1 de dezembro de 2011

BOMBAS DO FOCO PB.

INSEGURANÇA: Apelo dos cidadãos de Mari-PB ao Governador Ricardo Coutinho.

INSEGURANÇA: Apelo dos cidadãos de Mari-PB ao Governador Ricardo Coutinho
O município de Mari, situado no Brejo paraibano, tem enfrentado nos últimos meses, um aumento absurdo no número de assaltos, homicídios, usuários de drogas e crimes diversos.
A população amarga dias de tensão e insegurança num município onde antes era possível dormir de portas abertas sem que "donos do alheio" ou assassinos sanguinários agissem de forma tão audaz e livre. Traduzindo em palavras do cidadão comum, Mari vive hoje um pesadelo jamais imaginado antes por seus munícipes. O mariense sai de sua casa e leva consigo a dúvida de não saber se volta ou se encontrará seu lar como o deixou. Temendo pelo pior, muitos preferem nem sair e trocam a liberdade de ir e vir a qualquer hora, pela mínima segurança do aconchego do lar. E nesse isolamento, o que resta ao cidadão é a angústia de um grito aprisionado de socorro, muitas vezes intimidado pelos estampidos de uma arma de fogo na calada da noite ou até mesmo à luz do dia.

Mais um corpo tomba crivado de bala ou retalhado a lâminas em um ponto da cidade. Mais uma vez, não se sabe do paradeiro do(s) assassino(s) ou pelo menos quem seja(m). Ninguém viu e ninguém sabe de nada. Afinal, qual cidadão de bem, pai ou mãe de família teria a coragem de servir de testemunha contra criminosos impunes que podem voltar a qualquer momento? Ninguém quer ser a próxima vítima, pois em uma sociedade regida pela impunidade ninguém atreve-se ao risco de tornar-se um "HERÓI" MORTO. E a única opção que os cidadãos tem tido é o silenciar de seu LUTO. Enquanto isso, a onda de medo causado pela INSEGURANÇA espalha-se contaminando aos marienses, que além dos tantos problemas sociais ganham um novo peso em seu fardo já quase insuportável.

Não há sensacionalismo algum no que aqui é relatado. Para se ter uma ideia da situação, em menos de dez dias, neste pequeno município de pouco mais de vinte e um mil habitantes, cinco homicídios foram contabilizados; todos jovens, alguns com suspeita de envolvimento com drogas, outros envolvidos com o mundo do crime e outros apenas cidadãos, que por algum acaso tiveram suas vidas ceifadas com extrema brutalidade. Perdeu-se a conta dos tantos homicídios, assaltos e ações criminosas que a cidade de Mari tem enfrentado de alguns meses para cá. Independente de qualquer coisa, o que justificaria essa barbárie toda? Onde estão os líderes políticos, Deputados, Senadores e entes do Governo do Estado, além de seu representante maior, que fazem questão de estar na cidade durante festas e eventos de repercussão na mídia, para proferirem discursos fortes e de progresso, principalmente, durante o período eleitoral, onde o interesse é angariar votos para chegarem ou permanecerem no poder? Por onde anda o Ministério Público do nosso município? O que tem feito contra essa CARNIFICINA? Onde está a JUSTIÇA? Qual destes se fez presente no sentido de tomar atitudes concretas quanto a caótica situação da segurança do município?

Não foi para serem coniventes com essa DESGRAÇA que elegemos representantes a nível de Município, Estado ou País! E em nome de uma sociedade mariense, composta por homens e mulheres de bem, que sofrem diariamente e sonham com dias melhores para o município de MARI, o Blog Mari Fuxico e FOCOPB. faz este APELO diretamente ao Excelentíssimo Senhor Governador do Estado da Paraíba, Ricardo Vieira Coutinho, para que tome uma atitude e direcione ações URGENTES no sentido de prover SEGURANÇA PÚBLICA, não só fazendo valer cada voto da maioria deste município que o elegeu GOVERNADOR, mas fazer valer o direito constitucional de cada cidadão desta terra chamada Mari, que não aguenta mais tanta VIOLÊNCIA e IMPUNIDADE e que incessantemente, clama por JUSTIÇA e PAZ.

Em nome de cada mariense, preferimos confiar que providências virão e esperamos que o grito de SOCORRO e ANGÚSTIA desse povo, possa tornar-se um suspiro aliviado de PAZ e AGRADECIMENTO.

Registre-se o nosso apelo ao Senhor Governador!

Município de Sapé-PB comemora 86 Anos de Emancipação Política nesta quinta - Veja atrações!.

Município de Sapé-PB comemora 86 Anos de Emancipação Política nesta quinta - Veja atrações!
A Praça de Eventos João Úrsulo Ribeiro Coutinho será o palco do evento de comemoração dos 86 anos de emancipação política do município. A prefeitura de Sapé promove na quinta-feira, dia 1º de dezembro, a festa de aniversário com as bandas Mastruz com Leite e Forró Pegado e o Show do cantor Duquinha, a partir das 21h.

No setor de Saúde, o prefeito anuncia a entrega, ainda no mês de dezembro, de duas ambulâncias convencionais e dois veículos Kombi, destinados ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e ao Programa Saúde na Escola (PSE); as inaugurações da base do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), que já inicia com os serviços de duas ambulâncias e equipes habilitadas; o Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPS-AD) “Nise da Silveira”, que é destinado a acolher e cuidar de pessoas com dificuldades decorrentes do uso prejudicial de álcool e/ou outras drogas e a reforma de vários postos de saúde.

João Clemente Neto também entrega neste dia primeiro, várias obras à população, dentre elas, serão inauguradas a nova iluminação e a pavimentação em paralelepípedos de todo o Bairro Francisco Felizardo, que interliga o Centro do município ao bairro de Nova Brasília, e o calçamento de cinco ruas do Bairro Santa Marina. O prefeito ainda anuncia investimentos em obras, que contemplam o Distrito Rural de Inhauá, com a construção de uma praça; saneamento básico no valor de R$ 6,5 milhões, contemplando todo o perímetro que abrange os bairros Renato Ribeiro, Abel Cavalcante, Agrovila e o conjunto José Feliciano da Silva; a construção de uma lagoa de estabilização e investimentos na educação com a reforma de mais 6 escolas na zona rural e uma na zona urbana. As escolas já em fase de acabamento.

http://1.bp.blogspot.com/-N5PxuSM23Mg/TtYYsEOEyqI/AAAAAAAABuU/LARB_o4Q9pE/s1600/IGREJA+MATRIZ.JPG
Foto: Igreja matriz de Sapé-PB

No setor educacional, será entregue neste dia primeiro a reforma da Escola Municipal Tancredo Neves. A área pedagógica recebe uma atenção especial na Educação de Jovens e Adultos (EJA), quando será implantado o projeto “Filhos da Eja”, permitindo às mães estudarem enquanto seus filhos são assistidos por profissionais da área pedagógica da Secretaria Municipal de Educação. Ainda na área de educação, será anunciada a implantação de mais cinco unidades escolares com horário em tempo integral, a construção de uma creche no Loteamento Abel Cavalcante e a aquisição de projetores (data show) para todas as escolas rurais e urbanas da rede pública municipal de ensino. “O governo não para. Estamos entregando obras e anunciando novos empreendimentos. As dificuldades são grandes, mas estamos conseguindo manter a adimplência do município e estamos recebendo recursos de outras esferas governamentais. Deixo de presente nesses 86 anos de emancipação política o trabalho e a dedicação de toda nossa equipe que trabalha para o progresso e pela justiça social no nosso município”, disse o prefeito João Clemente.

Veja a programação para a entrega de obras e veículos no dia 1º de dezembro:

MANHÃ:

· 5h – Alvorada com a Banda Santa Cecília nas principais ruas da cidade.

TARDE:

· 15h – Entrega da reforma da Escola Municipal Tancredo Neves;
·1 17h – Inauguração da pavimentação de cinco ruas no Bairro Santa Marina;
· 18h – Inauguração da Iluminação e pavimentação do Bairro Francisco Felizardo.

NOITE:

· 19h30 - Missa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição;
· 21h – Festa na Praça de Evento João Úrsulo Ribeiro Coutinho e anuncio de novas obras e projetos.


Cícero e Maranhão teriam definido chapa única para prefeito de JP; um deles como vice.

Cícero e Maranhão teriam definido chapa única para prefeito de JP; um deles como vice
Parceiros da campanha do ano passado, Cícero Lucena e José Maranhão devem se posicionar no mesmo palanque nas eleições municipais de João Pessoa, em 2012.

De acordo com o que vem circulando nos bastidores da política do principal colégio eleitoral do Estado, Cícero e Maranhão se encontraram no último final de semana.

Eles teriam discutido a estratégia para conquistar a prefeitura na campanha do próximo ano.

O encontro aconteceu em uma residência da orla marítima de João Pessoa. Diz-se que teria ocorrido na casa do sogro do ex-governador José Maranhão, o então deputado estadual Waldir Bezerra.

Não importante o local do encontro, mas que PSDB e PMDB estão produzindo uma aliança ninguém tem mais dúvida.

Falou-se, até, que a chapa já está pronta: Cícero Lucena seria o candidato a prefeito, enquanto Maranhão vice.

Tudo de olho em 2014: em caso de sucesso da chapa, Cícero Lucena apoiaria a eleição de Maranhão na disputa pela única vaga para o Senado na próxima campanha estadual.

A se confirmar as conversas do final de semana, as duas lideranças políticas da capital poderão somente vir anunciar oficialmente a aliança no começo do ano que vem.



Deputado Luciano Cartaxo apresenta PEC para acabar com as Medidas Provisórias.

O deputado estadual Luciano Cartaxo (PT) deu entrada na Assembleia Legislativa a um Projeto de Emenda Constitucional (PEC) com o objetivo de acabar com a edição de Medidas Provisórias pelo governo do Estado. Ele disse que só este ano já foram apresentadas pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) cerca de 30 Medidas Provisórias.

O parlamentar revelou que a maioria delas não preenche os requisitos da relevância e da urgência. “Nós entendemos que é preciso uma mudança da nossa Constituição para resolver esse problema”, disse Luciano. “Eu fiz uma análise das MPs encaminhadas a esta Casa e em nenhuma delas se justifica a história da relevância e da urgência”, afirmou.

A proposta do parlamentar é que a Constituição da Paraíba acabe com a edição de Medida Provisória. Segundo ele, a carta magna estadual já dispõe de outro mecanismo que autoriza o governador a editar leis em casos de urgência. Trata-se da lei delegada, que é prevista no artigo 61 da Constituição. “As Medidas Provisórias tem sido banalizadas pelos governos ao longo dos anos no estado da Paraíba”, frisou.



PM fora de serviço prende ex-evangélico que vinha praticando assaltos na Grande João Pessoa.

PM fora de serviço prende ex-evangélico que vinha praticando assaltos na Grande João Pessoa
O soldado PM Cabral, da 3ª Cia de Bayeux, mesmo fora de serviço, conseguiu prender na noite de terça (29), em Santa Rita, um homem acusado de praticar vários assaltos.

Wanderley Thiago Frazão, morador da Travessa D’ávila Lins, no bairro do Sesi, ex-evangélico, foi preso depois que o policial recebeu um telefonema dando conta de que o acusado tinha feito mais uma vítima em Santa Rita. O PM saiu em diligências e conseguiu prender Frazão na Rua do Rio.

O assaltante estava com uma arma artesanal (foto abaixo) e tentou reagir. Detido, ele foi encaminhado para 6ªDD, em Santa Rita.

PM fora de serviço prende ex-evangélico que vinha praticando assaltos na Grande João Pessoa


Juízes fazem paralisação por reajuste salarial de 25%.

Cerca de 3.600 juízes do trabalho de todo o País cruzaram os braços, hoje, por um reajuste salarial de 25%. A adesão atingiu a 80% da categoria. Durante a paralisação, só foram atendidas demandas emergenciais. Deixaram de ser realizadas mais de 20 mil audiências, sentenças e despachos, para desconforto dos trabalhadores que foram hoje às varas trabalhistas em 26 das 27 unidades da Federação. Só Santa Catarina não aderiu ao movimento.

O salário de juiz trabalhista, a exemplo de outras categorias da magistratura, começa em R$ 21,6 mil (piso) e alcança o teto nacional do serviço público, de R$ 26,7 mil. Caso o aumento de 25% seja concedido, o piso da categoria subirá para R$ 27 mil e o teto passará para R$ 33,3 mil. Cerca de 2 mil juízes federais aderiram à paralisação, segundo a Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra).

O movimento não é visto com bons olhos pelos tribunais superiores, que têm jurisprudência contrária a greves em serviços públicos essenciais. Além disso, a justiça do trabalho desenvolve um ambicioso projeto para zerar até 2014 seu estoque de mais de 6 milhões de ações que tramitam nas varas do País. Algumas estão sem solução há mais de cinco anos. O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), João Oreste Dalazen, ameaçou cortar o ponto dos grevistas e adotar outras sanções administrativas.

Para o presidente da Anamatra, Renato Henry Sant''Anna, a ameaça é arbitrária, porque o movimento não visa prejudicar à população mas, ao contrário, melhorar as condições de funcionamento da justiça e do atendimento ao público. "Pedimos sinceras desculpas aos trabalhadores, mas tem hora que a gente precisa parar", afirmou.

"Há um processo de precarização do setor, um cenário de ausência de políticas públicas de segurança tanto física como do ambiente de trabalho", protestou a juíza Noêmia Garcia Porto, da 10ª Região, que congrega o Distrito Federal, Tocantins e Territórios.

Segundo Sant''Anna, a defasagem salarial da categoria é de 32%, acumulada ao longo dos últimos quatro anos. O último reajuste foi em 2009, de 9%.

Tramitam no Congresso dois projetos, enviados pelo STF, elevando os vencimentos da magistratura em quase 20%, mas não há previsão de votação e muito menos de sanção da presidente Dilma, que já deu sinais contrários a aumento do Judiciário, por causa do seu efeito cascata sobre o funcionalismo.

"Para a realidade brasileira, nosso salário é alto em relação ao salário mínimo, mas é baixo em relação ao nível de exigências, à carga de trabalho e ao risco da nossa atividade", disse o dirigente.



Nigéria aprova lei que pune casamento gay com até 14 anos de prisão.

O Senado nigeriano aprovou nesta terça-feira uma lei que penaliza com sentenças de até 14 anos de prisão o casamento de gays e lésbicas, em um movimento oposto ao Governo britânico que recentemente legalizou a união homossexual.

De acordo com a legislação da Nigéria, as testemunhas do matrimônio, assim como todos os envolvidos na cerimônia, poderão sofrer até 10 anos de prisão.

Até o momento, o casamento homossexual era punido com 5 anos de prisão. Governada por Goodluck Jonathan, a população da Nigéria é extremamente religiosa, sendo a metade cristã e a outra mulçumana, e considera a homossexualidade um pecado.

Recentemente, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, ameaçou a retirada da ajuda humanitária para aqueles países que não respeitarem os direitos da comunidade gay, embora até o momento nenhuma nação africana tenha reagido positivamente à exigência. Mais de 30 países na África possuem leis que penalizam a homossexualidade, castigada com prisão em muitos deles.




MEC reduz vagas de três faculdades de enfermagem na Paraíba.

MEC reduz vagas de três faculdades de enfermagem na ParaíbaO Ministério da Educação (MEC) cancelou 103 vagas de cursos de bacharelado em enfermagem de três instituições paraibanas. O despacho da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior foi publicado no "Diário Oficial da União" de ontem (29).

As faculdades afetadas foram a Faculdade de Ciências Médicas de Campina Grande (FCM-PB), que perdeu 8 vagas, a Faculdade de Campina Grande (FAC-CG), com menos 18 vagas, e a Faculdade Santa Emília de Rodat (Faser-PB), que teve o maior número de vagas cortadas pelo MEC, 77. Nos próximos processos seletivos, as instituições só poderão fornecer 42, 72 e 180 vagas, respectivamente.

O corte de vagas faz parte das medidas cautelares tomadas contra as instituições em decorrência do desempenho insatisfatório no Conceito Preliminar de Curso (CPC) de 2010. Entre as penalidades está a perda de autonomia das instituições de ensino superior, mas apenas em relação ao curso que teve baixo desempenho. O CPC contínuo das faculdades paraibanas variam de 1,69 a 1,94.

Além dos cortes, os cursos serão supervisionados e terão suspensos os prazos os processos de regulação em trâmite no MEC. As penalizações vigoram até que o ministério avalie o relatório final da supervisão.

Em todo o Brasil, o MEC cancelou 3.986 vagas em 148 cursos superiores de odontologia, enfermagem e farmácia de instituições de 24 estados brasileiros. Na Paraíba, vagas dos cursos de odontologia e farmácia não foram reduzidas.

Segundo o MEC, o CPC é calculado a partir das notas do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e outros fatores, como infraestrutura e corpo docente. O índice varia de 1 a 5, sendo que qualquer resultado abaixo de três é considerado insatisfatório e passível de medida cautelar. Os únicos Estados brasileiros poupados dos cortes anunciados nesta terça-feira foram Acre, Piauí e Sergipe.





Senado Federal aprova em primeiro turno a PEC dos Jornalistas por 65 votos a 7.

O Senado aprovou, em primeiro turno, na sessão deliberativa desta quarta-feira (30), por 65 votos contra apenas 7 a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 33/2009, que inclui a exigência do diploma de curso superior de Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, para o exercício da profissão de jornalista.

A PEC, que tem como relator o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE), foi apresentada pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e tem parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A votação teve protesto do líder do DEM, senador Demóstenes Torres (DEM-GO), que reclamou por não haver acordo de líderes para votação da PEC.

O senador e ex-presidente da República Fernando Collor, único líder brasileiro a ser retirado do poder através do Impeachment, votou contra a chamada PEc dos Jornalistas e ainda criticou as universidades e faculdades brasileiras dizendo que elas são responsáveis por colocar no mercado "analfabetos funcionais" que sequer conhecem a sua língua pátria.



Radialista reage a ameaça de sobrinho de Cícero Lucena: 'Me respeite cabra safado!' - Ouça!

O jornalista do Sistema Correio de Comunicação, Wellington Farias reagiu furioso ao ser ameaçado de processo pelo presidente Diretório Central do Estudante do Unipê, conhecido popularmente como “Beto Pirulito”.

“Me respeite cabra safado”, atacou Wellington Farias durante o Correio Debate, da 98 FM.

Wellington Farias, que é um dos nomes consagrados da imprensa paraibana, vem denunciando esquema dentro do Diretório Central do Estudante do Unipê, que é dirigido por Pirulito há vários anos consecutivos.

Uma das acusações sérias feitas por Wellington Farias se deve a cobrança de propina por parte de Pirulito na distribuição de bolsas de estudantes destinadas a alunos carentes.

“Se você morasse em um país sério já estaria preso por causa das suas falcatruas”, disparou Farias.

“Eu desafio você e sua família todinha a abrir um processo contra mim meu caro. Agora na sua família você tem quem processar. Pode juntar toda sua laia todinha, declarou o comunicador ao microfone.

Welligton Farias disse que em trinta e quatro anos de profissão como jornalista nunca respondeu a um processo “Pode fazer duzentos processos porque quando eu digo uma coisa aqui eu tenho prova na gaveta”, disse.

O comentarista do Correio Debate disse ainda que vai “vasculhar” todas as “safadezas” praticadas pelo “empresário da construção” civil que insiste em permanecer à frente do DCE.

Os apresentadores do Correio Debate, Heron Cid e Fabiano Gomes, saíram em defesa Welligton Farias e tripudiaram as intimidações do presidente do DCE.

“Deixa eu lhe dizer uma coisa, senhor Beto Pirulito, na sua situação eu não procurava intimidar a imprensa não. Se eu fosse você ficava calado, pois ficar calado pra você é muito melhor”, disse Heron Cid.

Mas adiante, Heron destacou que os jornalistas do Correio Debate não se dobram a quem quer ser seja, principalmente com o comportamento de Beto Pirulito.

“Quanto mais você mexe, mais sua situação piora, pois, muita gente começa a nos procurar informando o que, mas gente nos ligar para dizer o que sucede nos bastidores do DCE”, alertou.

“Aqui ninguém se dobra a esse tipo de chantagem”, respondeu Heron.

“Ninguém bate o pino” ou foge da “briga”, comentou Fabiano Gomes demonstrando que o Pirulito a insignificância dos ataques do líder estudantil.

“Pirulito a gente chupa e joga o pau no mato. Nós já enfrentamos gente maior que você, vamos ter medo de tu pirulito”, disse.



Marcelinho Paraíba deixa presídio em Campina Grande.

Marcelinho Paraíba deixa presídio em Campina GrandePor volta das 17h15 (horário local) desta quarta-feira (30), o jogador Marcelinho Paraíba deixou o Presídio do Serrotão, em Campina Grande, após decisão do juiz Paulo Sandro de Lacerda, da 5ª Vara Criminal de Campina Grande. O jogador Marcelo dos Santos, de 36 anos, mais conhecido como Marcelinho Paraíba, foi preso na madrugada desta quarta-feira (30) e indiciado por estupro, suspeito de tentar beijar e agredir uma mulher de 31 anos.

Marcelinho Paraíba saiu do presídio em um carro preto e não deu declarações. O jogador havia sido transferido para o Serrotão no começo da tarde, prestou depoimento e passou a manhã detido na carceragem na Central de Polícia de Campina Grande.

Entenda o caso

De acordo com o delegado Fernando Zoccola, caso condenado, o jogador pode passar de 6 a 10 anos preso. Ele considerou que, mesmo sem ter chegado ao ato sexual, devido às mudanças no Código Penal Brasileiro a tentativa de ter uma relação com a mulher pode ser interpretada como estupro.

Segundo Zoccola, a suposta vítima afirmou em depoimento que o crime aconteceu de madrugada em uma festa no sítio do jogador em sua cidade natal, Campina Grande, para comemorar a ascenção do time à Série A do Campeonato Brasileiro.

Segundo ela, Marcelinho forçou um beijo e a agrediu, puxando seus cabelos. A mulher apresentava cortes na boca e foi levada para a Unidade de Medicina Legal (UML) para ser submetida a um exame de corpo de delito.

Em sua única declaração, Marcelinho disse ser inocente e informou que só falaria em juízo. O advogado Afonso Vilar negou as acusações. "Em 20 anos, nunca vi ninguém ser preso por causa de um beijo", disse.

Além de Marcelinho Paraíba, outros três amigos foram detidos durante o tumulto. Eles foram indiciados por resistência à prisão e desacato a policiais militares e poderão ser soltos mediante o pagamento de fianças de R$ 1 mil para cada.

Conforme Fernando Zoccola, outra questão que vai ser apurada é a informação de que o irmão da vítima, um delegado de Polícia Civil, teria disparado tiros no momento da prisão. O suspeito nega, mas sua arma será levada para perícia em busca de resíduos de pólvora.

Marcelinho Paraíba atualmente joga no Sport, do Recife, e foi um dos destaques no retorno do time à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. O último jogo da campanha ocorreu no sábado (26).




Esperta ou Sacana?: Mulher usa site de namoro para jantar de graça.

Esperta ou Sacana?: Mulher usa site de namoro para jantar de graçaA crise econômica está afetando muita gente. Mas a americana Minerva McGonagall (nome fictício), de 23 anos, decidiu que não ia mudar seu estilo de vida por causa disso. Ela não mudou para um apartamento mais barato, não deixou de comprar o que gosta nem deixou de comer bem. Para manter seu padrão de vida, Minerva encontrou uma solução no mínimo inusitada: cadastrou-se num site de namoro, o Match.com, e marca cinco encontros por semana. Como querem impressionar, os homens sempre acabam pagando a conta do jantar – e, com isso, segundo cálculos da Business Insider, ela acaba economizando cerca de US$ 1200 por mês.

Minerva conta que aprendeu o truque com uma amiga que ganhava pouco como ela, mas saía para jantares sofisticados quase toda noite. Descobriu o segredo do site de encontros e decidiu fazer o mesmo, mas estabeleceu suas regras: nunca sair mais de cinco vezes com o mesmo homem, sempre encontrar o pretendente em um lugar público e deixar uma amiga avisada do destino.

Seu único gasto é a mensalidade do site de namoro, de US$ 50. Parece um negócio e tanto, não? Sim. Tirando que Minerva tinha que se arrumar todo dia para um encontro. E tinha que repetir, toda noite, o mesmo papinho “quem sou, o que faço, de onde venho, do que gosto”. E, pior, tinha que aguentar a companhia de homens pelos quais ela não estava interessada em troco de um bom bife com risoto e de uma taça de champanhe. Vale mesmo a pena?

Minerva diz que cansou de jogar o jogo e deixou de pagar seus jantares com encontros – ela agora tem um namorado (será que ele paga a conta sempre?) –, mas a reportagem sobre a prática gerou comentários revoltados na internet. Muitos a compararam a uma prostituta. Mas fato é que ela não vendia o próprio corpo nem ganhava dinheiro – a rigor, ela só o economizava. E nenhuma mulher é obrigada a sair, de fato, com alguém com quem teve um encontro e pagou sua conta. Isso, porém, não torna louvável a sua prática.





POSTADO POR EQUIPE FOCO PB/DEMAIS FONTES DE NOTICIAS.











Nenhum comentário:

Postar um comentário