15 de dezembro de 2011

Queda de braço: Fla e Al Hilal longe de acordo sobre Thiago Neves

 
Thiago Neves do Flamengo (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)De férias, Thiago Neves aguarda definição do caso
(Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
A renovação de Thiago Neves virou novela. A queda de braço entre Flamengo e Al Hilal não chegou ao fim nesta quinta-feira, como havia previsto o empresário do jogador, Léo Rabello. O clube da Arábia Saudita não consegue convencer o Rubro-Negro a pagar os R$ 18 milhões por 90% dos direitos econômicos do meia em um período mais curto do que os dois anos e meio propostos pelo Fla. Sendo assim, a permanência do camisa 7 na Gávea continua ameaçada. O Flamengo é dono de 10% e tem contrato de empréstimo com Thiago até o próximo dia 31.
- É uma verdadeira queda de braço mesmo. O Flamengo avisou ao Al Hilal que não vai apresentar uma nova proposta de pagamento, e o Al Hilal não quer aceitar receber em tanto tempo. Nos falamos todos os dias e estamos negociando. Mas o jogador está aqui, estou otimista e esperamos que tudo se resolva – explicou Léo Rabello.
Também nesta quinta, a presidente Patricia Amorim voltou a dizer que a solução depende muito mais do jogador e do empresário do que do Flamengo. Manter Thiago Neves no plantel é uma das prioridades da mandatária. Caso os clubes se acertem, a intenção é firmar um contrato de três ou quatro anos com ele.
- O Flamengo se posicionou que ele (Léo Rabello) tem de equacionar a proposta com o clube árabe. Acredito que nossa proposta será aceita até amanhã ou até segunda-feira da semana que vem - disse o vice de finanças rubro-negro, Michel Levy, em entrevista à Rádio Globo.
Além dos rubro-negros, o Fluminense aguarda a solução do caso. O Tricolor está atento e, caso Thiago Neves não renove com o rival, pretende entrar forte no negócio.





POSTADO POR MARTIS/G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário