23 de outubro de 2011

Mais de 1,3 milhão de candidatos não apareceram para fazer o Enem.

Índice de abstenção neste sábado (22) foi de 25,29%, segundo o Inep.
Chuva e trânsito prejudicaram candidatos em alguns estados.


enem atrasados são paulo chorando (Foto: Felipe Rau/AE)
Estudante chora ao perder a prova do Enem em São Paulo por chegar atrasada.
Um em cada quatro candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não apareceu para fazer a prova neste sábado (22). Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Enem registrou abstenção de 25,29% neste primeiro dia de provas, o que representa mais de 1,35 milhão de candidatos. No ano passado, o índice de abstenção registrado no primeiro dia de Enem foi de 27%. Mais de 5,3 milhão se inscreveram para o exame.
Ainda segundo o Inep, os estados com maior índice foram o Distrito Federal (31,24%), Bahia (30,14%) e Roraima (29,39%). Os estados com menor índice foram Piauí (19,60%), Acre (19,44%) e Santa Catarina (20,35%).
De acordo com os técnicos do Inep, a chuva prejudicou muito os estudantes da Bahia e de Roraima, enquanto que o Distrito Federal apresentou uma temperatura média de 17 graus, muito rara nesta época do ano.
O trânsito também atrapalhou muitos estudantes, principalmente em São Paulo, que teve 27,38% de abstenção. Candidatos também justificaram confusão com o fuso horário para perder a prova.
Segundo o Inep, quem não conseguiu fazer as provas deste sábado poderá comparecer ao local de prova neste domingo.
A assessoria de imprensa do Inep informou que a perda das provas de sábado (ciências humanas e ciências da natureza) não implicam na eliminação do candidato. A nota zero em duas das cinco provas, porém, deve comprometer bastante a média final.
Neste domingo, as provas de matemáticas, redação e linguagens e códigos começam também às 13h (horário de Brasília).
Quem perdeu a prova deste sábado e vai usar o Enem para tentar uma vaga em universidades inscritas no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) pode ter poucas chances no processo seletivo. Mas o Inep recomenda a esses candidatos que participem do segundo dia de provas como forma de treinamento para o ano que vem e também para evitar traumas.

POSTADO POR GENILDO ALVES/G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário