4 de abril de 2012

MANHÃ DE NOTICIAS NO FOCO PB.

TRE reprova contas de Maranhão e tira sonho do peemedebista de disputar a Prefeitura da Capital 

 

Por 5 votos a 0, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB)  desaprovou, na noite desta terça-feira (3), as contas de campanha do ex-governador José Maranhão (PMDB), referentes às eleições de 2010.

Com o resultado, o peemedebista se torna inelegível e, por isso, não poderá disputar as eleições deste ano.
Depois analisar uma série de questionamentos levantados pelos advogados do ex-governador Maranhão, o Corte do TRE iniciou a votação por volta das 19h30. Alegando motivos de fórum íntimo, o juiz Márcio Accioly de Andrade absteve-se votar.

O primeiro a votar foi o juiz João Batista Barbosa, relator do processo, que seguiu o parecer do Ministério Público Eleitoral e decidiu pela desaprovação as contas de campanha do peemedebista, com remessa de cópias para apuração de eventual prática de crime.

O juiz Miguel de Brito Lyra foi o segundo a votar e seguiu na íntegra a decisão do relatou, optando também pela rejeição das contas de campanha do ex-governador peemedebista.

O Juiz Federal João Bosco Medeiros de Sousa foi o terceiro e também seguiu o relator, votando pela desaprovação. Também se manifestaram pela rejeição das contas do ex-governador, o juiz Sílvio Pelico Porto Filho e o desembargador José Di Lorenzo Serpa.

Com a votação desta noite, o ex-governador e pré-candidato a prefeito de João Pessoa pelo PMDB, José Maranhão, acabou prejudicado com a recente decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que decidiu barrar as candidaturas dos políticos que tiveram contas de campanha desaprovadas nas eleições de 2010.
Os advogados do ex-governador devem recorrer da decisão junto ao TSE.



Secretário de Educação do Estado deixa cargo; Harrison deve assumir a vaga

O professor Afonso Scocuglia,  secretário de Educação do Estado, entregou na noite desta terça-feira (3), seu cargo ao governador Ricardo Coutinho (PSB). Fontes ligadas ao Palácio da Redenção revelaram ao  Já que o mais contado para assumir a vaga é o advogado e atual secretário de Administração Penitenciária, Harrison Targino.

Pelo que apurou, o professor Scocuglia não deixará o Governo. As informações dão conta de que ele irá trabalhar no Estado como consultor educacional e pedagógico, acompanhando projetos da Secretaria de educação do Estado.



Luciano Agra afasta presidente do PSB da Prefeitura de João Pessoa


O secretário de Gestão e Articulação Política (Segap), Ronaldo Barbosa, não faz mais parte do quadro de auxiliares do governo municipal. O prefeito Luciano Agra ainda não definiu quem irá substituí-lo à frente da Segap. Até a decisão, o secretário chefe de gabinete do prefeito, Dunga Júnior, irá responder pela pasta cumulativamente.

Ronaldo Barbosa é o atual presidente do Diretório Municipal do PSB em João Pessoa. Na tarde desta terça-feira (3), o dirigente socialista chegou a declarar em entrevista  que, se dependesse dele, o partido não daria mais legenda ao prefeito Luciano Agra para disputar a reeleição.





Pré-candidata do PSB comenta sobre a escolha do seu vice e a aliança com PT