20 de abril de 2012

FOCO PB NOTICIAS.

Luciano Agra muda data da posse dos seus novos auxiliares


O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, dará posse aos novos auxiliares na próxima segunda-feira (23) e não nesta sexta-feira (20) como foi divulgado anteriormente. A solenidade está marcada para ás 10h no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria.

Tomarão posse Ivan Burity (Secretario de Desenvolvimento Urbano -Sedurb); Ronaldo Guerra (Secretario de Governo e Articulação Política - Segap);  Fabrini Caetano (Adjunto da Segap); Glauco Oliveira, (gestor do PAC/JP e novo Secretario Adjunto do Planejamento - Seplan); Laércio Alexandrino (Secretario Adjunto de Ciência e Tecnologia - Secitec); Josean Freire (Secretário Adjunto da Receita – Serem) e Genildo Lucena (Secretário Adjunto da Educação).

Os novos auxiliares dão continuidade ao processo de reforma administrativa, iniciado em fevereiro deste ano, em virtude do afastamento dos auxiliares que irão se candidatar nas eleições de outubro, bem como, daqueles que estarão envolvidos diretamente no pleito. Nos próximos dias, o prefeito anunciará outras mudanças.





Peemedebista mira vice de Maranhão e dá conselho ao ex-governador da PB

  O vereador Fernando Milanez (PMDB) demonstrou preocupação com a pré-candidatura de José Maranhão (PMDB) e a expectativa do parlamentar é que os pré-candidatos Luciano Cartaxo (PT) e Estelizabel Bezerra (PSB) possam trazer problemas a candidatura do PMDB em João Pessoa. O peemedebista desabafou e disse que está sendo excluído de decisões, mas deixou claro que mira a vice do PMDB.

“Luciano Cartaxo tem um potencial muito bom. Ele está muito bem, é muito perigoso”, disse Milanez que ainda complementou. “Estelizabel vai crescer. É natural”. O parlamentar demonstrou preocupação com o desempenho dos adversários.

O vereador ainda disse que está sendo excluído de decisões do partido e revelou a mágoa de ser colocado fora da especulação sobre o vice de José Maranhão.

“Aqui quando se fala de vice se lembra de ex-senador, deputado federal”. Ele ainda afirmou que defendia, sozinho, a pré-candidatura de Maranhão há dois anos.

“São estas coisas que eu não vou aceitar mais. Você carrega e luta por uma causa e, quando chega na hora... Eu era uma voz isolada. Os maiores adversários do pré-candidato eram de dentro do meu próprio partido. Hoje, graças a Deus, ele já é um ótimo candidato para muitos que o agrediam, que o levavam na chacota e no deboche”, desabafou.


Falando das traições que José Maranhão teve em 52 anos de vida pública, Milanez aconselho o ex-governador. “Eu espero que ele esteja calejado, para ao andar ver com quem está andando e não esquecer daqueles que foram de primeira hora” .





Vereadora de João Pessoa se revolta com colega da Câmara e dispara: ‘Eu não sou gay’

  O debate sobre a união homoafetiva voltou a pautar a Câmara Municipal de João Pessoa nesta quinta-feira (19). As vereadoras Eliza Virgínia (PSDB) e Sandra Marrocos (PSB) protagonizaram mais uma vez o embate. Revoltada com declarações de Eliza, Sandra disparou. “Eu não sou gay”.

“Eu não sou gay. Eu nunca fui gay. Tenho filhos, sou mulher, minha sexualidade é vivida com homens”, fez questão de registrar a socialista, afirmando que não luta em causa própria quando defende os interesses dos homossexuais.

Eliza havia dito que o deputado federal, ex-BBB, Jean Williams lutava em causa própria guando defendia os interesses homossexuais, o que revoltou Sandra, defensora da causa gay. “Eu defendo com todas as minhas forças a garantia dos direitos homossexuais”, disse Sandra afirmando que defende, “com todas as forças”, a união homoafetiva.

Eliza questionou em tribuna um Projeto de Emenda a Constituição que, segundo a parlamentar, quer estabelecer a retirada do nome de pai e mãe em documentos de identificação, proibição de comemoração do ‘Dia das Mães’ e do ‘Dia dos Pais’ em escolas, além de cotas para homossexuais em concurso público.






Sindicato dos Jornalistas do DF pede que governo restrinja acesso do CQC a autoridades





O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal pediu nesta quinta-feira (19) que o governo restrinja o trabalho  dos humoristas do programa Custe o Que Custar (CQC), da TV Bandeirantes, alegando que eles "prejudicam o trabalho da imprensa em Brasília".

A onda de reclamações que o sindicato alega ester recebendo diz respeito ao episódio ocorrido durante a visita da secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, ao Brasil na segunda-feira (16), revelado em primeira mão pelo R7.

Hillary dava entrevista coletiva aos jornalistas brasileiros e americanos no Palácio do Itamaraty sobre os encontros que teve no País. Ao final da coletiva, um repórter do programa tentou entregar uma máscara de Carnaval para a secretária em referência às notícias de que ela teria ido para a balada no intervalo da Cúpula das Américas, na Colômbia.

O repórter estava  próxima à saída e provocou desconforto à secretária americana. Os seguranças rapidamente o pararam o, que continuou gritando tentando falar com a secretária. Fotógrafos que estavam no local reclamaram com o repórter, dizendo que ele não estava fazendo jornalismo e estava atrapalhando "quem tentava fazer um trabalho sério".

Na nota publicada em seu site e eviada ao Planalto, o sindicato pede que a atividade jornalística prepondere sobre a humorística:

— Sem desmerecer o trabalho humorístico, consideramos que nossa sociedade carece, em maior grau, de informações de qualidade e, nesse sentido, defendemos sempre a preponderância da atividade jornalística sobre a humorística", justifica o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Brasília em comunicado.

Na mesma nota, o sindicato pede que as assessorias de imprensa dos organismos governamentais, principalmente as da Presidência e a do Itamaraty, adotem as medidas necessárias para garantir tal preponderância.

Os líderes sindicais alegam que "perante os abusos da equipe do CQC" são necessárias medidas das assessorias de imprensa para garantir as condições de trabalho dos jornalistas.
O sindicato colocou seu departamento jurídico à disposição de jornalistas interessados em processar os humoristas por danos morais e físicos.






Governo lança edital de chamada pública para formação do Projovem Urbano


A Secretaria de Estado da Educação (SEE) abriu processo de seleção para projetos de formação continuada destinada a educadores do Programa Nacional de Inclusão de Jovens -  Projovem Urbano. O edital foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado da quarta-feira (18).

Podem participar da seleção entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos de Educação Profissional que deverão elaborar propostas financeiras para a execução dos projetos de formação.

Nos termos do edital poderão participar da seleção "entidades sem fins lucrativos, incumbidas regimental ou estatutariamente do ensino, pesquisa ou extensão, que comprovem que executam ações de qualificação social e profissional e, pelo menos, três anos de constituição legal, com efetiva atuação no campo de especialidade”. O edital e o termo de referência estão disponíveis no quadro de serviços do site da SEE, no endereço eletrônico:  www.paraiba.pb.gov/educacao

As entidades interessadas deverão apresentar a documentação exigida, pessoalmente ou por envio postal. O prazo começou na data de publicação do edital e vai até o horário da sessão de abertura dos envelopes com as propostas – 14h do dia 26. A sessão ocorrerá na Gerência Executiva de Educação de Jovens e Adultos (GEEJA), localizada no Centro Administrativo do Estado, 1º Bloco, 4º andar Av. João da Mata, s/n, Jaguaribe, João Pessoa – PB, CEP: 58.019-900.
Edital de Chamamento Público do Projovem Urbano.pdf
Termo de Referencia da Formação do Projovem Urbano.pdf









Procuradoria Regional Eleitoral da Paraíba analisa 45 processos de infidelidade partidária



A Procuradoria Regional Eleitoral da Paraíba (PRE/PB) está analisando 45 processos de infidelidade partidária ajuizados contra 44 vereadores e um deputado estadual.

Após o parecer da PRE/PB, os processos  seguem para o relator e serão julgados pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba. Os processos podem resultar na perda do mandato político.

De olho nas eleições 2012, os políticos migraram para outro partido, antes de 7 de outubro de 2011, para conseguir completar um ano de filiação partidária e poder concorrer ao pleito municipal deste ano.

No entanto, conforme o Tribunal Superior Eleitoral, os cargos eletivos pertencem ao partido e não ao candidato. As requisições de perda de mandato foram feitas tanto por suplentes quanto pelos partidos de origem.

A infidelidade partidária é a troca de partido de uma pessoa eleita, sem que se enquadre nas exceções permissivas elencadas na legislação. As exceções são observadas quando ocorre a incorporação, fusão ou criação de novo partido, a mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário e a grave discriminação pessoal.

Os casos de infidelidade partidária são referentes aos municípios de Alagoa Nova, Alagoinha, Algodão de Jandaíra, Areia, Areial, Aroeiras, Bananeiras, Barra de São Miguel, Bayeux, Bernardino Batista, Borborema, Cacimba de Areia, Cacimbas, Caraúbas, Coxixola, Fagundes, Guarabira, Itabaiana, Itaporanga, Jacaraú, João Pessoa, Livramento, Lucena, Marcação, Massaranduba, Paulista, Pedras de Fogo, Pombal, Prata, Prata, Remígio, Riachão do Bacamarte, Santa Cecília do Umbuzeiro, Santa Cruz, Santa Inês, Santo André, São Bentinho, São Domingos do Cariri, São João do Rio do Peixe, Soledade, Uiraúna e Zabelê.
Deputada Léa destaca investimentos do governo na região do Brejo






Deputada Léa destaca investimentos do governo na região do Brejo

 



A deputada estadual Léa Toscano (PSB) destacou para a imprensa ontem na Assembleia Legislativa os investimentos levados pelo governo do Estado para a região do Brejo paraibano, onde estão os principais municípios que compõem a base eleitoral da deputada.
Léa Toscano revelou que somente no último sábado, o governador Ricardo Coutinho anunciou na plenária do Orçamento Democrático investimentos superior R$ 8 milhões aplicados em obras, na maioria, solicitada por ela.




Nonato Bandeira propõe revitalização do Parque Sólon de Lucena e criação das ciclovias integradas

O pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira (PPS), anunciou que a revitalização da lagoa do Parque Solon de Lucena, a instalação de equipamentos para a prática de atividades físicas e a ampliação das ciclovias em João Pessoa estão entre suas propostas de governo.

Segundo Bandeira, a intervenção do Parque Solon de Lucena foi justamente motivada para criar mais uma alternativa de lazer aos pessoenses.

A implantação de um sistema de ciclovias na capital também está entre as propostas de Nonato Bandeira.
A iniciativa das ciclovias integradas se deu a partir da constatação de que o uso de transporte alternativo e a bicicleta como prática esportiva têm aumentado em João Pessoa.

Um dos projetos mais participativos do pré-candidato Nonato Bandeira é a criação do Hospital das Mulheres, uma ideia que foi muito bem recebida pelos pessoenses.




Estelizabel Bezerra destaca projetos de infraestrutura no trânsito de João Pessoa

A pré-candidata à prefeitura de João Pessoa pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), Estelizabel Bezerra, destacou ontem  que é preciso continuar investindo em projetos de infraestrutura para organização do trânsito na Capital.

Segundo Estelizabel Bezerra, a falta de  fluidez do trânsito em João Pessoa se deve aos problemas em sua infraestrutura antiga, com vias muito estreitas, em contrapartida ao crescente número de automóveis que vem sendo adquiridos exclusivamente para o uso particular.

Para Estelizabel Bezerra, o aumento considerável nas vendas de veículos na Capital é resultado de uma estratégia nacional de superação da crise econômica internacional de incentivo fiscal que diminuiu os impostos sobre alguns bens.

 De acordo com a pré-candidata, uma estratégia feita pelo governo atual, do PSB em João Pessoa, foram intervenções importantes no Retão de Manaíra, na Avenida Pedro II, e no Altiplano. Contudo, as principais vias alimentadoras dos bairros ainda são muito estreitas, à exemplo da Avenida Cruz das Armas.



Governo do Estado entrega ambulâncias, kits de informática para hospitais e firma convênios para 1,4 mil internações 

 

O governador Ricardo Coutinho, acompanhado do secretário da Saúde, Waldison Dias de Souza, entregou, ontem pela manhã, em solenidade realizada no Salão Nobre do Palácio da Redenção,  20 ambulâncias para hospitais – sendo 10 de suporte básico e 10 de suporte avançado – e 818 kits de informática e mobiliário destinados a equipar as Centrais de Regulação Municipais.

Na mesma solenidade foram assinados convênios com duas instituições filantrópicas das cidades de Uiraúna e Igaracy, que permitirão a oferta de mais 1,4 mil internações. Ao todo, o estado investiu R$ 8,5 milhões.
O governador destacou que os equipamentos vão permitir a comunicação online entre os hospitais e as demais instituições, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que, assim, poderá agilizar o direcionamento e atendimento da população.


O secretário da Saúde, Waldson Dias de Souza, ressaltou que, com os equipamentos, os profissionais de saúde poderão consultar se há leitos para internação de um paciente e qual a instituição mais adequada para atender cada caso. "Com mais esta ação, o Governo do Estado mostra o quanto prioriza o setor de saúde, e vem trabalhando para reorganizar a rede para oferecer um serviço com qualidade e eficiência.

Dos 31 hospitais estaduais existentes, 20 serão beneficiados, o que equivale a 64,5% da rede estadual”, enfatizou.

Os municípios que serão beneficiados com esses veículos são Cajazeiras, Pombal, Solânea, João Pessoa (Edson Ramalho e maternidade Frei Damião), Patos (Hospital Infantil), Santa Luzia, Serraria, Aguiar, Guarabira, Santa Rita (UPA), Taperoá, Monteiro, Piancó, Princesa Isabel, Catolé do Rocha, Itaporanga, Serraria e Itapororoca.



Mangabeira ganha Casa da Cidadania no aniversário do bairro

 

No aniversário do bairro de Mangabeira (29 anos), o Governo do Estado vai entregar à população a Casa da Cidadania, localizada ao lado do Mercado Público, na rua Elias Pereira de Araújo.

A inauguração oficial está marcada para esta  às 16h de amanhã. Foram investidos R$ 116 mil e a estimativa é que sejam atendidas mil pessoas diariamente.

A Casa da Cidadania de Mangabeira contará com mais de 20 serviços, entre eles a retirada de documentos como identidade, CPF, cadastramento para o primeiro emprego, seguro desemprego e emissão de carteira profissional, certidão negativa e nota fiscal avulsa.

A população poderá ainda ter acesso aos serviços fornecidos pela Cagepa, como alteração de dados cadastrais, parcelamento de débitos, solicitação de segunda via, ligação de água e vistoria.

Todos estes serviços serão oferecidos em um mesmo local por empresas públicas e privadas como a Superintendência Regional do Trabalho, Empreender PB, Cagepa, Delegacia Digital, Receita Federal, Instituto de Polícia Científica (IPC), Detran, Procon, Defensoria Pública, Oi Atende e Pague Fácil.

Casas da Cidadania – Atualmente, na Paraíba existem sete Casas da Cidadania, sendo três em João Pessoa e mais quatro distribuídas entre os municípios de Cabedelo, Campina Grande, Guarabira e Patos.




POSTADO POR FOCO PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário