5 de fevereiro de 2012

Ney tenta levar Aracilba para ministério

     

Muito em segredo, estranhamente dentro do mais absoluto silêncio e sem fazer aquele tradicional barulho todo que costumeiramente cerca suas estrondosas, meteóricas e trepidantes passagens pela Paraíba, o ex-senador Ney Suassuna (PMDB, na foto acima, à direita), esteve em João Pessoa, na 5ª feira passada.

Encontro secreto aconteceu sem barulho

Entre seus compromissos previamente agendados com aliados políticos e colaboradores empresariais, Ney marcou um almoço com a secretária de Fazenda do Estado Aracilba Rocha (na foto acima, à esquerda, ex-engenheira da Sabesp, em São Paulo, ex-diretora de Planejamento na gestão do falecido ex-governador paulista Franco Montoro – de 1983 a 1987 – e ex-diretora de empresas estatais como Telpa, Cagepa, Eletrobrás e ex-superintendente da ST-Trans, além de ser a criadora do projeto Cooperar, implantado pelo Estado em parceria com o Governo Federal e o Banco Mundial, anteriormente denominado de Projeto Nordeste).

Especulação ganha força na Capital

Ninguém confirma este fato – obviamente – mas consta nos bastidores político-administrativos do Palácio da Redenção e também nos corredores da Granja Santana que Suassuna teria convidado Aracilba para ocupar um importante cargo na esfera ministerial, em Brasília-DF, provavelmente na mesma área de Cidades, onde será empossado nesta 2ª feira outro aliado de Ney, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP, na foto acima, ao centro).

Ricardo teria sido consultado?

Ninguém – pelo menos por enquanto – sabe dizer se o ex-senador chegou a consultar o governador Ricardo Coutinho (PSB) sobre esta intenção dele levar Aracilba do 3º Bloco do Centro Administrativo de Jaguaribe para a Esplanada dos Ministérios, na Capital da República, no Planalto Central do país.

Dilma deu liberdade de ação ao PP

Para lastrear as pretensões de Ney, o próprio presidente nacional do PP, ex-ministro da Fazenda Francisco Dornelles e o futuro ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, já informaram à sua bancada federal ter recebido carta-branca da presidente Dilma Rousseff (PT) para montagem da equipe com que eles vão trabalhar a partir desta semana na pasta mais beneficiada com recursos financeiros do PAC-2, cujo orçamento astronômico chega ao patamar de R$ 17 bilhões, este ano, incluindo a menina-dos-olhos da presidente, o projeto "Minha Casa, Minha Vida", bancado pela Caixa Econômica Federal.

Formação de equipe vara a madrugada

Na reunião que “Aguinaldinho” teve com deputados e senadores do partido, os dois – ele e Dornelles – ressalvaram que a atual titular da Secretaria de Habitação, Inês Magalhães e um representante do PSC serão mantidos na equipe, de acordo com orientação feita por Dilma, pessoalmente.

Indicação de Suassuna não é divulgada

Apesar da decisão do Palácio de nomear Inês Magalhães como nova secretária-executiva (uma espécie de adjunta de Aguinaldo ou vice-ministra), a hipótese de Aracilba assumir a Secretaria Nacional de Habitação não foi mencionada em nenhuma das reuniões com o PP, uma delas encerrada às 3h30 de 6ª feira, prosseguindo madrugada adentro.

Caravana paraibana estará em Brasília

O novo ministro toma posse nesta 2ª feira (dia 6), às 17h00, no Palácio do Planalto, cuja solenidade, prevista para acontecer no Salão Oeste, terá a presença – confirmada pelo cerimonial – da presidenta Dilma Rousseff.

 


POSTADO POR FOCO PB/PB AGORA.

    

Nenhum comentário:

Postar um comentário