4 de dezembro de 2011

Apesar do desejo de Kalil, Cuca deixa em dúvida se fica no Galo em 2012

Após derrota histórica para o Cruzeiro, treinador atleticano se mostrou insatisfeito com algumas declarações do presidente Alexandre Kalil
Se há exatamente uma semana o técnico Cuca parecia estar garantido no comando do Atlético-MG, essa situação mudou. A reviravolta se deu por conta do resultado deste domingo, quando o Atlético-MG foi goleado pelo Cruzeiro por 6 a 1. Curiosamente, essa dúvida parte do próprio Cuca, e não da diretoria atleticana. (Veja os gols do jogo ao lado).
Contra o Botafogo, no último fim de semana, o treinador disse que havia aceitado o convite para continuar na próxima temporada. Neste domingo, embora o presidente do clube, Alexandre Kalil, tenha falado que quer manter Cuca, o treinador evitou falar sobre 2012.
- O presidente deu uma entrevista aí colocando algumas coisas que não precisava. Temos que ter a consciência que a missão foi cumprida (livrar o time do rebaixamento). Ele é o presidente, ele que manda. Vamos com calma. Se ele achar que tem que fazer uma mudança, ele tem todo o direito.
Cuca, mesmo assumindo culpa por conta da goleada, tratou de isentar alguns jogadores. Segundo ele, não se pode esquecer que o principal objetivo foi cumprido, evitar o rebaixamento.
- Não podemos jogar fora o que esses guris fizeram, o Bernard, FIllipe Soutto. Tivemos até esse jogo a melhor dupla de zaga do segundo turno. Temos que ter calma nesta hora, não podemos jogar toda a estrutura feita, mesmo que hoje (domingo) a gente mereça tudo que é crítica.
'Jogamos concentrados'
Cuca também se mostrou irritado com o que Kalil também falou sobre uma possível falta de concentração. Na entrevista que concedeu, Kalil comentou que houve comemoração cedo demais nesta semana, numa confraternização promovida na Cidade do Galo.
- O combinado é que faríamos um jantar com a família, na terça. Não perdemos por falta de concentração. Acho que fiz a melhor prelação da minha vida. E se ele quiser tirar o bicho, é uma decisão dele.





POSTADOPOR MARTINS/GLOBOESPORTE.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário