18 de dezembro de 2011

Alimentos com soja previnem câncer.




O consumo de soja pode ajudar na prevenção de doenças crônico-degenerativas, como o câncer de mama, colo de útero e próstata. Os alimentos contêm grande quantidade de isoflavona.
Além disso, as mulheres também podem ser beneficiadas durante a menopausa com a diminuição da sudorese, cansaço e dores.
A soja é um grão conhecido pela qualidade, por seu teor energético e pela excelência de sua proteína. Ela pertence à família das leguminosas, como o feijão, lentilha, grão de bico e ervilha. É considerado um alimento funcional, por isso possui vários benefícios.
Segundo a nutricionista Rellen Teixeira, as pessoas que consomem soja têm uma qualidade de vida melhor em relação às pessoas que não ingerem alimentos à base de soja.
“Assim como alimentos saudáveis, a soja também pode ser adicionada à rotina das pessoas, sendo vegetarianas ou não”, afirmou.
De acordo com a especialista, a soja é rica em fibras, vitamina B, ácido fólico, iodo, magnésio, potássio e fósforo e isso apresenta efeitos benéficos na prevenção de tumores, aterosclerose e na redução do colesterol LDL, mais conhecido por colesterol ruim.
Outra característica da soja, de acordo com a nutricionista é que possui vitamina E, que combate o envelhecimento. Rellen Teixeira lembra que já está comprovado conforme estudos que os melhores efeitos são obtidos através do consumo rotineiro da soja in natura.
A recomendação do consumo da soja é de 30 miligramas por dia da proteína. De acordo com a nutricionista, a ingestão reduz o LDL e aumenta a quantidade do colesterol HDL, considerado o colesterol bom. “A ingestão de 30 gramas equivale a duas colheres de sopa”, afirmou, acrescentando que pode ser substituída por alimentos que contenham o produto, como duas fatias de queijo de tofu ou um litro de leite diariamente.
Pessoas que consomem a soja revelam que têm recebido resultados positivos. Uma delas é a aposentada Maria de Lourdes da Silva, de 60 anos. Ela consome o alimento todos os dias porque foi uma recomendação médica.
“Eu sentia muitas dores no corpo, mas após ingerir o produto me senti muito melhor. Ao que parece, a gente fica com uma disposição maior,”, comentou.
 


POSTADO POR PATRICIA ALVES.

Nenhum comentário:

Postar um comentário