

Com o rompimento anunciado pelo Dr. Reginaldo o grupo de apoio liderado pela prefeita Magna Fernandes perde um vital aliado e grande líder político de Vale do Mamanguape, deixando em situação delicadíssima a candidata à sucessão apoiada pela prefeita, já que em menos de uma semana foram dois apoios importantes perdidos.

Já a pré-candidatura de Dr. Braga (PSD) vem ganhando mais espaço a cada dia, pesquisas indicam que o mesmo encontra-se disparado na opinião popular e dia-a-dia vem conquistando significativos apoios à sua Pré-Candidatura.

Na semana passada, o Vice-Governador Rômulo Gouveia, Presidente Estadual do PSD, partido do pré-Candidato Braga, prestigiou o lançamento da Pré-Candidatura que contou ainda com a participação do Secretário-Chefe da Casa Civil, Lindolfo Pires, representando o Governo do Estado, do Deputado Federal Ruy Carneiro, representando o PSDB e contou com o apoio de uma coalisão composta pelos partidos PDT, PTB, PTN, PSL, dentre outros.


Em 50 anos, cubanos salvam 4 milhões de pessoas no mundo.

Em 50 anos, cubanos salvam 4 milhões de pessoas no mundoPode-se apreciar o burburinho empoleirado numa árvore ou num banco de jardim. De onde terá vindo aquela jovem de hijab, ou aquele jovem negro? Alguns ostentam bandeiras nos bolsos das batas. Tanto podem vir da Argentina como de Angola. São estudantes internacionais da maior escola de medicina do mundo: Escuela Latino Americana de Medicina, ELAM

Para que tenhamos uma ideia do tamanho da escola, a Universidade de Toronto tem 850 estudantes de medicina e em Harvard 735. A Elam tem doze vezes mais do que essas duas universidades juntas. A ELAM tem 19.550 alunos e cada um deles tem uma bolsa de estudo integral.

Nabeel Yar Khan corre entre eles, o seu estômago ronca pois acabou de perder um pequeno almoço. Óculos reluzentes, cabelos curtos com gel e com muita determinação. A maioria dos moradores questiona-se sobre a tez da sua pele. É um dos 906 estudantes paquistaneses, a quem foram concedidas bolsas de estudo, desde o mortal terremoto de 2005. Yar Khan é de Scarborough – Malvern, no Canadá e foi denunciado pela folha de plátano vermelha na sua mochila. Desloca-se a correr para o Hospital Pediátrico Rosa, um lugar onde o primeiro e o terceiro Mundo colidem.. Aqui pode aprender a transplantar um rim, mas os pacientes trazem os seus próprios baldes e panelas para aquecer a água para o banho.

“Ele é um aluno muito bom”, Del Carmin confidencia . “É muito curioso e faz parte de um grupo de estudantes que se ajudam uns aos outros, o que é muito importante. . . .O Canadá terá um bom médico. ”

Yar Khan é o primeiro estudante canadense na ELAM e com as sua possibilidades, será o último. Não pertence a uma família canadiana rica, pelo contrário, mas comparando com os seus colegas está muito acima em termos de possibilidades económicas.

Como a maioria das coisas em Cuba , Fidel Castro recebeu crédito para iniciar a ELAM.

Em outubro de 1998, enviou uma equipa de médicos para os países da América Central que foram triturados pelo furacão Mitch. Em questão de dias, mais de 11.000 pessoas morreram em resultado de inundações e deslizamentos de terra. Ao chegar à maioria das áreas rurais, os médicos cubanos descobriram que muitas pessoas sofreriam de doenças crónicas a longo prazo. Em vez de ossos partidos, eles estavam tratar a cegueira dos rios e o crescimento atrofiado ou raquitismo. Em lugares como a Costa do Mosquito nas Honduras, os cubanos foram os primeiros médicos que os pacientes viram.

Fidel Castro veio com uma novidade, uma teoria nova: “ensinar o homem a pescar em vez de lhe dar o peixe”: Em vez de deixar os médicos cubanos em áreas de desastres indefinidamente, eles iriam ensinar os moradores a tornarem-se em médicos.

A academia naval nos arredores de Havana foi recuperada e, a uma velocidade talvez só possível sob o comunismo, os últimos alunos navais foram enviados para fora em Janeiro. No mês seguinte, os primeiros ônibus lotados de estudantes nicaraguenses começaram a surgir. Meio ano após o furacão, a ELAM tinha 1.932 estudantes de medicina que iniciaram as aulas num programa de seis anos. Raul Castro, irmão mais novo de Fidel e que o substituiu como presidente em 2008, abriu a escola.

“Fidel disse que esta era uma escola para formar os médicos para todo o mundo”, diz Eladio Valcarcel Garcia, um dos fundadores da escola, que ajudou a administrar a academia naval. A memória faz-me chorar. “Fidel disse-me que eu já não iria preparar jovens para a guerra, mas para curar o mundo.”

A escola rapidamente se expandiu para incluir alunos de mais de 110 países, de Moçambique e do Iêmen, ao Camboja e Timor Leste. Segundo a escola, mais de dois terços vêm de famílias pobres do campo. Muitos representam tribos ancestrais – a Kiche da Guatemala, ou Ibo da Nigéria.

A maioria nunca poderia pagar a faculdade de medicina – Aqui estudam de graça. Recebem uma cama num dormitório, três refeições básicas por dia, os livros didáticos e uma bolsa mensal de 100 pesos – o suficiente para um frasco de xampu e uma cerveja. (Isso é cerca de US$ 3,90, ou quatro dias de salário para um médico cubano.)

A única anomalia na lista dos países beneficiários até recentemente, eram os Estados Unidos – amargo inimigo de Cuba. 67 norte-americanos já se formaram na escola e 116 estão atualmente matriculados – todos de comunidades carentes que raramente produzem médicos – diz Garcia.

“Não é uma ideia política”, diz ele, acrescentando logo em seguida: “Eles bloqueiam-nos os medicamentos que podem salvar vidas de crianças” (Depois da nossa entrevista, a ELAM anunciou que a escola não iria aceitar mais nenhum aluno americano por causa da bloqueio.)

A escola deveria fechar ao fim de 10 anos, quando um número suficiente de novos médicos se tivessem formado para substituir os cubanos nas aldeias que ensinam os alunos em casa. Mas, como o alcance da ELAM foi expandido para incluir todo o mundo em desenvolvimento, a data final foi adiada indefinidamente.

“Nós criamos esta escola para proporcionar saúde para todos”, diz Garcia. “Estamos em 2012 e ainda não têm cuidados de saúde para todos. Então temos que continuar a trabalhar nisso.”

A família de Khan não é rica para os padrões canadenses. Mas, comparado com a maioria dos alunos da ELAM, Yar Khan é excepção. O seu melhor amigo, Carlos Roberto Perez, não viajou para casa, para El Salvador , durante dois anos, por causa do custo – nem mesmo quando a sua mãe morreu.

Com o açúcar, os charutos de Cuba, carros de 1950 e Fidel Castro, o Sistema de Saúde é o orgulho do País e característica que define Cuba. A dr. Margaret Chan, directora-geral da Organização Mundial de Saúde, recentemente elogiou o sistema médico cubano como um modelo para o mundo. “As pessoas neste país são muito afortunados”, disse ela.

Os cubanos têm mais médicos por pessoa, do que qualquer outro país no planeta. Os blocos residenciais ainda têm um consultório médico local – um consultório médico em que no andar de cima vive o médico de plantão. (Isso está a mudar porque muitos médicos foram enviados em missões para a Venezuela na última década.)

O tratamento médico é mais prático e usa menos a tecnologia de ponta, principalmente porque a ressonância magnética e os testes de laboratório são muito caros. Usam a medicina preventiva – as pessoas consultam o seu médico regularmente, antes que haja uma crise. Os resultados são astronómicos: Cuba foi o primeiro país do mundo a eliminar a poliomielite e o sarampo. De acordo com uma revista de epidemiologia de 2006, tem a menor taxa de AIDS nas Américas. Cuba tem menor taxa de mortalidade infantil do que o Canadá e os Estados Unidos. A média de vida é de 78 anos, apenas três anos inferior ao Canadá.

Nada disto foi por acidente. Desde o começo, Fidel Castro sonhou fazer de Cuba fazer uma superpotência médica internacional, de acordo com Julie Feinsilver, autora de Healing the Masses: Cuban Health Politics at Home and Abroad.

Quando o terremoto de 9,5 Richter atingiu o Chile, apenas um ano após a revolução cubana em 1959, Castro enviou uma equipa médica, apesar de metade dos 6.000 médicos cubanos terem fugido do país. Três anos mais tarde, a independência da Argélia levou a uma fuga de cérebros semelhante, Cuba forneceu-lhes 56 médicos para 14 meses.

“Acreditavam que Cuba tinha uma dívida para com a humanidade pela assistência que o País recebeu durante a revolução”, diz Feinsilver.

Médicos cubanos também foram enviados em missões de desenvolvimento para a América Latina e África: a partir de campanhas de vacinação em Angola e na Etiópia, a trabalhar na zona rural da África do Sul e estão de partida pessoal das escolas médicas, para uma meia dúzia de países como o Iêmen e o Gana, onde os médicos são escassos. (No Gana, os jornais locais informam que os cidadãos preferem ver um médico cubano do que um habitante local.)

Desde 2006, os médicos cubanos restauraram a visão de 2,2 milhões de latino-americanos por meio de cirurgias oculares simples.

Hoje, o pequeno país de Cuba, com uma população de 10 milhões, envia mais médicos para ajudar os países em desenvolvimento do que todo o G8 combinado, de acordo com Robert Huish, professor de desenvolvimento internacional na Dalhousie University, que estudou a ELAM durante oito anos.

Há 68,600 médicos cubanos e mais de 20% deles – ou seja, 15.407 – estão em missões em 66 países. Salvaram 4 milhões de vidas ao longo das últimas cinco décadas..

“Somos um exército de médicos em todo o mundo,” diz o Dr. Jorge Juan Bustillo Delgado, vice-director do país e médico de co-operação, em pé. à frente de um mapa gigante, em que quase todos os países de África e da América Latina, ostentam um pouco bandeira cubana. “Nós não lutamos com armas. Nós lutamos com o nosso conhecimento e as mãos para ajudar as pessoas. “Quando chamei os cubanos para missões médicas, a maioria disse a mesma frase num gesto de solidariedade: “Nós não temos muito. Mas o pouco que temos, compartilhamos. “Mas há um modelo de negócio também. Mais de dois terços dos médicos internacionais estão na Venezuela, que paga o governo de Cuba com petróleo barato.

As equipas médicas cubanas estão em países ricos também, como o Catar, onde são pagos US$ 1.000 por mês – mais de 30 vezes seu salário regular de US$ 35. Cerca de 40% do salário do Catar vai para o governo cubano, diz Delgado. “Todos os estudantes de medicina estudam aqui gratuitamente. É sua responsabilidade para a sociedade. ”

Os críticos do sistema chamam isso de escravidão moderna. Um deles é Julio Cesar Alfonso, do movimento Solidaridad Sin Fronteras (Solidariedade Sem Fronteiras), uma instituição de caridade com sede em Miami,que ajuda os médicos cubanos obter a sua diplomação em solo americano desde que o governo de George W. Bush criou um programa especial de vistos, para os médicos internacionais cubanos em 2006. Cerca de 800 médicos cubanos desertaram de missões internacionais, disse.

“Eles trabalham muitas horas e recebem salários baixos, enquanto que o governo cubano faz um bom dinheiro”, alega Alfonso. “Os médicos em Cuba não lhe dizem a verdade. Eles estão com medo de falar abertamente sobre isso”, tergiversa o “funcionário” do governo americano.

As estatísticas são difíceis de calcular em Cuba, mas Feinsilver estima que as exportações cubanas de medicina, superaram as receitas do turismo com cerca de US$ 2,3 bilhões no setor desde o início dos anos 2000.

Se o dinheiro é muito, os retornos políticos são ainda maiores. Médicos cubanos ganharam muitos de seus países aliados internacionais, essenciais na fria luta de Cuba com os Estados Unidos. Em abril, a maioria dos países da América Latina e Caribe na Cúpula das Américas, rejeitou a exigência americana de que Cuba não poderia participar do próximo fórum.

Os especialistas chamam a isso “diplomacia médica”. A ELAM encaixa-se perfeitamente. A maioria dos países que recebem os médicos cubanos, enviam estudantes para a escola. Em 2004, o presidente paraguaio, Nicanor Duarte Frutos disse que não iria apoiar outra resolução americana anti-Cuba por causa dos médicos cubanos no seu país e dos 600 estudantes paraguaios na ELAM.

“Muitos deles estão em brigadas auto-organizadas de saúde. Alguns foram para Nova Orleans para ajudar a comunidade nos cuidados com outros médicos. Outros foram trabalhar para Oakland, no Bronx, e um pós-graduado criou uma ONG para promover a maternidade segura no Gana. ”

No campus principal da ELAM, perto de Havana, Eladio Valcarcel Garcia, o administrador que ajudou a fundar a escola, diz em lágrimas que o terremoto de 2010 no Haiti, que matou 300.000 pessoas, foi um teste perfeito. O governo cubano mandou a ELAM reunir 356 formandos para se juntarem ao grande contingente de médicos cubanos com título de emergência, para ajudar. “Tivemos que parar de chamar. Todos eles disseram que sim. Vieram da Guatemala e do Mali e da Nigéria, Marrocos, etc . Ainda temos 102 alunos no Haiti ”

“Esta é a sobrevivência do mais apto. Eu já passei por tantos obstáculos para chegar até aqui “, disse Yar Khan com um sorriso. “Posso sobreviver com recursos mínimos em qualquer lugar.”

É improvável que outro canadense o siga até ao ELAM. O governo cubano não fez nenhum movimento, para abrir a porta a outros casos assim.

Os estudantes da ELAM não assinam contratos formais onde se comprometem a usar a sua graduação em medicina em comunidades pobres e rurais, são livres de escolha. A esperança é que a experiência escolar os vá inspirar a fazer isso. De acordo com a administração ELAM e estudiosos internacionais, cerca de 80% por cento ficam até ao fim.

“Muitos têm feito esforços para alcance humanitário, em vez de “hightail-lo” em radiologia, ou alguma especialização, onde a escala de pagamento é superior”, diz Huish Dalhousie. Fala especialmente sobre os graduados americanos que teriam incorrido em enormes dívidasse tivessem estudado medicina no seu País.

“Este programa mudou-me para uma pessoa melhor”, Diz o aluno Yar Khan.

Yar Khan aprendeu em primeira mão o lema cubano: “Não temos muito, mas o pouco que temos, nós compartilhamos.”



Câmara Federal aprova limite de 60 dias para início de tratamento de câncer pelo SUS.

Câmara Federal aprova limite de 60 dias para início de tratamento de câncer pelo SUSO Plenário aprovou a  proposta que estabelece o prazo máximo de 60 dias, contados do diagnóstico médico, para o paciente começar a receber o tratamento contra câncer no Sistema Único de Saúde (SUS).

O texto aprovado é o de uma emenda do relator pela Comissão de Seguridade Social e Família, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), ao Projeto de Lei 3887/97, do Senado. Devido a mudanças no projeto, a matéria retorna ao Senado.

O prazo para começo do tratamento poderá ser menor, conforme a necessidade terapêutica do caso. Esse prazo será considerado cumprido quando se iniciar efetivamente o primeiro tratamento (cirurgia, radioterapia ou quimioterapia).

Segundo Perondi, o objetivo da proposta é acelerar o início do tratamento. Ele ressaltou que, atualmente, uma paciente com câncer de mama pode levar até seis meses para começar a ser tratada. “Nesse período, o que era um nódulo já avançou para uma fase mais grave, e a chance de cura cai de 80% para 10%”, disse.

Perondi afirmou, no entanto, que a aprovação do projeto não garante bom atendimento no SUS. “Temos de lutar para que essa lei não fique no papel. Do jeito que está o financiamento da saúde, perdemos para os países africanos”, disse.

A emenda de Perondi foi elaborada com base em outra emenda, de autoria das deputadas Carmen Zanotto (PPS-SC) e Flávia Morais (PDT-GO).

Carmen Zanotto lembrou que o prazo de 60 dias foi um acordo possível com o governo para começar o procedimento necessário, mas afirmou que a intervenção poderá ocorrer em tempo menor, de acordo com o diagnóstico médico.

Para Flávia Morais, conforme o tipo de tratamento, nem a metade dos que procuram o SUS conseguem realizá-lo. “Auditoria do Tribunal de Contas da União [TCU] revelou que a média de espera pela radioterapia é de três meses”, afirmou.

Segundo ela, os dados também revelaram que, dos que deveriam ter sido atendidos com cirurgia, apenas 46% conseguiram passar pelo procedimento.

Revisão periódica

De acordo com o texto aprovado, a padronização de terapias do câncer, cirúrgicas e clínicas deverá ser revista e atualizada sempre que necessário para se adequar ao conhecimento científico e à disponibilidade de novos tratamentos comprovados.

Medicamentos contra dor

O principal ponto em torno do qual versava o projeto original do Senado permaneceu no texto, mas de maneira mais simplificada, prevendo que os pacientes com dor provocada pelo câncer terão prioridade na prescrição e no acesso gratuito a analgésicos opiáceos ou correlatos.

O texto do Senado especificava os medicamentos, registros para sua liberação ao paciente e penalidade para a venda irregular.

Unidades de tratamento

Outra novidade da emenda aprovada é a obrigatoriedade de os estados elaborarem planos regionais de instalação de serviços especializados em oncologia. O objetivo é contemplar áreas que não tenham acesso a esses serviços.

“A partir desse projeto de lei, teremos outro olhar para os municípios nos quais não há acesso aos tratamentos contra o câncer”, afirmou a deputada Carmen Zanotto.

O deputado João Ananias (PCdoB-CE) criticou, no entanto, a falta de definição dos meios para garantir a expansão das unidades de tratamento de câncer. “Quem vai prover isso nos municípios pobres?”, questionou.

Para o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG), a melhoria no tratamento do câncer depende de investimentos do governo. Para ele, os recursos atuais têm sido insuficientes.




Paraíba desperdiça R4 25 milhões com pagamentos indevidos a servidores públicos.

Paraíba desperdiça R4 25 milhões com pagamentos indevidos a servidores públicosO Ministério da Previdência apresentou um cadastro que vai reunir dados de todos os servidores públicos do País. O objetivo é eliminar fraudes e evitar pagamentos indevidos.

Inicialmente, o cadastro, que entrará em operação a partir de 1º de setembro, deverá economizar R$ 150 milhões em pagamentos indevidos.

A previsão da Previdência é que somente na Paraíba a economia seja de algo em torno de R$ 25 milhões.

O cadastro está em fase de testes. Os estados que estão usando o sistema são a Paraíba, o Amapá, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal. As cidades de Fortaleza, Maceió e Cabo de Santo Agostinho (PE) também já aderiram ao sistema.

De acordo com o Ministério da Previdência, o cadastro poderá rastrear se um servidor têm vários vínculos funcionais, se ele tem mais de um benefício previdenciário em regimes diferentes ou se ainda consta o pagamento de benefício a um servidor que já morreu.

O sistema poderá ainda verificar se, no momento da contratação, o servidor já tem algum vínculo contratual no serviço público.

Segundo o secretário de Políticas de Previdência do Ministério da Previdência, Leonardo Rolim, na fase de testes, o sistema pôde detectar pagamentos de benefícios para pessoas que estavam mortas.

“Fizemos um censo no Distrito Federal que deu uma economia de R$ 27 milhões por ano. Na Paraíba, ainda não temos o dado definitivo, mas a estimativa preliminar é R$ 25 milhões de economia por ano. A União não fez o censo, mas faz o cruzamento de óbitos, e a estimativa é uma economia de R$ 150 milhões por ano com esses cruzamentos”, disse.

Rolim acrescentou que os ministérios da Previdência e do Planejamento estão fazendo contato com os estados e as maiores capitais e municípios para que possam aderir ao cadastro.

A meta é que, até 31 de dezembro, todos os estados, as capitais e os 50 maiores municípios tenham aderido ao cadastro único.



Universidades da Paraíba não vão aumentar vagas de Medicina.

Universidades da Paraíba não vão aumentar vagas de MedicinaO anúncio na última terça-feira do plano para a criação de 2.415 novas vagas para o curso de Medicina nas Instituições de Ensino Superior, por parte do Ministério da Educação (MEC), não foi bem recebido pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Segundo as duas instituições, que juntas têm 240 alunos, 120 em cada, no momento não há a possibilidade do número das vagas do referido curso sofrer qualquer acréscimo para os próximos vestibulares, além delas também terem criticado a postura do Ministério da Educação, que segundo elas pode colocar em risco a qualidade do ensino ao implantar tal medida.

Como explicou Marco Antônio Vivo, diretor do Centro de Ciências Médicas (CCM) da Universidade Federal da Paraíba, a instituição concluiu este ano o plano de ampliação do curso, iniciado em 2007. Segundo ele, as turmas de Medicina já estão com a estrutura e corpo docente prontos para receber 120 alunos por ano.

“Não existe essa possibilidade de aumentar nosso número de vagas porque o planejamento foi feito para receber 60 alunos por semestre. Se houver um aumento teremos um problema grande, já que também não temos professores suficientes para atender mais alunos”, explicou Marco Antônio Vivo.

Para o pró-reitor de Graduação da Universidade Federal de Campina Grande, Vicemário Simões, pelo menos para o Vestibular 2013 não há condições de aumentar o número de alunos que ingressarão no curso ano que vem. Segundo ele, as 90 vagas disponíveis em Campina Grande serão mantidas, assim como as 30 locadas em Cajazeiras.

“Nós não temos como aumentar o número de vagas. Não é simples chegar e dizer que vai aumentar as vagas para receber mais alunos. Existem outros aspectos que precisamos levar em consideração, como qualificação dos professores, número desses docentes, entre outros”, disse o professor Vicemário Smões.

Respondendo a justificativa do governo federal de que há um déficit de profissionais médicos no mercado, ambos os representantes das universidades federais justificaram que o principal problema enfrentado pela classe é a má distribuição dos especialistas, e não a ausência deles.

“Na Paraíba existem médicos suficientes para atender todo o Estado. Nós temos o número de médicos sugeridos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e não será apenas tentando aumentar o número de estudantes que os problemas serão resolvidos. O que precisa ser feito é qualificação médica”, sugeriu o diretor do CCM da UFPB, Marco Antônio Vivo.




Proposta milionária: Playboy oferece R$ 3 mi para atriz Carolina Ferraz posar nua.

Proposta milionária: Playboy oferece R$ 3 mi para atriz Carolina Ferraz posar nua
Manoel Jr confirma interesse de Wellington Roberto em coligação com Maranhão.

Manoel Jr confirma interesse de Wellington Roberto em coligação com MaranhãoO deputado federal Manoel Júnior (PDMB) comentou que o acordo de alianças que o partido vem fazendo na Capital, vai dar ‘certo conforto’ para o ex-governador e pré-candidato a prefeito de João Pessoa, José Maranhão, no tocante a tempo de televisão e também na base estrutural da aliança.

Manoel Júnior explicou que vem conversando com o deputado Wellington Roberto (PR) e garantiu que existe a intenção de fechar a candidatura com Maranhão. Ele comentou que o partido é um dos cinco grandes em tempo de TV que na ordem são PT, PMDB, PSDB, PP e em quinto empatados o PR e o DEM. “Se o PMDB conseguir fechar com o PR é uma caminhada boa”, diz.

O peemedebista afirmou que nos últimos dias ocorreram algumas interlocuções de Maranhão com o pessoal da nacional, mas garantiu que só vão ser anunciados os nomes que vão compor a coligação ‘no momento oportuno’. “Tem mais dois ou três partidos fazendo questão de coligar com o PMDB”, diz.


Vereador critica e repudia influência política em Rádio Comunitária de Mari-PB.

OUÇA: Vereador critica e repudia influência política em Rádio Comunitária de Mari-PBO Vereador Edivaldo Martins (foto), reafirmou nos microfones da Rádio Comunitária Araçá FM, em Mari-PB, a influência política e parcialidade que tem dominado a emissora comunitária, em especial, seus programas jornalísticos, no sentido de favorecer determinado grupo ou figura política da cidade.

Tendo em vista afirmações e insinuações feitas a seu respeito na manhã anterior, pelos comunicadores do programa jornalístico "liberdade de expressão", o Vereador esteve na emissora solicitando o espaço para dar esclarecimentos, já que de acordo com o mesmo, em tentativa de participar por telefone, a ligação tenha sido "derrubada". As informações são de que companheiros do Vereador, que também é líder do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), precisaram 'ameaçar' invadir o estúdio para conseguir o direito de vez e voz ao vereador. Liberado para usar dez minutos do programa jornalístico para manifestar seu posicionamento, Edivaldo referiu-se com repúdio a postura dos apresentadores, que de acordo com o mesmo, tanto o desafiaram no dia anterior a ir ao programa e na hora que o Vereador chegou "correram do estúdio para evitar o debate de frente".

Edivaldo Martins justificou votar contra um requerimento de "voto de aplauso" direcionado a programas jornalísticos da emissora comunitária: "A gente já vem se acostumando com esse tipo de posicionamento que a emissora vem tomando com as pessoas que fazem parte da oposição a administração. E é por essa razão que na última sessão da Câmara, eu na condição de vereador, votei contra o voto de aplauso a rádio Araçá FM; não contra a programação da rádio Araçá FM, mas contra os seus programas editoriais, que é o 'liberdade de expressão' e o do sábado. Então, eu não concordo com o posicionamento porque é uma rádio extremamente tendenciosa, voltada para atender aos interesses da administração. Tanto é que hoje quando eu cheguei, vieram me questionar porque eu cheguei com alguns amigos do assentamento e correligionários aqui da cidade de Mari; e o prefeito quando vem, traz toda sua comitiva, solta fogos, enche o estúdio de gente e ninguém reclama. E hoje, eu só pude entrar no estúdio sozinho! Então, cabe a sociedade entender se essa rádio é tendenciosa ou não é! Se o editorial desse programa é voltado pra administração ou não é! Então, por essas razões, eu não concordo e não dou voto de aplauso a emissora! O Marcos Sales aqui ontem, falou a respeito da sessão da câmara, mas "esqueceu" de reproduzir o áudio da sessão quando eu falei do aumento dos vereadores, que foi dado um aumento pra quatro mil reais, um aumento do prefeito pra doze mil reais, da presidente da câmara pra oito mil, cento e sessenta, dos vereadores da mesa-diretora pra cinco mil duzentos e oitenta! Esqueceu de falar assuntos relevantes e se prendeu única e exclusivamente porque eu votei contra um voto de aplauso à emissora! Quer dizer, quem se posiciona contra o programa editorial dessa emissora que deveria ser comunitária e cumprir o seu papel de rádio comunitária, eles se utilizam do programa pra 'descer o pau' e falar mal dessa pessoa. E é isso que essa emissora tem feito!" - afirmou o Vereador Edivaldo que, prosseguiu tecendo mais críticas ao posicionamento parcial dos apresentadores da emissora, inclusive rechaçando algumas afirmações que teriam sido feitas nos programas a seu respeito e do grupo de oposição no município.

Já finalizando a sua fala, o Vereador desafiou os comunicadores que em ocasião anterior, o desafiaram em sua ausência: "Nada melhor do que a sociedade pra julgar! Agora, eu fico surpreso, porque mais uma vez demonstram a sua tendência, haja vista que não tem nenhum companheiro pra debater aqui comigo. Eu queria que viessem aqui debater comigo, porque ontem, tava só dizendo ironia: cadê você vereador? vem esclarecer vereador?'... Aí o vereador vem aqui esclarecer e os cabras correm tudinho de dentro do estúdio! Cadê, Marcos Sales? Venha pra cá pro estúdio debater comigo! Cadê, Tiago Silva? Venha pra cá debater comigo! Eu tô aqui! Eu não quero agressão não! Eu quero debater, porque eu aprendi na minha vida pública que política se faz debatendo ideias, e ideias se debatem aqui, um de frente pro outro; discorda-se de opinião, você tem a sua opinião e eu tenho a minha e cabe a sociedade julgar quem tá errado! Agora, eu jamais fujo viu! Eu jamais vou fugir! Toda vez que vocês acharem que vão falar mal de mim e eu não vou vir aqui, eu vou vir! E, toda vez que vocês por ventura queiram me entrevistar, podem mandar me chamar! Eu tô a disposição da sociedade pra prestar esclarecimento a respeito do meu trabalho, seja como agente social, liderança militante do movimento sem terra, que assim o faço, ou seja a respeito do meu mandato na condição de vereador, que ainda sou até trinta e um de dezembro deste ano!... Deixo a reflexão: Porque será que os apresentadores que são tão contundentes em suas críticas, fugiram e correram do estúdio quando o vereador Edivaldo chegou?"



Após a fala do vereador, numa clara demonstração de falta de argumentos, os apresentadores voltaram ao estúdio e prosseguiram com o programa sem tecer comentários sobre as falas do Vereador, porém, usando de ironias e indiretas até o final do programa.

O Vereador também usou a tribuna da Câmara para repudiar e denunciar que programas da emissora estariam sendo financiados pela Prefeitura.

Presidente de montadora de carros confirma instalação de fábrica na Paraíba; 80 mil empregos serão gerados.

Presidente de montadora de carros confirma instalação de fábrica na Paraíba; 80 mil empregos serão geradosA fábrica de automóveis CAOA deverá gerar cerca de R$ 7 bilhões e 80 mil empregos diretos e indiretos na Paraíba. Foi o que revelou o presidente do grupo, Carlos Alberto de Oliveira Andrade.

Segundo o empresário paraibano, esse investimento vai mudar a economia do Estado e o deixará ‘mais rico e mais forte por causa da cadeia produtiva violenta que ele provoca’.

“Resolvi levar para a Paraíba porque é minha terra natal e carente de investimentos. Mas esse investimento vai mudar completamente a economia da Paraíba. O Estado ficará mais rico e mais forte, com uma cadeia produtiva violenta”, declarou.

O presidente da CAOA ainda falou sobre os empregos que serão gerados a partir da instalação da montadora e dos investimentos que serão feitos.

“Vão ser gerados cerca de 80 mil empregos diretos e indiretos. É uma revolução para o Estado. Os investimentos podem ultrapassar os R$ 7 bilhões”, informou.

Carlos Alberto ainda especificou o início do projeto e disse que a localização da montadora ainda não foi definida.

“Vamos iniciar com seis produtos, inclusive um produto nacional. Ainda terão 30 ou 40 fábricas fornecedoras de peças. Devo ir à Paraíba ou no dia 25 de junho ou no início de agosto para conseguir encontrar logo a localização e iniciar os trabalhos”, disse.

Carlos Antônio de Oliveira Andrade (foto no topo da matéria) é natural do município de Campina Grande, médico e presidente do Grupo CAOA – maior revendedor de veículos Ford da América Latina e importador exclusivo da Hyundai e Subaru no Brasil.

Reação na Paraíba

O governador Ricardo Coutinho também participou da entrevista e pode conversar com o empresário campinense. Ricardo ressaltou a importância do senador Cássio Cunha Lima no projeto e destacou que o Governo está ‘de portas abertas’ para a instalação da fábrica.

“Estou aqui a disposição para receber os sócios para tratar da localização. As conversas iniciaram em 2008 ainda no governo Cássio. Assim que assumi, fiz questão de me reunir com Carlos Alberto para dizer que a Paraíba está de portas abertas para a instalação da fábrica”, afirmou.

Próximo ao Porto de Cabedelo

Na rede social twitter, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) lembrou que ela precisa estar a 100 quilômetros do Porto de Cabedelo e comemorou: ‘Luta de muitos anos’.

Funasa liberou em maio mais de R$ 11 milhões para 22 municípios da PB; Veja quais!

Funasa liberou em maio mais de R$ 11 milhões para 22 municípios da PB; Veja quais!Ana Cláudia Vital do Rêgo, Superintendente Estadual

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa), por meio da Superintendência Estadual na Paraíba (Suest/PB), liberou, no mês de maio, um total de R$ 11.367.631,03 distribuídos por 22 municípios paraibanos. A importância é proveniente do pagamento de parcelas do PAC e de Convênios (CV) entre a Funasa e as prefeituras municipais.

A verba será direcionada para obras do Programa Água na Escola (PAE), Melhoria Habitacional para Controle da Doença de Chagas (MHCDC), Melhoria Sanitária Domiciliar (MSD), Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), Sistema de Abastecimento de Água (SAA) e Sistema de Esgotamento Sanitário (SES). Essas ações irão beneficiar uma população superior a 65 mil pessoas, totalizando mais de 16 mil famílias.

Foram beneficiadas as seguintes municipalidades: Alagoa Nova, Alhandra, Aroeiras, Bonito de Santa Fé, Cacheira dos Índios, Damião, Gado Bravo, Livramento, Mato Grosso, Nova Floresta, Olho D´Água, Patos, Poço José de Moura, Pombal, Prata, Princesa Isabel, Quixaba, Santa Cruz, Santa Luzia, São Bento, São Mamede e Serra Branca.

Dentre os citados acima, destacam-se os municípios de Patos, que recebeu a maior verba — aproximadamente R$ 4,8 milhões —, referente ao pagamento da 1ª parcela para execução de obras de MHCDC, seguido de Santa Luzia, com R$ 1,2 milhão da 1ª parcela destinado a SES, e Alagoa Nova, que foi beneficiada com R$ 1,04 milhão, também referente à primeira parcela para obras de SES.

A superintendente estadual da Funasa na Paraíba, Ana Cláudia Nóbrega Vital do Rêgo, destacou o empenho da equipe e a importância das liberações para agilizar as obras que terão grande relevância na saúde pública de todos os paraibanos.



Prefeitura de Parari-PB define atrações: Veja programação do melhor São Pedro do Cariri.

Prefeitura de Parari-PB define atrações: Veja programação do melhor São Pedro do Cariri
Mesmo com limites impostos pelo Tribunal de Contas do Estado e mesmo priorizando ações que favoreçam o homem do campo atingido pela seca, a prefeita Solange Aires Caluête decidiu não cancelar o tradicional São Pedro realizadoem Parari-PB. Segundo ela, apesar da contenção de gastos na festa, seria prejudicial à economia do município e a própria população que já é penalizada pela seca a não realização do evento.

Com ajustes nos gastos e nas atrações que seriam contratadas, a Prefeitura fechou toda a programação dos festejos juninos no município e priorizou o autêntico forró, com espaço garantido aos grupos musicais locais.

A principal atração da festa será a apresentação da banda Brasas do Forró, que contará ainda com o Forró do Vale, Forró do Paredão, Gaviões da Serra, Poeta Jonas e Dorinha do Forró.

A banda Brasas do Forró surgiu do ano de 1989 , e hoje já possui 20 cd´s gravados , 2 DVD´s oficiais, milhares de cópias vendidas e milhares de show´s já realizados em todo o País. O grupo no dia 02 de Julho de 2011 gravou o seu 3º DVD, na cidade de Campina Grande, em um mega show do 26ª vaquejada de Paraibano.

No dia 27 de junho se apresentarão na praça de eventos O Gonzagão as atrações Forró do Paredão, Poeta Jonas e Dorinha do Forró. Já no dia 28, véspera do São Pedro, será a vez do show de Brasas do Forró, Forró do Vale e Gaviões da Serra. Neste mesmo dia a Companhia de Dança Filhos de Parari farão apresentação de novo espetáculo.

Confira abaixo a programação completa do São Pedro Parari:

20/06 (manhã)
Arraia da Educação a partir das 8hs, com a Creche Firmina Moreno e Escola Municipal Luiz Correia
Tarde do Arraiá da Secretaria de Assistência Social a partir das 14 horas, participação do PETI e PROJOVEM

22/06
Arraiá da Rua Zé Felix Sobrinho, a partir das 20hs

26/06
Arraiá dos estudantes a partir das 15hs
Apresentação da Quadrilha Parariano na Fogueira, comidas típicas, mostra de cultura popular com Ednaldo Rangel e estudantes. Muito forró Pé de Serra
Organização da Escola Estadual Joaquim Alves Caluête.

27/06
Apresentação do Grupo Reviver e do Arraia Zé Felix no Gonzagão, a partir das 20hs, no show com poeta Jonas, Dorinha do Forró e o estouro do momento Forró do Paredão.

28/06
Apresentação da CIA de Dança Filhos de Parari, a partir das 20hs, e shows com Brasas do Forró, Forró do Vale e Gaviões da Serra.



PSL e PR de Bananeiras-PB divulgam nota sobre alianças para o pleito de outubro.

PSL e PR de Bananeiras-PB divulgam nota sobre alianças para o pleito de outubroEm nota o Presidente do PSL Pedro Coutinho Cirne Filho, juntamente com o Presidente do PR Edgard Santa Cruz, atual Presidente da Câmara de Vereadores de Bananeiras, esclareceram um pouco mais detalhado a aliança existente entre os mesmos. “Desde o inicio unimos não sonhos, mais os desejos e propostas de um novo tempo para Bananeiras” às ideias se abrem para uma realidade mais concreta, onde o povo bananeirense tornou-se ponto primordial de discursões e novos projetos entre os mesmos.

O presidente do PSL vem travando ao longo dos últimos meses uma luta para garantir a população bananeirense o direito de mudança, o sair do poder de posse para o poder do povo. Isso desde conversas existentes entre os representantes do povo, onde o presidente da câmara e aliados da atual administração juntamente com o Pedro Cirne, se encontraram para conversas e troca de ideias entre eles. Todos foram como de acordo a uma mudança, porém apenas o Edgard demonstrou interesse de juntamente com Pedro Cirne oferecer aos bananeirenses um novo olhar, esse mais humano e totalmente voltado para as reais necessidades do povo.

Certos que esse é o caminho a possível aliança que caminha para uma concretização mais eficaz, esta voltada em sua totalidade para a busca de melhoramento na qualidade de vida dos bananeirenses segundo eles ”A cidade cresce, não de forma organizada como deveria, visto que a falta de saneamento básico em diversas áreas da cidade, servidores municipais lamentando seus salários, o desemprego, a falta de incentivo do esporte, o território rural antes ocupado por ações agrícola sendo substituída por construções desordenadas…” esses e outros problemas rondam nosso município e não se pode escurecer por trás do glamour turístico que atualmente aceira a cidade. Precisamos rever a situação do município de forma que, todas as áreas sejam vistas e trabalhadas de maneira construtiva e democrática, onde o povo seja de fato os maiores beneficiados desse crescimento.

Os mesmos encerraram a nota agradecendo a força e o apoio dos familiares que desde o inicio compreenderam que ambos procuravam o melhor para os bananeirenses e aos amigos que direto e indiretamente demostram a todo instante companheirismo e credibilidade nas decisões tomadas.


Confira atrações: 'São João Pedro' do Conde-PB terá Tom Oliveira, Louro Santos e muito mais.

Confira atrações: 'São João Pedro' do Conde-PB terá Tom Oliveira, Louro Santos e muito maisA cidade de Conde-PB foi a primeira do litoral sul paraibano a divulgar a programação do São João e São Pedro. O São João – Pedro condense deve ser um dos mais animados do litoral do estado e vem com grandes atrações. A prefeitura Municipal divulgou toda programação em três locais diferentes.

Confira a Programação Completa:

Programação do São João na Praça de Conde
Dia: 22/06/2012 (Sexta-Feira)
21:00h - Forró Caçuá
23:30h - Forró da Xêta
02:00h - Louro e Victor Santos
Dia: 23/06/2012 (Sábado)
21:30h - Forró das Mina
00:30h - Forró Bakana
Dia: 24/06/2012 (Domingo)
21:00h - Leny Santos
23:30h - João e Gregório
02:00h - Tom Oliveira

Programação do São João na Pousada de Conde
Dia : 15/06/2012 (Sexta-Feira)
21:30h- Forró da Massa
00:30h- Léo Barreto
Dia: 16/06/2012 (Sábado)
21:30h- Forró Caçuá
00:30h- Cicinho Lima
Dia: 17/06/2012 (Domingo)
21:00h- Ripa na Chulipa

Programação do São Pedro na Colônia dos Pescadores de Jacumã
Dia: 28/06/2012 (Quinta-Feira)
21:00h- Forrofiando
00:30- Swing Nordestino
Dia: 29/06/2012 (Sexta-Feira)
21:00h- Xamego Bom
00:30h- Ripa na Chulipa




Festa do 'Bode Rei' inicia hoje em Cabaceiras-PB; Veja Programação!

Festa do 'Bode Rei' inicia hoje em Cabaceiras-PB; Veja Programação!
A tradicional Festa do Bode Rei em Cabaceiras, Cariri Paraibano, chega à sua 14ª edição, se consolidando como um dos eventos mais importantes do País para a cadeia produtiva da caprinovinocultura e como um dos maiores expoentes do desenvolvimento sustentável através da interiorização do turismo de eventos.

Uma das mudanças é que a festa sempre era realizada no primeiro Final de Semana de Junho, coincidentemente com a abertura do maior São João do Mundo em Campina Grande, e este ano será no segundo final de Semana de Junho, nos dias 08, 09 e 10.

A Cidade já está toda ornamentada para receber os milhares de turistas que vem visitar a Festa do Bode Rei. Segundo informações do Departamento de Turismo as pousadas já estão praticamente lotadas, mas quem quiser ainda pode alugar uma das casas que foram cadastradas como pousada alternativa, através dos telefones: (83) 3356-1042 e 3356-1117.

Festa do Bode Rei
Programação

07/06/12 – QUINTA-FEIRA

Parque do Bode

8h – Recepção de animais
9h – Recepção das cabras inscritas no concurso da Cabra Leiteira
17h – Último prazo para recepção de Cabras que concorrerão ao concurso Leiteiro

08/06/12 – SEXTA-FEIRA

Parque do Bode

6h – 1ª Ordenha do Concurso de Cabra Leiteira Municipal
9h – Abertura da Expofeira de Caprinos e Ovinos (Evento Permanente)
16h – Concurso e Coroação do Bode Rei
17h – Desfile da Comitiva Real/Ruas da cidade
18h – 2ª Ordenha do Concurso Cabra Leiteira Municipal
19h- Inauguração da duplicação da ponte de acesso à cidade
20h- Arraial Popular
Coroné Grilo – Forró da Elite – Gente Boa de Monteiro

Praça do Bode

10h – Abertura da Expofeira de Artesanato e Exposição “Bode Rei”-
Arraial Popular
11h – Abertura do Espaço da Gastronomia Bodística (Evento Permanente)
12h – Apresentação da Quadrilha Arrocha Guri de Cabaceiras
12h30min – Encenação do Bumba meu Bode de Cabaceiras
13h às 19h – Arrasta-pé com bandas e trios de forró
19h – Concurso da Garota Bode Rei
20h – Apresentação de Quadrilha da Melhor Idade – Cabaceiras
A partir das 21h – Arrasta-pé com bandas e trios de forró

09/06/12 – SÁBADO

Eventos Permanentes

9h às 17h – Expofeira de Caprinos e Ovinos e Expofeira de Artesanato (Eventos Permanentes)

Parque do Bode

6h – Última Ordenha do Concurso de Cabra Leiteira Municipal
15h – Fórmula Bode Mirim
16h – Fórmula Bode Adulta
16:30h –Premiação do Concurso Cabra Leiteira Municipal
17h – Desfile da Comitiva Real: Bode Rei e a Cabra Rainha pelas ruas da cidade

Arraial Popular

10h – Apresentação da Quadrilha Xote Cariri de Poço de Pedras
11h – Entrega das Comendas Bode Rei
12h – Apresentação da Companhia de Dança de Barra de São Miguel
12h30min às 18h – Arrasta-pé com bandas e trios de forró
18h – Chegada da Cavalgada Manoel Amaro e Apresentação da Ave Maria Sertaneja
18h 30min – Show de Violeiros
19h30min às 22h – Arrasta-pé com bandas e trios de forró

Bode Rei Hall

23h – shows com as bandas:

SHYLTON & FORRÓ SAFADO
FORRÓ COLLO DE MENINA
FORRÓ MULHER CHORONA
FORRÓ DA ELITE
BIRITEIROS DO FORRÓ

10/06/12 – DOMINGO

Eventos Permanentes

9h às 17h – Expofeira de Caprinos e Ovinos e Expofeira de Artesanato
Parque do Bode
9h30min – Gincana do Bode
12h – Concurso da Melhor Buchada
14h 30min – Quadrangular de Futbode
15h – Pega Bode
17h – Desfile da Comitiva Real/Ruas da cidade
17:30h – Enceramento da Expofeira de Animais

Arraial Popular

10h – Apresentação do Grupo de Dança Os Cariris de Parari
11h às 18h – Forrozão Chapeú de Palha – J. Gomes
19h – Arrastão do Bode Rei com Jairo Madruga



Avião solar completa primeiro voo intercontinental.

Avião solar completa primeiro voo intercontinental; AssistaO piloto suíço Bertrand Piccard acaba de completar o primeiro voo intercontinental da história num avião solar, sem usar uma gota de combustível. Na última escala, o avião que pilotou, o Solar Impulse, descolou de Madrid, para ao fim de 19 horas de voo aterrar esta terça-feira em Rabat, Marrocos. Eram 23h25 locais (a mesma hora em Lisboa).

Bertrand Piccard, de 54 anos, médico de formação, faz parte de uma família com uma longa tradição de exploradores e cientistas. O seu avô, Auguste Piccard, inventou na década de 1940 o batíscafo, primeiro submersível do mundo, que em 1960 seria utilizado no primeiro mergulho ao local mais fundo dos oceanos, a Fossa das Marianas, no Pacífico – a bordo ia o pai de Bertrand, o oceanógrafo Jacques Piccard, além do tenente norte-americano Don Walsh.

Bertrand Piccard não é um novato neste tipo de aventuras. Em 1992, ganhou, com o belga Wim Verstraeten, a primeira corrida de balão transatlântica (a Chrysler Challenge). Na sequência dessa vitória, e ao fim de três tentativas, conseguiu dar a primeira volta ao mundo de balão sem paragens. Nessa volta – em 19 dias, 21 horas e 47 minutos – percorreu 45.755 quilómetros, tendo então como companheiro de aventura o britânico Brian Jones.

Agora, o objectivo de Bertrand Piccard é voar à volta do mundo num avião movido a energia solar. Em 2010, no primeiro voo real do Solar Impulse, depois de sete anos de trabalho de uma equipa de 70 pessoas, o avião esteve no ar 26 horas seguidas sem recurso a combustível. Feito em fibra de carbono, tem a envergadura de um Airbus A340 (63,4 metros), pesa 1.600 quilos e as asas estão cobertas por 12.000 células fotovoltaicas, que captam a energia solar e a armazenam em quatro baterias que alimentam quatro motores eléctricos.

A travessia entre a Europa e África iniciou-se na Suíça a 24 de Maio, com partida da cidade de Payerne. Nesta primeira etapa, o Solar Impulse foi pilotado por André Borschberg, que é co-fundador deste projecto com Bertrand Piccard. No total, entre Payerne e Rabat, o Solar Impulse voou mais de 2.500 quilómetros.

Este primeiro voo intercontinental de um avião solar é considerado como um último teste antes da volta ao mundo em 2014. A construção do avião para esse voo já começou e a equipa espera tê-lo pronto em 2013.


Quase metade dos brasileiros concorda com tortura para obter provas na Justiça.

Quase metade dos brasileiros concorda com tortura para obter provas na JustiçaPesquisa do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (USP) mostra que quase metade dos brasileiros concorda com o uso de tortura para obtenção de provas nos tribunais. O levantamento, feito em 2010 e divulgado nesta terça-feira, utilizou a frase “os tribunais podem aceitar provas obtidas através de tortura” e obteve discordância de 52,5% dos entrevistados, contra 71,2% em 1999.

Para a coordenadora da pesquisa, professora Nancy Cardia, o desapontamento da população com a eficiência da Justiça e das polícias em esclarecer crimes mais graves pode explicar o aumento da aceitação do uso de tortura para obtenção de provas.

“Existe uma frustração com o desempenho do nosso sistema de Justiça. Ao longo desse período, de 1999 a 2010, houve um crescimento brutal da população prisional, mas não necessariamente estão nas prisões as pessoas que cometeram os crimes que produzem mais medo na população”, disse.

A pesquisa aponta que, para a maioria dos entrevistados, a polícia deve “interrogar sem violência”. No entanto, aproximadamente um terço dos pesquisados concorda que a polícia, para obter informações sobre crimes, submeta suspeitos a meios extralegais como: “ameaçar com palavras”, ”bater”, “dar choques ou queimar com ponta de cigarro”, “ameaçar membros da família” e “deixar sem água ou comida”.

O uso de algum tipo de violência é mais aceito para suspeitos de delitos como estupro (43,2%), tráfico de drogas (38,8%), sequestro (36,2%), uso de drogas (32,3%) e roubos (32,1%). Estes suspeitos poderiam receber um pior tratamento durante a investigação policial, na opinião dos pesquisados. O levantamento mostra que quanto mais jovem o entrevistado, maior parece ser a tendência em apoiar o uso de práticas de tortura.

De modo geral, os entrevistados continuam desaprovando o uso de força pela polícia. Porém caiu, no período de 1999 a 2010, os que “discordam totalmente” que a polícia pode: “invadir uma casa” (de 78,4% em 1999 para 63,8% em 2010), “atirar em um suspeito” (de 87,9% para 68,6%), “agredir um suspeito” (de 88,7%, para 67,9%) e “atirar em suspeito armado” (de 45,4% para 38%).

Para a maioria dos entrevistados, a prisão é percebida como pouco ou nada eficiente tanto para punir (60,7%) ou reabilitar (65,7%) os infratores, como também para dissuadir (60,9%) e controlar (63%) possíveis criminosos.

Os entrevistados também foram ouvidos sobre as penas que seriam mais adequadas para os crimes graves – identificados pelas pessoas pesquisadas como os que atentam contra vida, terrorismo, corrupção, estupro e tráfico de drogas.

O maior consenso identificado foi sobre o uso da pena de prisão perpétua para alguém condenado por terrorismo (35,9%), a pena de prisão com trabalhos forçados para políticos corruptos (28,3%) e a pena de morte aplicada a estupradores (39,5%). A opção de pena de prisão é mencionada por 32% dos entrevistados para os sequestradores, maridos que matam a mulher (30,5%), jovens que matam (37,2%) e traficantes de drogas (28,8%).


POSTADO POR FOCO PB/DEMAIS FONTES DE NOTICIAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário