24 de abril de 2012

BOMBAS NA POLITICA DE JOÃO PESSOA VEJAM AS MATÉRIAS.

 

Nonato confirma apoio à gestão de Luciano Agra e apresenta propostas para a Capital

O pré-candidato do Partido Popular Socialista (PPS) à Prefeitura de João Pessoa, Nonato Bandeira, em entrevista ao “Panorama 107”, da rádio Miramar FM, nesta terça-feira (24), falou sobre o quadro político da capital paraibana, o processo eleitoral e suas propostas para o futuro da cidade.

“Eleição é comparação. O comparativo de pessoas e projetos vai ser fundamental para a escolha da população. E com todo respeito aos demais candidatos, tenho uma contribuição a dar a este debate político”, afirmou Nonato, completando: “as pessoas querem ver os resultados da administração: transporte de qualidade, creches para seus filhos, campos de futebol nos bairros, opções de lazer... Querem saber o que o Governo está fazendo e vai fazer para beneficiá-las”, avaliou Nonato.

Questionado sobre sua condição de apoio a atual gestão municipal, o pré-candidato não deixou dúvidas: “somos candidatos para continuar o trabalho do prefeito Luciano. Um projeto tão bem iniciado pelo governador Ricardo Coutinho e concluído com dignidade pelo prefeito Luciano Agra não pode ser abandonado. Este é um projeto de ideias”, disse.

Nonato comentou sobre sua pré-campanha e o contato com o povo. “No Jornalismo e na gestão pública sempre atuei nos bastidores e agora estamos ‘mostrando a cara’, apresentando nossas propostas e ouvindo sugestões. A população quer ouvir ideias e ser ouvida. Estou dialogando com os segmentos sociais, com as comunidades de vários bairros. O importante neste momento é participar do debate público e colocar o nome a disposição do povo, para avaliação”, explicou o pré-candidato do PPS.

Respondendo aos ouvintes, Nonato apresentou algumas propostas para a Capital, tais como: escola em Tempo Integral, com a Educação associada à formação profissional, atividades culturais e esportivas; instalação de câmeras de segurança, postos policiais e delegacias nos bairros, com a Guarda Municipal auxiliando a polícia no combate a criminalidade; criação de conselhos gestores nos mercados públicos; incentivar o poder público a financiar e consumir os produtos da agricultura familiar; promover melhorias no transporte público e criação de mais ciclovias; realizar convênios com igrejas e associações de bairro para realizar trabalhos sociais; entre outras.

Nonato falou ainda sobre a polêmica criada após sua recente participação na posse dos novos auxiliares da administração municipal. “O prefeito Luciano é um amigo e defendemos sua gestão independente de partidos. Em nenhum momento temos forçado a barra para conseguir apoio político de quem quer que seja. Temos colocado nossas propostas e conversado com os partidos. Esta cidade avançou muito e ela deve parte destes avanços ao cidadão Luciano Agra”, ressaltou o pré-candidato.





José Maranhão participa do aniversário de Mangabeira


  
 O pré-candidato do PMDB a prefeito de João Pessoa, José Maranhão, participou na noite desta segunda-feira (23/04) das comemorações do aniversário de 29 anos do bairro de Mangabeira.

Maranhão chegou ao evento por volta das 20 horas, acompanhado do deputado federal Benjamin Maranhão (PMDB-PB), e foi recepcionado e cumprimentado por moradores de Mangabeira, comerciantes locais e visitantes de outros bairros.

O pré-candidato aproveitou a ocasião para ouvir os anseios e queixas dos moradores, que pedem melhorias na iluminação pública, pedem mais segurança para o bairro e desejam a instalação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para oferecer atendimento médico 24 horas à população.

De acordo com Maranhão, o bairro possui atributos de destaque, como uma grande rede de comércio, com destaque para o mercado público, e uma grande população, sendo praticamente uma cidade com vida própria dentro de João Pessoa. O pré-candidato, no entanto, avalia que o poder público precisa estar mais presente para garantir que a população de Mangabeira possa desfrutar dos próximos aniversários com mais qualidade de vida.

Durante a caminhada pelo bairro, Maranhão esteve acompanhado também do vereador Mangueira, do suplente de vereador Abraão Cavalcante, do ex-vereador Marcone Paiva, e de lideranças como Marcos Bandeira e Nininho de Mangabeira.





Isolado, Reginaldo Pereira não consegue emplacar um vice

Reginaldo pode substituir sua candidatura por uma do filho


 Depois de perder oito eleições para a prefeitura de Santa Rita, o pré-candidato Reginaldo Pereira (PRP) está com dificuldades para conseguir um candidato a vice. Com fama de “pé-frio”, Reginaldo vê seus últimos correligionários pularem para a pré-candidatura de Adones (PMDB). A situação se tornou tão constrangedora que Reginaldo já pensa em desistir da campanha e colocar seu filho na disputa.

Com histórico de derrotas, Reginaldo Pereira não conta hoje com o apoio de nenhum vereador da Câmara de Santa Rita e muito menos do governador Ricardo Coutinho, já que o PSB deverá lançar o nome do ex-prefeito Severino Maroja como candidato. A maioria dos vereadores está apoiando a pré-candidatura de Adones e sequer dialogam com Reginaldo.

Outro fator que afasta a classe política de Reginaldo Pereira é o fato de ele responder a um processo judicial por prática de racismo. Reginaldo está sendo processado pela paisagista Gercina Maria Gomes de Mendonça, mais conhecida como Gina. Ela afirmou que Reginaldo a chamou de “negra agitadora” na presença de várias pessoas no bairro Várzea Nova. “Ele começou a criticar as obras da praça e a menosprezar o trabalho dos funcionários, quando resolveu disparar essas palavras racistas contra mim”, lamentou.





TRE absolve prefeito do litoral sul paraibano acusado de abuso de poder

Pleno do Tribunal rejeitou denúncia de uso indevido de programa habitacional da cidade


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba absolveu na tarde desta terça-feira (24) o prefeito de Alhandra Renato Mendes (DEM), acusado de captação ilegal de votos.

Por unanimidade, a corte rejeitou a denúncia do segundo colocado no pleito de 2008, Leto (PMDB), que acusou o gestor de uso indevido de um programa de distribuição de casas.

A relatora do processo foi a juíza Helena Fialho. Ela foi acompanhada pelos juízes Miguel de Brito Lira e João Batista Barbosa, além do desembargador José Serpa.

Os juízes Márcio Aciolly e Sylvio Porto se averbaram suspeito e se abstiveram da votação.





Estelizabel diz que decisão do PT- CG reascende aliança PSB/ PT na Capital

Socialista demonstrou que tem muito interesse em manter composição com o PT em JP


 A pré-candidata do PSB em João Pessoa, Estelizabel Bezerra, considerou nesta terça-feira  que a decisão do Partido dos Trabalhadores em abrir mão da candidatura própria em Campina Grande para apoiar a progressista Daniella Ribeiro (PP), também reascende as discussões sobre alianças com o PT em João Pessoa para disputar as eleições 2012.

A socialista disse que respeita a autonomia e a regra do jogo democrático, mas, deixou claro que mantém o interesse de ter o partido da presidente Dilma no seu bloco de alianças.

Estelizabel lembrou que é de interesse do PT nacional manter alianças com o PSB em algumas cidades do país, a exemplo da cidade de João Pessoa e, isso também está na mesa das discussões.

“Essa decisão fortalece a tese que a aliança é importante. Mas vamos aguardar o processo interno do PT, disse Estelizabel Bezerra.

A socialista admite também que a próprio diretório do Partido dos Trabalhadores em João Pessoa já admite a possibilidade de seguir determinações das instâncias nacionais da legenda.




Cássio é excluído de reunião de Ricardo Coutinho com ministro, registra no Twitter e governador se explica


Uma frase mal interpretada gerou repercussão na mídia nacional na noite desta terça-feira (24). Como já é habito, o senador Cássio Cunha Lima usou seu Twitter para compartilhar com seus seguidores os fatos que acontecem nos bastidores da política brasileira. O parlamentar escreveu na página do microblog que estava aguardando ser recebido pelo ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra, porém o governador Ricardo Coutinho resolveu entrar na sala para audiência apenas acompanhado pelos seus secretários.

“Aguardando ser recebido pelo Min. F. Bezerra. @realrcoutinho também recebido, mas preferiu entrar apenas com os secretários que o acompanha”.

Em poucos minutos de postada a informação, já se especulava um rompimento entre o senador e o governador paraibano. A repercussão, chegou aos ouvidos do jornalista Felipe Patury, da revista Época, que de imediato classificou a situação como início de briga entre os dois parlamentares.

Diante da situação mal explicada, o próprio governador Ricardo Coutinho também fez uso da rede social para explicar o mal entendido e garantiu acertar futuramente com Cássio o “desencontro”.

“@cassiocl, pensei que a sua pauta com o Ministro fosse pessoal e ele não me expressou a vontade de irmos juntos. Acertamos os desencontros”.

Em seguida ele acrescentou:

“Como o senador tá votando, nosso jantar ficou para dps, pra desespero de alguns q so se alegram e sobrevivem de discordias. Abs,Cassio e tds”. 




Vereadora ricardista parte para o ataque e detona prefeito de JP Luciano Agra

Sem prestígio, parlamentar reclama que prefeito usa caneta para demitir companheiros



 A vereadora pessoense Sandra Marrocos (PSB) esqueceu a "cordialidade" partidária e decidiu partir para o ataque contra o prefeito Luciano Agra (PSB). O momento 'desabafo' da parlamentar é reflexo das demissões de membros do PSB que ocupavam cargos na Administração Municipal, a exemplo de Ronaldo Barbosa, presidente municipal do partido, Coriolano Coutinho e por último, Laura Farias, que comandava Emlur.

 Sem 'papas na língua', a socialista rasgou adjetivos contra o chefe do Executivo municipal, chengando a chamá-lo de “incoerente” e “equivocado” em suas decisões. Sandra Marrocos lembrou que o mandato na Capital tem sido construído ao longo dos últimos vinte anos e, o prefeito, com suas atitudes, tem esquecido essa história que foi construída "a muitas mãos".

“Ele tem que entender que mandato não é dele, é nosso!. Eu desafio o prefeito a encontrar qualquer uma incoerência na minha história de militância. Agora ele tem sido incoerente ao demitir as lideranças do PSB”, disparou a parlamentar.

A vereadora disse ainda que o prefeito tem preferido usar a caneta para demitir os correligionários ao buscar o diálogo com as lideranças do partido. Sandra conta que, desde o mês de janeiro, tem buscado, em vão, uma audiência com Luciano Agra.

"Como dirigente partidária, não gostaria de ver o PSB partido. Luciano Agra é membro da executiva nacional. Ele deveria ter uma responsabilidade imensa com a nossa legenda”, enfatizou a descontente parlamentar.




Esposa de RC desmistifica mal estar com SES-JP

Esposa de RC desmistifica mal estar com SES-JP MAL ESTAR: esposa do governador Ricardo Coutinho desmistifica suposta ‘crítica’ à Secretaria de Saúde JP

A  jornalista e esposa do governador Ricardo Coutinho, Pâmela Borio, explicou, nesta terça-feira (24), a polêmica que se criou em torno do nome dela após fazer uma critica a alguns problemas da saudê de João Pessoa, localizadas em um posto de saudê na Capital.

Segundo ela, nao aconteceu nenhuma critica, apenas ela se solidarizou com um internauta que fez a denúncia e que foi publicada num site da Capital onde faltavam agulhas para aplicação de vacinas.

"Não gosto de me pautar no sensacionalismo, distorção ou mentira que alguém propague pela internet. Eu já tinha colocado no twitter há alguns meses atrás que estava precisando de vacina para meu filho e não foi alvo de nenhuma matéria na mídia. Ontem eu não fiz nenhuma critica ou denúncia apenas me solidarizei após ver uma denúncia de um internauta. Ai o pessoal da oposição pega, por ser um momento eleitoral, e faz uma grande polêmica, criam um clima de guerra política em torno disso. Isso é natural e eu não me importo com este tipo de mídia ou de pessoas, não me deixo levar por venenos e distorções", desmistificou;

Confira o post no twitter da primeira dama sobre o tema:

“Que absurdo! :/ RT @dayannamylenna FALTA AGULHA PARA APLICAÇÃO DE VACINAS Postos de saúde da Zona Sul de João Pessoa não têm material básico” retuitou a jornalista Pâmela Bório.



Mas adiante a mulher de Ricardo Coutinho ainda desabafou: “Me coloco no lugar das mães, uma vez passei por isso RT @dayannamylenna@PAMELA_BORIO Absurdo msm:( Boa Tarde.Ótima semana DEUS te abençoe Bj” disparou Bório.

 







CRISE SOCIALISTA: PB Agora põe o dedo na ‘ferida’ e aponta evidências que explicam distanciamento entre Ricardo Coutinho e Luciano Agra em JP

CRISE SOCIALISTA: PB Agora põe o dedo na ‘ferida’ e aponta evidências que explicam distanciamento entre Ricardo Coutinho e Luciano Agra em JP CRISE SOCIALISTA: PB Agora põe do dedo na ‘ferida’ e aponta evidencias que explicam distanciamento entre Ricardo Coutinho e Luciano Agra

O embate eleitoral, os ânimos exaltados, personalidades diferentes, interesses contrariados, essas são algumas das razões do crescimento do distanciamento político entre as duas principais estrelas socialistas na Paraíba: o governador Ricardo Coutinho e o prefeito de João Pessoa Luciano Agra , que há muito tempo não falam o mesmo idioma e que nos últimos dias a dupla pouco quer falar do assunto, ou sinalizar para uma perspectiva de ‘sintonia’ no ninho ‘girassol’, algo cada vez mais distante.

Praticamente toda a cidade de João Pessoa sabe, que após o Movimento ‘Volta Agra’ ter sido sepultado, diversos ‘bombeiros’ tentaram interceder para um realinhamento político, esforços postos em vão, muitos dizem que a gota ‘d’água’ para a chateação de Agra, foi quando no encontro do PSB, realizado no ultimo mês, lideranças socialistas ligadas ao governador, terem adotado postura de indiferença com o seu sentimento e muitos na ocasião chegaram a fazer ‘ar’ de deboche para o ‘choro’ do prefeito que queria a todo custo voltar a participar do processo eleitoral, tese vencida.


Outro ponto que culminou com o ‘rompimento’ foram às constantes demonstrações de ‘força’ da caneta, tanto por parte de Ricardo como Agra, que humilharam publicamente, via exonerações pessoas até então intocáveis como: Ronaldo Barbosa, Laura Farias, Rubens Freire e aliados do vereador Bira (PSB) e do pré-candidato Nonato Bandeira (PPS).

A situação anda tão complicada, que basta analisar as duas declarações concedidas a imprensa pelo governador Ricardo Coutinho, que nesta terça respondeu questionamentos sobre o assunto em dois programas de rádio. Na rádio Arapuan, o ‘mago’ agiu de uma maneira mais áspera, pois ao ser indagado pelo apresentador do Rádio Verdade, respondeu com outro questionamento.

“Pergunte ao prefeito! Tenho mais com que me preocupar!”, disparou Ricardo;


Já no radiofônico Correio Debate na Rede Correio Sat, Coutinho agiu com mais cautela, porém se quer citou o nome do novo desafeto.


“Estou aqui tão feliz, continuo contando com os mesmos aliados e companheiros!”, despistou.


Ricardo Coutinho se definiu como um ‘solitário’ no Palácio da Redenção.


“Não me sinto feliz para buscar o que divide e sim o que une, não tenho focado o meu tempo em qualquer coisa que divida e sim no que uma!”, filosofou Coutinho.


Enquanto Ricardo dá demonstrações de impaciência com o episódio, o prefeito Luciano Agra evita dar declarações polêmicas e prega a cautela.


“Não rompi com Ricardo de maneira alguma”, frisou Agra nesta terça.


Enquanto as duas principais lideranças do PSB se engalfinham, a oposição em João Pessoa capitaneada por José Maranhão (PMDB), Cícero Lucena (PSDB) e Luciano Cartaxo, ampliam o leque de aliança e promete artilharia pesada no próximo embate eleitoral,.


E você amigo internauta, acredita que o ‘racha’ entre Ricardo e Luciano Agra permanecerá até as eleições? Opine no espaço destinado aos comentários.











POSTADO POR FOCO PB.










Nenhum comentário:

Postar um comentário