26 de novembro de 2011

Neste sábado tem a Romaria da Penha em João Pessoa.




Neste sábado tem a Romaria da Penha em João Pessoa
Às 22 deste sábado, dia 26, começa mais uma edição da romaria que reúne o maior número de fiéis no Estado: a de Nossa Senhora da Penha.

 O tema deste ano é: “Mãe do céu, ajuda-nos a preservar a terra”.

Antes, às 16h, tem Momento de Oração no Santuário da Penha. Às 17h começa a Carreata com a imagem de Nossa Senhora da Penha até a igreja de Lourdes, no Centro da Capital, de onde, às 22h, terá início a Romaria da Penha.

 A Bênção de Envio dos romeiros será dada pelo Arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto. Todos caminham até o Santuário. A previsão de chegada é às 4h da madrugada do Domingo, quando será celebrada uma Missa campal por Dom Aldo.

 Também às 22h haverá um Momento de Oração e Louvor na Praça Oswaldo Pessoa (onde será celebrada a Missa campal).

Detalhes do percurso:

Sempre no último fim de semana de novembro fieis saem às ruas da capital paraibana para prestar homenagens a Nossa Senhora da Penha. A Romaria tem quase 14 quilômetros do Centro até a Praia da Penha. A caminhada começa em frente à igreja de Nossa Senhora de Lourdes, na Av. João Machado, porque ela era a Matriz da Paróquia da qual o Santuário da Penha fazia parte. Hoje o Santuário pertence à Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Altiplano Cabo Branco.

1 km: quando os romeiros passarem em frente à Maternidade Cândida Vargas, ainda na Av. João Machado, vão completar 1 quilômetro de percurso.

2 km: no início da Mata do Buraquinho, já na Av. Pedro II.

3 km: na entrada do Jardim Botânico.

4 km: após o viaduto do trevo universitário, na chegada à Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

5 km: em frente ao Centro de Tecnologia da UFPB.

6 km: Praça da Paz, no bairro dos Bancários.

7 km: quando os romeiros passarem em frente ao antigo INSS, na principal avenida do bairro dos Bancários, vão estar no meio do percurso.

8 km: no contorno na entrada do bairro de Mangabeira.

9 km: em frente ao CNEC, já na Estrada da Penha.

10 km: na entrada do Quadramares.

11 km: na subida para a Penha.

12 km: na entrada da Penha.

13 km: na rua que leva ao Santuário.

História da Romaria em João Pessoa:

O português Sílvio Siqueira, em 1763, comandava uma embarcação que saíra do norte em direção à Europa. No litoral paraibano ele enfrentou uma grande tormenta.

Em um momento de aflição, reuniu a tripulação e pediu proteção a Nossa Senhora da Penha, prometendo erguer uma ermida em sua honra no local em que aportasse em segurança.

 Minutos depois, todos conseguiram desembarcar com tranquilidade na então Praia de Aratú - hoje Praia da Penha. Como prometido, a construção foi feita.

 E essa foi a terceira capela construída no Brasil para Nossa Senhora da Penha. A primeira foi erguida em Vila Velha, na então Capitania do Espírito Santo, entre os anos de 1558 e 1570. A segunda foi construída em 1635, pelo capitão Baltazar Abrel Cardoso, na Freguesia de Irajá, no Rio de Janeiro.


POSTADO POR GLYCIMAR BOTELHO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário