O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) registrou nesta quinta-feira, da tribuna do Senado, o aniversário da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que comemora 46 anos de sua criação, “graças à iniciativa visionária de Edvaldo Ó, um dos grandes benfeitores de Campina Grande”, que instituiu Universidade Regional do Nordeste em 1966 por uma lei municipal, durante o governo do então prefeito Williams de Souza Arruda.

Na sua fala, o senador paraibano lembrou que após a criação em 1966, o ano de 1987 também marcou a história da Universidade, através da iniciativa do então governador Tarcísio de Miranda Burity de estadualizar a antiga URNE, “após uma longa crise de esvaziamento, em que conseguiu sobreviver graças à resistência, à luta e ao compromisso dos professores, dos estudantes daquela época e dos seus funcionários”.

O senador lembrou que teve honra de ser formado em Direito, pela Universidade Estadual da Paraíba e teve a honra de em 2004, na condição de Governador da Paraíba, mediante a Lei, implementou aquele que é o mais “arrojado e avançado instrumento de autonomia universitária de todos os Estados brasileiros”.
Cássio testemunhou que atualmente “a UEPB é outra universidade graças ao trabalho competente, profícuo da Reitora Marlene Alves, de todos os colegiados superiores, da luta dos estudantes, da dedicação e competência dos funcionários. Quando olhamos para a nossa Universidade Estadual dos dias atuais e comparando com alguns anos atrás, é outra realidade”, afirmou.

O senador paraibano declarou ainda que é por toda essa história que da tribuna do Senado Federal trouxe as suas felicitações a todos que fazem e fizeram no passado a UEPB, renovando o seu compromisso com a preservação da autonomia, com os avanços e conquistas desse instrumento de desenvolvimento para a Paraíba, que é a nossa Universidade Estadual.

Ele disse que foi dentro dessa visão estratégica que não apenas foi concedida a autonomia da Universidade, que chegou a ter, 5% do orçamento da Paraíba para que ela pudesse crescer na pesquisa, na extensão, mas também na formação de professores, com os cursos de licenciatura espalhados pelo interior do Estado e lembrou que existe atualmente um debate nesse instante na Paraíba sobre esse tema e que tem certeza que logo será superado.



POSTADO POR FOCO PB.