28 de março de 2012

Superlotação em cemitério da PB deixa covas no meio da passagem.


Superlotação foi constatada em um cemitério da Grande João Pessoa.


Prefeitura disse que já existe projeto para comprar nova área.


Cemitério de Santa Rita, Paraíba (Foto: Severino Ramos/TV Cabo Branco) 
As covas ficam no meio da passagem dos visitantes. 
 
O local que deveria servir de passagem entre os túmulos no cemitério Santas Almas do Purgatório, em Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa, está repleto de covas. A superlotação causa transtornos aos visitantes. “Se torna um desrespeito para os familiares que vão enterrar os seus entes queridos que na hora da dor tem essa dificuldade para fazer o enterro”, disse um motorista, que não quis se identificar.
Cemitério de Santa Rita, Paraíba (Foto: Severino Ramos/TV Cabo Branco) 
Covas estão espalhadas por todas as áreas do
cemitério.
 
O motorista relatou para o BLOG FOCO PB a dificuldade que passou para realizar o enterro do pai que morreu de insuficiência respiratória no início do mês. De acordo com ele, as pessoas que levaram o caixão tiveram que fazer uma espécie de contorcionismo para desviar das covas e das cruzes que estavam no meio da passagem. “A sorte é que tinham homens para poder passar e os outros para segurarem o caixão. Tinham partes que só dava para passar duas pessoas. A gente ficou com medo de pisar e afundar na cova correndo o risco de quebrar uma perna ou até se ferir nos caixões”, explicou o motorista.

No momento do enterro, o motorista disse que não pensou em procurar a direção do cemitério. “A gente não pensa muito nessas coisas na hora”, disse. Ainda segundo ele, esta é a parte nova do cemitério. "Se a parte nova está assim, imagine a velha", concluiu.

Como o cemitério é de responsabilidade da prefeitura da cidade, o BLOG FOCO PB entrou em contato com Jaci Mendonça, secretário de Comunicação da prefeitura de Santa Rita. O secretário reconheceu a superlotação no cemitério, mas negou que os visitantes passem por dificuldades no momento que disputam a passagem com as covas e cruzes. “Tem alguns locais mais imprensados, mas dá para passar. Passa tranquilo. Tem a via principal que é larga e todo mundo tem acesso aos túmulos”, explicou o secretário Jaci Mendonça.

Ainda segundo ele, já existe um projeto para a compra de uma área para as novas instalações do cemitério, mas até o momento a prefeitura não encontrou um terreno disponível para realizar a construção.


POSTADO POR FOCO PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário