11 de novembro de 2011

Emenda de Vitalzinho destinada para restauração de microbacias é aprovada na CDR.


Açude do Bodocongó recebe mais recursos para conservação em 2012
Visando promover a prevenção de desastres com foco em municípios mais suscetíveis a assoreamento, inundações, enxurradas e deslizamentos ­– por meio de instrumentos de planejamento urbano e ambiental, monitoramento da ocupação urbana e implantação de intervenções estruturais e emergenciais – o Senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) apresentou emenda ao Plano Plurianual (PPA) propondo a maior atenção às microbacias hidrográficas do país, focando na conservação e gestão dos recursos hídricos.
“As últimas enchentes na Paraíba demonstram o risco de não se considerar as populações rurais, aí incluídas as residentes em pequenos centros urbanos situados em zona rural,” lembra o parlamentar.
Os recursos da emenda, orçados em R$ 150 milhões para 2012 totalizando R$ 600 milhões nos anos seguintes, serão destinados a adoção de curvas de nível e recuperação de matas ciliares e vegetações de encostas e topos de morros, além da adoção de valas, drenos subterrâneos, poços e outras soluções para esgotamento e recarga de aquíferos.
“Essas e outras medidas conservacionistas para reabilitação de microbacias tanto devolvem propriedades produtivas ao solo, como afastam o risco de enfermidades resultantes de enchentes, além de proteger o patrimônio tão ligado à história da cidade,” avalia Vital do Rêgo.

Dito e feito!

Na ocasião em que Campina Grande completa 147 anos de emancipação política, o senador Vital deu mais uma prova de amor a cidade, garantindo aos campinenses que lutaria com toda a sua força para ver empenhado os recursos da emenda que permitirão a total revitalização do Açude de Bodocongó.
“O Açude de Bodocongó é cartão postal da cidade e inspirou Elba Ramalho a cantar o clássico Meu Bodocongó,” observou. Como presidente da Comissão Mista do Orçamento (CMO), ele assegurou que em breve, os campinenses teriam uma boa notícia dando conta da liberação dos recursos que resultarão na urbanização do açude que está completando 95 anos de existência.



POSTADO POR FRANCISCO CAMILO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário