18 de fevereiro de 2012

Tumulto entre internos do CEJ é controlado, diz PM

Jovens quebraram cadeados e policiais militares entraram na unidade para fazer pente-fino.


O Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) divulgou na noite deste sábado (18) que está sob controle o tumulto ocorrido à tarde no Centro Educacional do Jovem, em João Pessoa. De acordo com o tenente coronel Lívio Carvalho, comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, os internos quebraram cadeados das celas, o que motivou os policiais a fazerem uma operação pente-fino na unidade. Um dos objetivos era verificar uma denúncia de que os jovens teriam escavado um buraco com a finalidade de fugir da instituição, porém nenhuma fuga foi detectada.

Segundo o comandante, a Polícia Militar investiga se há ligação entre o tumulto e a transferência de cinco detentos do Presídio do Roger para o CEJ na sexta-feira (17). Até as 19h40 (horário local), a PM não havia divulgado se houve apreensões de materiais nas celas durante as inspeções.

Homens da Tropa de Choque e do Grupo de Ação Táticas Especiais (Gate) participaram da operação. De fora dos muros do CEF foi possível ouvir estouros de bombas. O Corpo de Bombeiros também foi convocado, caso houvesse feridos ou incêndios decorrentes do tumulto. Apesar da concentração, não foi necessário transferir internos para hospitais.

A reportagem tentou contato com a direção do CEJ, mas os telefonemas não foram atendidos. A assessoria de imprensa da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac) informou não saber do ocorrido.

Na madrugada da sexta-feira (17), três internos conseguiram fugir do Centro Educacional do Adolescente, prédio localizado no mesmo complexo responsável por abrigar menores de idade que cumprem medidas socioeducativas determinadas pela Justiça. Os três fugitivos teriam serrado as grades de uma cela e pulado o muro da parte de trás do prédio, trocando de roupa depois para dificultar suas identificações nas ruas.
O Centro Educacional do Jovem é voltado à recuperação e reinclusão social dos internos. A unidade é subordinada à Fundac, vinculada à Secretaria Estadual do Desenvolvimento Humano.



POSTADO POR GENILDO ALVES/JORNAL PARAÍBA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário