4 de outubro de 2011

Miséria precisa ser resolvida de forma regional, afirma ministra do Combate à Fome.



Ministra Tereza Campello.

“A própria presidenta está coordenando pactos que nós estamos fazendo regionais”, diz Tereza Campello.


Como afirma a presidenta Dilma Rousseff, acabar com a miséria é um dos grandes desafios do nosso país. No entanto, a meta agora é encontrar essas pessoas. O governo federal já registrou uma parte desses brasileiros que vivem praticamente a margem da sociedade, como afirma a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello.
A expectativa do governo é que todas as regiões participem para acabar com a miséria. Ou seja, o combate à miséria é tratado com um olhar específico para cada estado, como diz a ministra.
“Porque tem uma das questões do Brasil Sem Miséria que eu acho que é muito importante, que é nós não estarmos tratando o Brasil todo de forma homogenia, cada região tem uma especificidade. Em cada região as dificuldades da população são diferentes. E em cada região as oportunidades também são diferentes. E nós estamos olhando essas diferentes faces da miséria, da pobreza, para construir o nosso plano”, destaca.
Governos parceiros
Em alguns estados a parceria tem ido além do registro dos necessitados. Como adianta a ministra: “Vários governadores estão complementando o programa Bolsa Família. Como é o caso do Rio Grande do Sul, como é o caso do Distrito Federal, do Rio de Janeiro, São Paulo, Acre e vários outros estados em parceria com o governo federal para complementar o Bolsa Família, conseguindo garantir que essas famílias recebam mais recursos. E, portanto saiam da situação de extrema pobreza mais rapidamente”.
Campello destaca que o governo continuará com os pactos até chegar a todas as regiões. “Nós já fizemos o pacto no Nordeste, fizemos um pacto no Sudeste, com os governadores do sudeste. Na semana passada fomos para o Norte com todos os governadores. Semana que vem vamos para o Sul e depois para o Centro-oeste. Então estamos fazendo primeiros esses grandes pactos regionais”.
Ações pontuais
O governo trata de forma pontual cada caso de extrema pobreza. Tereza Campello explica alguns desses pontos: “Lançamos o Bolsa Verde a semana passada, portanto os extrativistas, ribeirinhos, estão sendo beneficiados já com esta nova ação, casando a agenda da superação da extrema pobreza com a agenda ambiental. Nossas ações no meio rural também estão em andamento. Nós estamos com assistência técnica acompanhando os agricultores familiares pobres, no Nordeste, distribuição de sementes, então o Plano está em franca execução”. 


POSTADO POR TV FOCOPB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário