29 de dezembro de 2012

O torturador esta de voltar


 


Em pelo menos 111 países, inclusive no Brasil, pessoas foram torturadas durante algum tipo de interrogatório em 2009, segundo relatório anual de 2010 da Anistia Internacional. Nações desenvolvidas, como EUA, Alemanha e Reino Unido, também entram nesta lista vergonhosa sob o pretexto de luta contra o terrorismo. Veja sete métodos comuns de tortura usados atualmente

Espancamento
Sem necessidade de instrumentos, é das formas de tortura mais comuns. O pior é que muitas vezes é até incentivado pela população que pede “vingança” contra algum bandido (isso quando não faz com as próprias mãos). como podemos sitar o casa do chamado "MOSTRO DO RANGEL"   um fato ocorrido no Estado da paraíba  onde o torturado é rra o próprio Diretor do Presidio Foscolo da Nóbrega (Roger) na capital da Paraíba o Sr Dinamerico Cardin,que apouco dias em veis de ser presos.foi condecorado e agora e Diretor do Grupo Especial de  intervenções penitenciaria( GEPOE) isso foi mais uma lambança cometida pelo atrabalhado Secretario de Administração Penitenciaria da Paraíba O coronel Washington França da Silva um a violência cometida. Podem ser socos, pontapés, tapas, etc. A falanga, por exemplo, é a batida repetida nos pés ou nas mãos que pode fazer a pessoa até perder a sensibilidade na região. O  relatório de 2010 da Anistia Internacional aponta que a prática ainda é utilizada em países como Brasil, África do Sul, Alemanha, Angola, Arábia Saudita,  China, Iraque, México, Síria e Irã.

Privação de sono
Música alta, barulho ou simplesmente perturbação constante. Vale tudo para não deixar o preso dormir por horas e horas. A ideia é esperar que a privação do sono leve a pessoa a uma confusão mental tão grande que acabe revelando informações. Isso quando não o faz ainda em consciência por não resistir mais ao esgotamento. O método ainda é utilizado em países como EUA, Arábia Saudita, Alemanha, China, Israel e Palestina, segundo o relatório da Anistia Internacional.

Choques elétricos
Não é coisa apenas de regimes ditatoriais, é uma prática usada ainda nos dias de hoje principalmente por deixar poucas evidências físicas. Segundo a Anistia Internacional, empresas até europeias fabricam uma espécie de algema de eletrochoque que dá descargas de até 50.000 volts para ser usada em interrogatórios, entre outros instrumentos do tipo. Os choques elétricos ainda são comuns em países como África do Sul, Rússia, Arábia Saudita, Egito, EUA, Iraque e Síria.

Pendurar pelos membros
Método ainda comutantemente empregado na Turquia, EUA, Arábia Saudita, China e  Iraque, além de deixar a pessoa transtornada, a suspensão prolongada das vítimas pelos tornozelos ou pulsos pode causar danos permanentes como paralisia dos membros. Foi um dos métodos dos quais soldados americanos foram acusados de aplicar a presos no Iraque. Coincidência ou não, foi também muito usado no Vietnã contra militares dos EUA.

Estupro
Não apenas a violência pela simples violência, o estupro de familiares da vítima ou dela mesma é mais um meio de coerção para se conseguir informações. A violação sexual de homens e mulheres é ainda mais comum em regiões de conflito e foi considerado crime de guerra durante os confrontos nos Bálcãs e em Ruanda na década de 90, entre outros. O estupro é um métodos de tortura ainda empregado em países como Bolívia, Egito, Haiti, Indonésia, Irã, México, Congo, Guatemala e El Salvador.

Execução simulada
Consiste em aterrorizar a vítima com a ideia de que ela será morta. Em geral, com olhos vendados ou não, o preso tem uma arma colocada em sua cabeça ou boca e disparada sem munição. O barulho do gatilho é suficiente para levar a uma situação de limite de estresse. A técnica é usada ainda para simular execução de familiares e fazer a vítima acreditar que outros pagarão por seus “erros”. O relatório da Anistia Internacional aponta que a execução simulada ainda é prática comum nos EUA e Irã.

Asfixia
Assim como o choque elétrico, é comum pela ausência de vestígios depois. Ainda praticado na África do Sul, EUA e França, a asfixia pode ser provocada com saco plástico na cabeça ou com rápidos afogamentos  em toneis de água. Como a sufocação é uma das piores sensações físicas, tende a enfraquecer a vítima e a deixá-la atordoada.




Perícia constata que 'monstro do Rangel' foi 

agredido


Apesar do resultado definitivo dos exames de corpo de delito realizados no detento Carlos José dos Santos, que matou cinco pessoas no Rangel, ainda não ter sido divulgado, já se sabe que houve agressão. Até agora, de acordo com o laudo da perícia entregue à Secretaria de Cidadania e Administração Penitenciária do Estado, é que o detento sofreu lesões nas costa e no tórax.










Na semana passada, familiares denunciaram que presidiários estavam sendo torturados na Paraíba em um protesto na frente do Palácio da Redenção. As denúncias de tortura entraram no foco da mídia após a divulgação de um vídeo na internet no qual o homem que assassinou cinco pessoas da mesma família (entre elas uma mulher grávida de gêmeos) era torturado supostamente por agentes penitenciários. O vídeo foi exibido em rede nacional ontem a noite pelo Jornal Nacional da Rede Globo de Televisão. Por causa das denúncias, o diretor do presídio do Roger,  Dinamérico Cardim,  onde o detento se encontra, foi afastado até a conclusão da sindicância.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), José Mário Porto, disse recentemente em entrevista está indignado com as denúncias de tortura a presidiários na Paraíba e que vai instaurar  uma Comissão de Direitos Humanos para apurar as denúncias de maus tratos. Carlos José dos Santos deve ser transferido para o Presídio do Rio Grande do Norte para preservar sua integridade física. 

Vejam video 







A volta do Torturador 





O super atrapalhado Secretário da administração penitenciária, o coronel da Polícia Militar da Paraíba Washington França da Silva, conhecido por não receber os Diretores das unidades penais e também de passar o dia trancado na sua sala jogando video game, autor de várias trapalhadas na pasta. Nos últimos dias ele cometeu mais uma lambança quando nomeou como coordenador do Grupo de Operações Especiais Peniteciária (GEPOE) nada mais, nada menos que o ex-diretor do Presídio Foscolo da Nobrega(Roger) o Sr. Dimamérico Cardin um dos maiores torturadores da Paraíba.

 Relembrando um pouco a trajetória de Dinamérico no ano de 2009 foi demitido do cargo após varias denuncias de torturas, inclusive sendo exibido em rede nacional um vídeo onde o próprio diretor Dinamérico torturava os presos,  também o ex-diretor e agora agente penitenciário foi acusado de ter participado do espancamento que levou a morte  um preso por nome de Alexandre Valentina  conhecido como ( Madruga) que cumpria pena no presídio Pb1 em Jacarapé este foi espancado até a morte.

 Agora eu pergunto como pode uma pessoa desta ter sido nomeado como agente penitenciário e também receber a coordenação de um grupo tão importante da Seap? Por onde anda os processos que torturas e homicidios que ele responde? Com a palavra o senhor atrapalhado secretário. Pois toda sociedade tem certeza que o Governador Ricardo não tem conhecimento destes fatos, e sabemos que assim que ele o governador tomar conhecimento vai tomar providencia inerente ao caso.

 Pois segundo os próprios agentes penitenciários os desmando do Sr Dinamérico Cardin continua no último mês quando fazia uma incursão no presidio do Roger provocou os presos espancou e chegou a jogar spray de pimenta no presos, dizendo em alto e bom tom que  quem mandava no sistema penitenciario da paraiba era ele Dinamerico.





POSTADO POR EQUIPE FOCO PB.

28 de dezembro de 2012

PREFEITO LUCIANO AGRA ENCERRA SEU MANDATO VERGONHOSAMENTE SEM PAGAR O 14°SALÁRIO AOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO.


SERVIDORES ESPERAVAM RECEBER NESTE DIA 28 DE DEZEMBRO O SALÁRIO E O ABONO DA ESCOLA NOTA 10.



O Prefeito Luciano Agra encerrou negativamente e de forma vergonhosa o seu mandato a frente da prefeitura de João Pessoa ao não realizar o pagamento dos funcionários da educação do 14°salário, equivalente a premiação do escola NOTA 10.

Durante os últimos anos a prefeitura realizava uma premiação aos servidores da educação  em forma de incentivo ao melhor desempenho de cada escola e este pagamento ia de acordo com o índice de desempenho das mesmas e este pagamento era realizado juntamente com o pagamento do mês de dezembro, fato este que não ocorreu no atual ano.

A equipe do FOCO PB, passou todo o dia de hoje tentando falar com o prefeito Luciano Agra, com o seu chefe de gabinete, o SR° Ronaldo Guerra ou com o secretario da educação do município e além das atendentes das diversas secretarias que nos foi mandado ligar e que nada sabiam informar alé de que os mesmos ou não estavam na prefeitura ou estavam em constante reunião.

No fim da tarde conseguimos falar com o chefe de gabinete do prefeito(e que no ano que vem será o secretario de infraestrutura do município), o SR° Ronaldo Guerra e que fez a seguinte declaração:

"Não sei de onde tiraram essa ideia de que iriamos pagar o escola nota 10 este ano, pois todos os anos ele foi pago nos meses subsequentes ao da premiação e dividido em três parcelas pagas nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março e esse ano não será diferente."

Perguntamos ainda como a prefeitura realizaria o pagamento dos prestadores de serviços que não tivessem seus contratos renovados no ano que vem e o mesmo respondeu:

"Faremos o pagamento em qualquer canto que eles estejam, ou seja se forem relocados para outra secretaria o pagamento sera depositado em suas contas como todos os anos".

Questionei ao SR° Ronaldo sobre o pagamento nos anos anteriores, onde ele alega que era feito nos anos posteriores e em três parcelas, coisa que temos conhecimento não ser verídico tal afirmação, pois todos os funcionários da educação sempre receberam o escola nota 10 no ano corrente e o mesmo me respondeu de forma bastante áspera dizendo:

"Eu sei do que estou falando porque trabalho aqui e sei que jamais foi feito o pagamento da escola nota 10 no mesmo ano da divulgação do índice e sim no ano posterior e em três parcelas, agora se o SR° quer saber mais do que eu problema seu".

Após este ato grosseiro terminamos nossa conversa e continuamos sem a resposta que os servidores querem saber: QUANDO SERÁ PAGO O ESCOLA NOTA 10, CONHECIDO ENTRE OS FUNCIONÁRIOS COMO 14° SALÁRIO?

Queremos ressaltar aqui ao SR° Ronaldo Guerra algumas coisas:

1° É do conhecimento geral SR° Ronaldo, que o escola nota 10 era pago todos os anos praticamente junto com o pagamento do mês de Dezembro e se o SR° não sabia disso deve se informar mais a respeito do funcionamento das coisas da prefeitura até mesmo porque o sr° em um futuro bem próximo será secretario de uma secretaria deste órgão municipal.

2°Caso o contrato de algum prestador de serviços não seja renovado os mesmos não terão como receber o escola nota 10, pois caso o sr° não saiba ao não renovar o contrato a conta deste funcionário no Banco do Brasil é desativada e não existirá mais matrícula de tal funcionário para efetivar o pagamento.

3°Quero dizer ao sr° que o problema não é meu,realmente, pois nem funcionário desta conceituada instituição municipal faço parte, mas é meu dever informar e buscar a verdadeira situação de cada questão que envolva os direitos dos funcionários desta ou de qualquer outra autarquia e cabe ao sr° prefeito, seja ele quem for, ao sr° seja como chefe de gabinete ou secretário de infraestrutura ou qualquer cargo do auto escalão da prefeitura  ou do estado atender e explicar de forma educada e explicativa as ações feitas na prefeitura, pois é direito dos contribuintes acompanhar de perto as questões que envolvem a nossa cidade ou estado e é direito principalmente dos funcionários saberem a verdade sobre os seus vencimentos e situações dentro ou fora desta instituição e caso o sr° não saiba é nosso dever informar o fato verdadeiro de cada questão sem pôr ou tirar uma vírgula se quer.

Fica agora a pergunta de quanto será pago a escola nota 10?
A lamentar a situação de uma categoria que passa o ano inteiro se esforçando com um misero salário para educar nossos filhos e quando se tem uma gratificação de reconhecimento por este trabalho, o mesmo não é pago e nem satisfação a estes trabalhadores guerreiros é dado pelos seus superiores.

VERGONHOSO E LAMENTÁVEL SR° LUCIANO AGRA!!!!

ESTE É O STATUS QUE CARREGA O SR°RONALDO GUERRA:

Secretaria de Infraestrutura – Ronaldo Guerra - Empresário com experiência na área de infraestrutura desde que foi presidente da Empresa de Urbanização e Obras da Cidade de Olinda (PE), onde também foi Secretário de Governo e  atua há 22 anos no mercado de material de construção e atualmente é  Secretário de Articulação Política e Chefe de Gabinete do Prefeito Luciano Agra.









PUBLICADO POR: GRUPO DE AMIGOS RADIALISTAS.
  

15 de dezembro de 2012

IPM inaugura reforma de prédio que irá otimizar atendimento aos servidores aposentados e pensionistas



O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, inaugurou nesta sexta-feira (14) a nova Divisão de Tecnologia da Informação (Div-Tin) e a reforma nos setores de Arquivo e Digitalização do Instituto de Previdência do Município (IPM-JP). Por meio destas melhorias, que abrangem outras áreas da sede do Instituto, como a recepção e os setores de concessão e análise de benefícios, o atendimento ao servidor inativo da capital e a catalogação de dados cadastrais dos aposentados e pensionistas da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) será otimizado.
Em seu discurso durante a inauguração, Luciano Agra anunciou mais um benefício alcançado, que foi o pagamento do imóvel que abriga a sede do IPM, desapropriado em abril deste ano. Após a solenidade oficial e o descerramento da placa, o prefeito passeou pelo Espaço do Servidor, uma pracinha com área verde, criada entre as edificações, e que servirá como espaço de convivência dos funcionários do Instituto. “A estrutura digital montada aqui traz uma agilidade enorme no trato com os arquivos e com os próprios servidores, que, sem dúvida, serão beneficiados com esta nova Divisão”, afirmou o gestor.
Estrutura - A reestruturação nos setores do IPM conta ainda com a compra de 47 microcomputadores, 15 scanners e de um moderno arquivo deslizante, que ocupa menos espaço na sala e possuiu uma capacidade maior de armazenamento de pastas, superior a dos antigos armários de ferro, completamente substituídos. O processo de digitalização de todo o acervo das fichas cadastrais dos servidores vem sendo realizada deste setembro deste ano.
O superintendente do Instituto, Cristiano Henrique Souto, disse que além da construção da nova área, o conjunto de ações traçado como plano de metas para o Instituto de Previdência foi alcançado por completo em 2012. A implantação da identidade visual do IPM, a reformulação do organograma funcional da autarquia e a elaboração do Plano de Cargos e Carreira e Remuneração (PCCR), já encaminhado para avaliação do prefeito, são alguns dos destaques.
Além disso, no âmbito previdenciário, as duas renovações do Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP) obtidas este ano, que resultaram do cumprimento de 32 metas estipuladas pelo Ministério da Previdência Social, deixam a PMJP apta para receber recursos da União até março de 2013. “Aprendi com o prefeito Luciano, que todas essas ações que alcançamos não são mais do que uma obrigação para os servidores da capital, que trabalham muito por esta cidade”, ressaltou Souto.
Serviços online – Atuando junto ao Ministério da Previdência Social no envio de informações dos servidores inativos da capital ao Sistema Integrado de Informações Previdenciárias (Siprev) e ao Cadastro Nacional Informações Sociais (Cnis), a Divisão de Tecnologia da Informação do IPM-JP desenvolveu, recentemente, duas ferramentas para facilitar a abertura de demandas previdenciárias: o Formulário de Requerimento de Benefícios online e a emissão digital de contracheques.
Segundo Moacir Tenório, chefe da Div-Tin, esses dois sistemas foram criados pela equipe de Desenvolvimento e Suporte que integra este segmento organizacional da autarquia. “A emissão do formulário online evita a espera pelo atendimento. A partir do preenchimento, impressão e anexo da documentação necessária, o servidor pode ir diretamente ao setor de protocolo dar entrada em seu benefício”, esclareceu Moacir. O acesso a esses documentos poderá ser feito em casa, pela página do Instituto na internet (www.ipmjp.pb.gov.br).
VEJAM AS FOTOS!









POSTADO POR GENILDO ALVES/FONTE IPMJP

12 de dezembro de 2012

IPM-JP inaugura sistema informatizado de requerimento e emissão de contracheques online



Pensando em facilitar a concessão de aposentadorias e pensões aos servidores inativos da cidade, o Instituto de Previdência do Município de João Pessoa (IPM-JP) desenvolveu um novo sistema informatizado, onde o futuro beneficiário da autarquia poderá dar entrada em seu processo previdenciário sem sair de casa. Acessando a página do órgão na internet, o servidor terá acesso a um formulário online de solicitação de benefícios, desenvolvido pela equipe da Divisão de Tecnologia da Informação (Div-Tin) do IPM-JP. A partir do preenchimento e impressão deste documento, será dado o primeiro passo para a aposentadoria ou para a liberação de pensão por morte.
Para utilizar essa praticidade, o futuro beneficiário do IPM tem de acessar o site da autarquia, no endereço www.ipmjp.pb.gov.br. Caso o servidor não tenha acesso à internet, ele pode fazê-lo na casa de um amigo ou parente, ou mesmo na sede do Instituto de Previdência, localizada na Avenida Engenheiro Clodoaldo Gouveia, 166, no Centro, próxima à Avenida Pedro II.
Na página inicial do portal, será visualizado o menu “Central de Serviços”. O servidor deve seguir até a opção “Requerimento de Benefícios” e clicar nela. Aparecerão então três outras opções para escolha, a depender do serviço que você queira requerer: “Solicitação Aposentadoria”, “Solicitação Pensão”, ou “Solicitação Revisão”; esta última, refere-se ao pedido de revisão do benefício concedido pelo IPM.
Após escolher o benefício, o servidor será redirecionado para outra página, onde um formulário, semelhante à antiga ficha de requerimento em papel que o IPM disponibilizava, deverá ser preenchido. Depois de conferir os dados nele dispostos, o documento deverá ser impresso e, anexado a ele, os documentos abaixo descriminados (ver lista). Por fim, portando toda a documentação necessária, dirigindo-se à sede do IPM-JP, o servidor deve procurar pelo Setor de Protocolo na recepção do Instituto e formalizar o pedido de abertura do processo.
Este é a primeira fase de implantação do novo sistema de concessão online de benefícios. “O objetivo da autarquia, num futuro próximo, é otimizar o tempo que o processo leva para percorrer os órgãos competentes na prefeitura, além de eliminar a peregrinação do aposentado ou pensionista ao Instituto enquanto seu requerimento é avaliado”, é o que afirma Cristiano Henrique Souto, superintendente do IPM-JP. Nesta nova fase projeto, após a abertura online do processo, o pedido será registrado num banco de dados e o servidor se dirigirá ao Instituto apenas para deixar as xérox do seus documentos e buscar sua portaria, já como servidor inativo de João Pessoa.
Emissão de contracheques
Além da praticidade acima, o IPM-JP também disponibilizou em seu site o serviço online de impressão de contracheques. Agora, o aposentado ou pensionista poderá imprimir em casa o holerite que ateste sua comprovação de renda, sem necessidade de se dirigir ao Instituto para requerê-lo. Antes, para acessar o sistema, o beneficiário deverá efetuar um cadastro único na sede do Instituto, onde uma senha será gerada.
“Achamos mais seguro o beneficiário vir aqui e cadastrar uma senha, do que fornecer um código padrão. Como a maior parte do nosso público é idoso, trabalhamos para que eles sejam autônomos, conhecendo sua senha, podendo, assim, ter acesso ao seus contracheques por conta própria”, explica o superintendente da autarquia. Para efetuar esse cadastro, o interessado deve dirigir-se à sede do IPM-JP e procurar pelo Setor de Manutenção de Cadastro.
Depois que a senha for gerada, o acesso pode ser efetuado a partir da página do Instituto. Clicando- se na opção “Contracheque Online”, no menu esquerdo na tela principal da página, o beneficiário será redirecionado para outra página, que apresentará ao servidor inativo ou pensionista a opção de escolha: “validar contracheque” ou “contracheque”, o último deve ser escolhido no caso do objetivo ser a emissão desses documentos.
A página também poderá ser acessada para atestar a autenticidade do holerite. Se o aposentado ou pensionista efetuar uma compra, ou firmar um contrato de crédito que necessite comprovação de sua renda, a loja ou órgão poderá confirmar se o documento é verdadeiro: na opção “validar contracheque” ele registrará o código impresso no contracheque e o sistema indicará a sua veracidade.
Melhorias
O IPM-JP conclui esta semana a reforma na sede do instituto. As melhorias nas seções de Suporte e de Desenvolvimento, bem como nos Setores de Arquivo de Digitalização serão entregues na próxima quarta (12), pelo prefeito Luciano Agra. Dentre outras benfeitorias entregues nos últimos meses estão: a compra e entrega de modernos arquivos deslizantes, que facilitaram a catalogação e a consulta aos dados pessoais dos servidores inativos da capital; a implantação da gestão eletrônica de documentos (GED), bem como do sistema eletrônico de controle de estoque; aperfeiçoamento do controle patrimonial; a aquisição de móveis novos e funcionais, 47 microcomputadores e 15 scanners.
Lista – Documentação necessária para requerer benefícios
• Aposentadoria Voluntária por Tempo de Contribuição ou Voluntária por Idade:
- Identidade;
- CPF;
- Portaria de contratação emitida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP);
- Carteira profissional;
- Certidão de casamento;
- Comprovante de residência atualizado, que inclua o Cep do seu endereço.
Caso você tenha acumulado tempo de serviço em outro lugar, além do tempo em que trabalhou como servidor(a) da PMJP, você ainda vai precisar dos seguintes documentos:
- Certidão original de tempo de serviço externo;
- Expediente de averbação (tempo de serviço prestado a outras instituições, registrado em um documento oficial);
- Último contracheque emitido pelo local onde você trabalhou.
• Aposentadoria por Invalidez
- Identidade;
- CPF;
- Portaria de contratação emitida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP);
- Laudo médico que ateste sua incapacidade definitiva e que inclua o número da Classificação Internacional de Doenças (Cid) referente à sua enfermidade;
- Comprovante de residência atualizado, que inclua o Cep do seu endereço.
Caso você tenha acumulado tempo de serviço em outro lugar, além do tempo em que trabalhou como servidor(a) da PMJP, você ainda vai precisar dos seguintes documentos:
- Certidão original de tempo de serviço externo;
- Expediente de averbação (tempo de serviço prestado a outras instituições, registrado em um documento oficial);
- Último contracheque emitido pelo local onde você trabalhou.
• Pensão vitalícia ou temporária:
- Identidade e CPF do dependente que está requirindo a pensão (xerox);
- Identidade e CPF do servidor falecido (xerox);
- Portaria de nomeação/contratação ou aposentadoria do servidor falecido (xerox);
- Carteira de de trabalho do servidor falecido;
- Certidão de óbito do servidor falecido;
- Comprovante de residência atualizado, que inclua o Cep do seu endereço.



POSTADO POR GENILDO ALVES/FONTE IPMJP.

15 de novembro de 2012

Paraíba Urgente entrevista o elaborador do projeto do CERISAP-JP




O portal Paraíba Urgente, entrevistou, com exclusividade, o responsável pela elaboração do projeto do CERISAP (Centro de Reabilitação Integrado em Saúde e Apoio Psicopedagógico, de João Pessoa), o Antônio Vieira, popularmente conhecido por Tony.
Confira a entrevista:
PARAÍBA URGENTE: o que é o CERISAP?
TONY: CERISAP – Centro de Reabilitação Integrado em Saúde e Apoio Psicopedagógico.
É uma Instituição Filantrópica em Saúde Comunitária – ONG (Já prontinha para se tornar uma OSCIP, que é uma ONG dentro dos padrões da Lei vigente, que preza pela Ética e Transparência em todas as suas Ações Administrativas/Sociais/Fiscais e Financeiras).
Atenderemos GRATUITAMENTE:
Crianças, Adolescentes, Gestantes, Adultos, Idosos, Pessoas Especiais e/ou com Mobilidade Reduzida (Sequelados por acidentes).
PARAÍBA URGENTE: como funcionará os atendimentos?
TONY: atenderemos com consultas Pré-AGENDADAS, em Reabilitações de Média e Alta complexidade, em uma Sede Pólo, de Segunda a Sexta, das 07h30 ás 17h30.
Bem, estamos em fase final de implantação deste Projeto Socialem Saúde Comunitária.
PARAÍBA URGENTE: quem serão os beneficiados com o CERISAP?
TONY: os beneficiados serão todas as famílias carentes da grande João Pessoa, e também apta a receber pessoas de cidades vizinhas, onde serão disponibilizados atendimentos específicos, para tratamento e Reabilitação, sejam elas em média e alta complexidade.
Já temos uma equipe com 40 Profissionais, em diversas áreas de Saúde como:
  • Assistentes Sociais;
  • Psicólogos;
  • Fisioterapeutas;
  • Fonoaudiólogos;
  • Nutricionistas;
  • Pedagogos (Formados);
  • Psicopedagogos;
  • Terapeuta Ocupacional;
  • Educadores      Físicos (Voltados para a 3ª idade/Idosos carentes, como também para      Adultos);
  • Professoras      de Artesanato (Para as oficinas artesanais de inclusão do Paciente/sua      Família, podendo gerar renda para os mesmo, ajudando-os em seu sustento);
  • Pedagogo em Artes      (Formado pela UFPB), para Terapias artísticas, levando a arte como      instrumento de ressocialização para as crianças, adolescentes e adultos;
  • Enfermeira (Voltada para o campo      Social);
  • Médicos: Psiquiatra, Neurologista,      Reumatologista e Ortopedista;
  • E uma equipe de Apoio Administrativo.
PARAÍBA URGENTE: quais os dias e horários de atendimento?
TONY: não queremos ser apenas mais uma, mais sim, uma Unidade de ajuda diferente de muitas, queremos atuar diretamente, com ações reais e constantes e será disponibilizado um Pólo para atendimentos de Seg. à Sexta, das 07h30 ás 17h30.
E nos Fins de Semanas, levaremos nosso trabalho com Ações Sociais Externas, para diversos Bairros da grande João Pessoa (Todo Fim de Semana em um bairro diferente), através de parcerias que buscaremos fazer, visando viabilizar este conjunto de Ações.
PARAÍBA URGENTE: como o projeto foi apresentado?
TONY: o Projeto foi apresentado, por um Deputado Federal de João Pessoa, já que o mesmo levou pessoalmente o Projeto para apreciação em Brasília-DF, na qual, foi aprovadíssimo, com Louvor e sem Ressalvas (Sem erros), pelo conjunto de Ações, e por estar dentro do que rege as Leis do 3° Setor (Ong’s e OSCIP’s), pela lisura a que se propõe, com total Transparência ADM/FINANCEIRA/Fiscal, que será imposta e colocada em prática de forma imediata.
Sendo considerado um Projeto a nível Nacional, podendo ser implantado em qualquer lugar do país, e foi aprovado, podendo captar convênios e recursos Federais. É nosso, é 100% Paraibano. Está pronto para implantação e funcionamento.
Obs. Porém, o que mais me deixou chateado, foi à falta de compromisso que nossos Parlamentares/Políticos locais (Alguns que já tiveram acesso ao a leitura do Projeto) têm com o Povo carente, não se movem, acredito eu, que esta inércia esteja ligada com o descaso, com a mais profunda falta de humildade com o semelhante carente, falta de humanidade, etc., porque este Projeto poderá dar uma ajuda importante nos Problemas da Saúde como uns todos, como podemos perceber claramente, indo aos Postos de Saúde nos Bairros, e nos Hospitais espalhados pela cidade, onde faltam Profissionais específicas, como: Nutricionista, Fisioterapeutas, Fonoaudiólogos, Terapeuta Ocupacional, etc.
PARAÍBA URGENTE: quais os benefícios que a CERISAP trará para os bairros?
TONY:
COMÉRCIO LOCAL
O Projeto visa ajudar o comércio local do bairro onde será implantado, porque buscaremos parcerias entre a CERISAP – Centro de Reabilitação Integrado em Saúde e Apoio Psicopedagógico.
Vamos reunir os pequenos e grandes comerciantes do bairro, e sugerir a todos, que dêem descontos para os pacientes assistidos, em troca terão muito mais vendas em seus negócios, com a procura pela promoção, e movimentando o comercio local do bairro, todos crescem, haja vista, que a demanda de paciente na CERISAP, será enorme, o nosso Centro de Reabilitação, estimamos que possamos ter uma demanda com cerca de 12.000 pessoas/ por ano, (podendo este número aumentar, conforme forem chegando os recursos de convênios formulados, para a ampliação de toda a estrutura do Projeto da CERISAP).
GERANDO EMPREGOS DIRETOS
Além disso, gera empregos diretos, com carteira assinada, tudo dentro da Lei trabalhista,falamos em 40 Profissionais, pais de Família, que trabalharão, para dar condições dignas de um atendimento ao paciente, com: profissionalismo, dedicação, respeito e dignidade a todos.
Já iniciamos contatos com algumas Instituições de Ensino Superior/Faculdades em João Pessoa, buscando futuras parcerias, proporcionando aos seus alunos, Estágios supervisionados, nas diversas áreas em que atuaremos.
VÁRIOS PROFISSIONAIS ATENDENDO EM UM SÓ LOCAL.
Todos os Profissionais de Saúde necessários para uma completa Reabilitação, e de forma GRATUITA para os pacientes, e reunidos num só local, isso evita gastos com vários transportes, indo de um lugar a outro, para marcar consultas e retornar posteriormente, ou tempo perdido com os constantes deslocamentos excessivos, em busca de locais para seus tratamentos (Uma peregrinação constante hoje em dia).
COMO ATENDEREMOS O PACIENTE?
Será feito inicialmente uma triagem, e sendo detectado algum tipo de problema o paciente será encaminhado (a) para o Profissional competente ao seu caso, e após avaliação clínica do Profissional, será agendado o (s) dia (s) de atendimento (s) a este paciente, até sua total Reabilitação.
Obs: Atendendo os pacientes por Agendamentos, evitam-se tumultos no local, gastos desnecessários com passagens e tempo de espera. Buscamos um atendimento  humanizado, com ética, respeito e profissionalismo.
CRIAÇÃO DO CENTRO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO
Será destinado ao atendimento de alunos com dificuldades de Aprendizagem escolar,super ativos, com problemas de relacionamento em Família/em Sala de Aula e/ou com seus Professores. Será oferecido todo um acompanhamento deste Aluno, com uma equipe composta por: Pedagogo, Psicopedagogo, Terapeuta Ocupacional, Psicólogo, outros Profissionais que se fizerem necessários, buscando tratar e Reabilitar o Aluno/paciente, para sua ressocialização seja na Escola, na Família, ouem sua Comunidade. Reabilitações assim, ajudam o Aluno como cidadão, ajuda a Escola em sua formação, ajuda a Família no trato do dia a dia, enfim, o paciente poderá compreender e valorizar a relação com as outras pessoas, como forma de ressocialização e respeito mutuo, para um futuro melhor na sua vida. Acredito que não temos muitos Centros de Apoio Pedagógicos como estes, disponíveis para pessoas carentesem nossa Cidade.
Obs: Não devemos desistir de nossos filhos, jamais, e sim, procurar ajuda quando necessário, permitindo-lhe uma melhor qualidade de vida.
INCLUSÃO SOCIAL DA FAMÍLIA, E UMA GERAÇÃO DE RENDA
Além de atender o paciente, a CERISAP Saúde Comunitária, dará acompanhará a Família do paciente, dando-lhes atenção especial, trazendo-os para a nossa Instituição, onde participarão de reuniões, palestras, etc., onde serão DEVIDAMENTE orientados, e caso necessitem, poderão ser encaminhados para buscar alguma ajuda em diversos programas sociais do Governo. Poderão aprender uma atividade que lhes garantam uma renda extra, ajudando-os em seu sustento em casa, em uma das várias opções de Oficinas de Artesanato que iremos disponibilizar para as Famílias e os Pacientes atendidos, buscando sua ressocialização na Comunidade.
A CERISAP irá criar um Bazar quinzenal (Será debatido com todos), para que possam expor e vender as peças feitas por eles, dentro da própria Comunidade e/ou participando diretamente das Ações Sociais Externas pelos bairros nos Fins de Semana, expondo seus trabalhos, (INCLUSÃO SOCIAL direta). Ações assim, permitirá as Famílias carentes uma melhor qualidade de vida.
A EDUCAÇÃO, A ARTE E O ESPORTE COMO FERRAMENTAS FUNDAMENTAIS PARA SE BUSCAR/RESGATAR A ESTRUTURA FAMILIAR.
Através das Oficinas de Artes ou de Artesanatos, incentivos as práticas esportivas saudáveis, será possível ajudar no combate, a um “futuro” desvio de conduta, já que muitos jovens, que foram por um caminho ruim, não tenham tido reais opções em suas vidas, e vendo o descaso com suas Famílias, podem ter ajudado a esta desigualdade social, e acredito, tratando-os (A Família como um todo) de forma preventiva, poderemos dá uma resposta positiva junto a Sociedade, em busca de uma vida com mais dignidade e respeito.
CAMINHOS PARA NOVAS AÇÕES SEMELHANTES, POR PARTE DOS POLÍTICOS E GOVERNOS LOCAIS.
Com o conjunto de Ações que estamos aqui propondo para atuar num Bairro da Capital, e vendo resultados frutíferos no Projeto da CERISAP, esperamos que isso possa ser um espelho, para que os Parlamentares e os Governos locais (Vereadores, Deputados, Prefeito e Governador), possam de fato acordar para problemas graves como estes da Saúde, e que estão expostos diariamente em cada canto da nossa cidade. Precisamos lutar e defender com mais garra soluções reais, diretas e constantes, o que infelizmente até agora, as ações impostas por eles, estão além do esperado (funcionam por um tempo, e caem no descaso, como todos nós sabemos).
DIVULGAÇÕES SOCIAIS E CULTURAIS nos bairros
Divulgaremos todas as nossas Ações Sociais, levando ao conhecimento de toda a População, todo o trabalho Filantrópico da CERISAP, onde muitas vezes, as Famílias carentes, e sem planos de saúde, não possuem tantas opções para buscar um tratamento GRATUITO digno, para alguns de seus entes queridos, o que muitas vezes, causam revoltas dentro do eixo Familiar, gerando desgastes comportamentais em algum membro (podendo haver desvios de conduta), e esta é uma clara realidade nos dias de hoje, precisamos evitar isso, buscando mecanismos sociais, já que todos nós da Sociedade como um todo, temos um parcela nesta responsabilidade Social.
FINALIZANDO
Além dos Atendimentos em Saúde e Reabilitação, de palestras sócias educativas, Ações Sociais externas, encaminhamentos diretos para outros Centros de atendimentos mais específicos no Estado, caso necessitem, das Visitas Domiciliares, das Festas beneficentes realizadas pela Instituição, entre outras Ações que serão criadas posteriormente.
Este é um pouco do trabalho que estamos propondo, e como atuaremos em benefícios das Famílias de uma maneira geral.
Espero que vocês tenham entendido um pouco da proposta deste Projeto da CERISAP Saúde Comunitária.
PARAÍBA URGENTE: obrigado Tony e o espaço está aberto para que você possa fazer suas considerações finais.
TONY: queremos agradecer a essa importante oportunidade que o Paraíba Urgente está nos dando e dizer que a partir de Dezembro desse ano estaremos chegando com força total. Obrigado
CONTATOS:
Nome: Antônio Vieira (Tony) – Responsável pela elaboração do Projeto da CERISAP
Fone: (83) 8600-2225
E-mail pessoal: anthony.com.jp@hotmail.com
E-mail: cerisap@hotmail.com
Twitter: @Tonyjppb
Facebook 1: Cerisap Saúde Comunitária
Facebook 2: Cerisap Saúde Comunitaria (Sem acentuar a palavra Comunitaria).

Presídio Regional de Sapé recebe visita de membro do DEPEN.




   A direção do presídio regional de Sapé, recebeu a visita da Dr. Gisele Pereira Peres, coordenadora da comissão especial do DEPEN. Recepcionada pela direção daquela unidade a Dr. visitou todas as dependências daquele presídio na companhia do professor Marcone Amorim da gerência de ressocialização, juntamente com o diretor Silva Neto e outros membros da gerência de ressocialização da SEAP, onde a mesma conversou com reeducando e pôde observar que naquela casa existe um processo de ressocialização em execução, haja vista que a mesma pôde observar em loco, os reeducando trabalhando na reforma da unidade como também ouviu canções entoadas pelo grupo de louvor  "Ressocializando", formado por reeducando daquela unidade. 

      A Dr. disse estar muito satisfeita pelo que viu e ouviu naquela unidade, pois a motivação que a levou a visitar aquela unidade foi para conhecer pessoalmente aquilo que a imprensa nacional já havia noticiado. O professor Marcone Amorim disse "se sente muito bem ao chegar naquela casa, pois ali há um efetivo trabalho de ressocialização em andamento". 

    Um dos reeducando falou em nome de todos, Francisco Hélio disse da felicidade de poder receber a visita da Dr. Gisele e dos membros da gerência de ressocialização da SEAP, pois a referida gerência na pessoa da Dr. Ziza Maia e sua equipe, tem tratado a todos os reeducandos da Paraíba com respeito e dignidade, finalizou. O diretor, Silva Neto agradeceu a membros do DEPEN, e aos membros da gerência de ressocialização da SEAP, e disse  que os presídios da Paraíba foram transformados da água para o vinho, graças ao empenho do excelentíssimo governador Ricardo Coutinho, que veio para mudar não só os presídios, mais toda a Paraíba, pois no atual governo socialista todos os paraibanos tem a oportunidade de desempenhar as suas habilidades, a exemplo o que está acontecendo nesta casa prisional, finalizou o diretor. 

VEJAM AS FOTOS:




POSTADO POR GENILDO ALVES.

10 de novembro de 2012

NOTICIAS QUENTES AGORA NO BLOG FOCO PB


Voar fica mais caro na capital mineiraPreços de passagens aumentam em mais de 15%


 (EM/D.A/Press)
O preço da passagem aérea doméstica em Belo Horizonte está na contramão do resto do país. No Brasil houve recuo de 36% no valor nos últimos dez anos, segundo balanço da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Na capital, no entanto, houve aumento de 15,52% em outubro deste ano, depois de alta de 5,55% em setembro, segundo levantamento do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A tarifa aérea média doméstica foi de R$ 272,64 no primeiro semestre de 2012, valor 36,2% menor em relação ao mesmo período de 2002, quando ficou em R$ 427,16, segundo a Anac. Ainda de acordo com a Anac, o valor referente ao segundo trimestre de 2012, de R$ 258,59, teve redução de 6,2% se comparado ao mesmo período do ano passado.

A grande questão que surge é: o trabalho do governo de transformar o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, como hub (ponto de conexão) nacional, pode encarecer os preços das tarifas locais? O especialista em aviação Renato Cláudio Costa avalia que o fato de a capital estar “no meio do caminho” entre várias cidades, como Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, pode elevar os preços das passagens locais. 

“Quem quiser vir para Belo Horizonte pode acabar pagando mais, pois na verdade aqui será a cidade de passagem para outras”, diz . Há ainda outro fator que pode ajudar a encarecer os preços dos bilhetes aéreos na capital, avalia Costa. “O preço da passagem depende da oferta e demanda. Se o mercado está comprador, o preço sobe”, diz. Ele ressalta que o valor da passagem de avião é cobrada através de um mix tarifário que inclui de três a quatro preços de passagens. 

O aeroporto de Confins tem a seu favor a localização estratégica, o centro nacional de manutenção da Gol e a taxa competitiva do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o querosene de aviação. Algumas companhias aéreas já se movimentam para transferir voos de outros estados para Confins. A iniciativa aconteceu principalmente com a Gol, que reduziu voos em Brasília, com grandes chances de serem transferidos para Belo Horizonte.




Consumir exige boa performanceSeja qual for a sua característica, quando o assunto é comprar, consultores financeiros dizem que é preciso ter sabedoria tanto para juntar dinheiro quanto para desembolsá-lo


Guilherme Águido assume que gosta de comprar e já está de malas prontas para a Black Friday, nos EUA: 'Quando compro sinto um prazer indescritível' (EULER JÚNIOR/EM/D.A PRESS)
Guilherme Águido assume que gosta de comprar e já está de malas prontas para a Black Friday, nos EUA: "Quando compro sinto um prazer indescritível"
O advogado Guilherme Águido, de 27 anos, tem uma queda além do comum pelas compras. Em novembro, ele vai passar uma semana nos Estados Unidos. O que o levou a marcar a viagem foi uma liquidação, a Black Friday, que ocorre no dia seguinte ao feriado de Ação de Graças e oferece descontos de até 90% nos mais variados segmentos do consumo. Águido planeja comprar roupas, celular e outros produtos. A passagem foi comprada num site de descontos. “Quando compro sinto um prazer indescritível”, reconhece. A dentista A. M. L., de 49, ao contrário, é tomada pela aflição se o assunto é gastar dinheiro. Em viagens internacionais com os amigos, recusa-se a comer nos restaurantes escolhidos por eles porque acha muito caro. Quando o marido a convida para ir ao cinema, calcula que gastará no mínimo R$ 50, e logo desanima. “Tento não economizar demais, mas não está em mim. Não tenho controle.” 

Guilherme e A. são consumidores opostos, entretanto, ambos devem enfrentar desafios nas compras, já que o Brasil será o quinto maior mercado consumidor do mundo em 2020, movimentando R$ 3,5 trilhões e superando economias como da França, Inglaterra e Itália, segundo o  estudo Perspectivas da economia brasileira, elaborado pelo Ministério da Fazenda. Para ter ideia, hoje, o país já lidera o ranking de consumo de perfumes e está em terceiro lugar quando os itens são computadores e geladeiras. “Já tive um cliente que juntou dinheiro a vida toda, chegando a R$ 5 milhões, a custo sacrifício total. Depois perdeu tudo ao entrar num negócio no qual não tinha experiência. Ele caiu em depressão”, afirma Erasmo Vieira, consultor de finanças. De acordo com ele, é preciso saber ganhar dinheiro, mas também é necessário saber gastar. “É preciso viver em paz com o dinheiro, ter sonhos e realizá-los, como por exemplo comprar imóveis, fazer uma viagem. Dinheiro foi feito para gastar. Mesmo quando se guarda para o futuro, alguém vai gastá-lo um dia.” 
Maria de Lourdes de Souza economiza 80% do salário: 'Construí uma casa de nove cômodos' (MARCOS VIEIRA/EM/D.A PRESS)
Maria de Lourdes de Souza economiza 80% do salário: "Construí uma casa de nove cômodos"

Não existem estatísticas seguras que indiquem qual o percentual da população brasileira ou mundial se enquadra na lista dos compradores compulsivos, mas estima-se que, em média, 3% da população sofra com o transtorno. Para os econômicos em excesso, definitivamente não há números. Mas todo mundo conhece um. Frederico Garcia, professor do Departamento de Psiquiatria e coordenador do Centro Regional de Referencias e Dependência da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), explica que em geral as pessoas que possuem avareza extrema têm personalidade obsessiva, caracterizada pela rigidez de pensamento. “Para elas, correr riscos gera uma ansiedade muito grande e a retenção vem para evitar a ansiedade oriunda do medo de perder o controle”, explica. Já os dependentes de compras sofrem de ansiedade de maneira constante e ficam mais tranquilos quando gastam. “Essas pessoas gostam de correr riscos, de investir, de ver o que vai dar e de satisfazerem a si mesmas.” 

Sem significado
Ainda que adotem atitudes opostas no que se refere à forma de lidar com o dinheiro, o advogado e a dentista têm algo em comum: uma relação patológica com a propriedade, já que os produtos que o gastador compulsivo acumula, muitas vezes sem sequer usar, e o dinheiro que o poupador doentio deixa de gastar acabam caindo na mesma falta de significado. L.U.G., de 55, já foi empresário bem-sucedido, mas acabou perdendo tudo e hoje está desempregado. Com dois filhos em idade escolar, mensalidades do colégio sempre atrasadas e dívidas com amigos, parentes e amigos de parentes, vendeu tudo o que tinha, inclusive os cristais e as roupas de cama de sua casa. Hoje, vive de bicos. Mesmo assim, quando recebeu um dinheiro extra, não hesitou em comprar uma cama de R$ 3 mil e continua não dispensando as roupas de marca.

Equilíbrio é possível 

A médica Naila diz que se reeducou financeiramente e conheceu 25 países (PAULO FILGUEIRAS/EM/D.A PRESS)
A médica Naila diz que se reeducou financeiramente e conheceu 25 países
Entre a gastança e a vida do Tio Patinhas, há um equilíbrio possível, mostra a experiência bem-sucedida de pessoas que viraram a mesa e assumiram o controle de suas finanças e os desafios de gastar de forma consciente. Foi o que ocorreu com a médica reumatologista Naila Trícia do Espírito Santo, de 37 anos, que, segundo ela, gastava de forma inconsciente, embora nunca tenha se considerado uma consumidora compulsiva. 

“Ganho bem, por isso nunca me endividei. Mas houve uma época em que trabalhava em sete empregos para dar conta de tudo o que consumia”, revela. Hoje, a situação mudou. Depois de fazer cursos na área, a médica ganhou mais uma profissão e passou a atuar também como educadora financeira. “Antes, só viajava para congressos, mesmo tendo sete empregos. Depois, mesmo trabalhando muito menos, já conheci 25 países”, comemora. 

A cuidadora de idosos Maria de Lourdes de Souza, de 58, é obsecada por poupar. Economiza cerca de 80% do salário a cada mês e só vai às compras em situações-limite, como ocorreu na quarta-feira, quando pisou pela segunda vez num shopping. “Construí uma casa de nove cômodos em Lafaiete e outra de cinco no lote da minha mãe, na roça. Sempre fui econômica. A vida me ensinou”, diz. Mesmo com uma poupança acumulada há 20 anos, ela abriu mão da academia porque acha a mensalidade de R$ 100 muito cara. “Penso que posso precisar desse dinheiro no futuro. Acho que vou começar a gastar quando me aposentar. Aí quero viajar e aproveitar a vida.” (ZF)