25 de fevereiro de 2012

ATAQUE: Ricardo Coutinho acusa oposição de retrocesso e complô para minar a candidatura do PSB em JP


ATAQUE: Ricardo Coutinho acusa oposição de retrocesso e complô para minar a candidatura do PSB em JP  Não é de hoje que o governador Ricardo Coutinho anda insatisfeito com a oposição a sua gestão. No entanto, nos últimos dias, ficou claro que o socialista não pretende mais passar uma entrevista sem ressaltar essa ‘virtude’ de perseguidores da sua administração.

O governador taxou de atraso e de uma orquestra a articulação dos opositores e que o objetivo é tentar desqualificar o governo e demonizar a sua pessoa.

“Existe uma orquestra em vários setores atacando e demonizando a pessoa do governador. Essa articulação vem colocar nas costas de um governo de 12 meses reivindicações de 50 anos. Eles não aceitam a mudança na gestão e insistem na tentativa permanente de desqualificar o governo, mas nós temos força e coragem para vencer os ataques pelas costas. As eleites não permitem a organização popular e agora é a hora do povo politizado, não vamos tolerar mais o atraso, precisamos avançar cada vez mais e dar continuidade na mudança”, destaca o governador.

Para finalizar Ricardo destacou que nessas eleições a tônica será de idéias, ou a população deve punir os ataques nas urnas.

“Essa eleição não vai ser de pesquisas, nem de queimação ou ataques morais, a população não quer saber disso e vai enterrar quem pratica esse procedimento. Há espaço para quem tem idéias e quem não tem usa o ódio para manipular os eleitores. Nós estamos irmanados para derrotar o atraso”, explica.



POSTADO POR FOCO PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário