2 de outubro de 2011

Sexo fora do casamento pode fazer pênis "quebrar",diz estudo.





Casos extraconjugais podem partir mais do que corações.

Segundo um novo estudo, sexo fora do casamento ou em circunstâncias que fujam da rotina podem aumentar o risco de fraturas penianas.

Publicado pelo urologista Dr. Andrew Kramer, da Universidade de Maryland, o estudo mostra que nestas situações o sexo pode ser mais apressado ou envolver posições estranhas, o que aumenta o risco das fraturas.

Dos casos 16 analisados por Kramer entre 2004 e 2011 no hospital da universidade, metade dos homens que se acidentaram estavam praticando sexo fora do casamento.

A maioria estava fazendo sexo em lugares incomuns, inclusive banheiros, carros e elevadores.

Apenas três estavam fazendo sexo com a mulher em sua própria cama.

Uma fratura peniana acontece quando o pênis está ereto. Não existem ossos no órgão; a fratura refere-se à ruptura de uma mebrana que cerca o tecido esponjoso do pênis.





mjribms disse...
É verdade que o pênis pode ser fraturado, mas tal fratura ocorre nos chamados "corpos cavernosos" do pênis, que são estruturas semelhantes a "balões" que se inflam e retêm o sangue durante a ereção. A analogia serve: um balão é "mole" quando vazio e "duro" quando repleto. 

A utilização do termo "fratura" leva à idéia de um rompimento ósseo, mas isso é uma falha na interpretação, pois a fratura não ocorre apenas em ossos. A foto exibida, acho importante dizer, é uma montagem. Não há ossos no pênis e é fácil provar: embora o pênis pareça "ossificado" durante a ereção, ossos não "amolecem" e somem em minutos; mesmo que o suposto osso retraísse para dentro do corpo, tal movimento seria facilmente perceptível, e o processo de ereção aconteceria bem diferente do que normalmente conhecemos.

POSTADO POR TV FOCOPB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário