1 de maio de 2012

Executiva do PMN anuncia rompimento com o PSC em João Pessoa.

 




"Acreditando no projeto de candidatura própria do PSC, o PMN – Partido da Mobilização Nacional, do município de João Pessoa firmou o compromisso de aliança em torno da pré-candidatura do conceituado médico, Ítato Kumamoto, liderança da mais alta estirpe.

"A decisão vislumbrava a perspectiva de privilegiar o debate e a apresentação de uma alternativa para a cidade de João Pessoa.

"Entretanto, alguns fatos chamaram a nossa atenção nos últimos dias, o que nos obriga a uma revisão no posicionamento, haja vista que, sem qualquer consulta prévia, o PSC se alia ao PP e outros, lançando até o nome do seu pré-candidato como vice.

"Desde o primeiro momento afirmamos para o PSC que o PMN não brincaria de candidatura própria, nem emprestaria o seu nome para jogadas que visam tão somente cacifar legendas para indicação de vice em outros projetos.

"Do mesmo modo, o PMN sempre deixou claro que não serviria de apoio às tentativas de retomada do poder por oligarquias, sobretudo, daquelas oriundas do grupo da várzea, que tanto mal fez à Paraíba.

"Tampouco, interessa ao PMN compor projetos liderados por meros dissidentes do coletivo Ricardo Coutinho, coadjuvantes nos projetos dos herdeiros de usineiros, milionários, mas que, ainda assim, se fingem de indigentes para utilizar 176 mil reais do dinheiro do povo em tratamentos médicos diferenciados em São Paulo.

"Diante da quebra de acordo por parte do PSC, o PMN vem a público desfazer a aliança e informar que o partido definirá, nos próximos dias, a sua estratégia para a cidade de João Pessoa, sempre privilegiando o nosso projeto de elegermos vereadores na capital, onde contamos com uma nominata forte para a Casa de Napoleão Laureano.

"Por fim, reafirmamos o nosso respeito e a nossa admiração por Ítalo Kumamoto, idealista compromissado com as boas causas e que, de fato, acredita e trabalha por dias melhores para a nossa cidade".

POSTADO POR FOCO PB/Executiva Estadual PMN

Nenhum comentário:

Postar um comentário