5 de outubro de 2011

Ex-Governado Cássio Cunha Lima deve entrar em campo para governo aprovar Medida Provisória da terceirização da saúde.



Mais uma vez, o governo Ricardo Coutinho (PSB) vai precisar de Cássio Cunha Lima (PSDB) para aprovar a Medida Provisória que trata do contrato com a Cruz Vermelha, organização que gerência o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

A votação está prevista para esta quarta-feira, 5, no plenário da Assembleia. O governo não tem maioria e poderá sofrer uma derrota. Por isso, o ex-governador Cássio pode ser convocado a intervir novamente para garantir a aprovação da MP.


O deputado Janduhy Carneiro (PPS), que rompeu com a base governista na semana passada, é o principal reforço do bloco de parlamentares oposicionistas.

A base governista faz as contas e poderá adiar a votação se perceber que não terá chances de aprovar a Medida Provisória. Por isso, Cássio Cunha Lima está sendo convocado pelo Palácio da Redenção para trabalhar junto aos deputados.

Cássio foi o principal responsável pela vitória do governo no plenário do legislativo do Estado durante a votação do projeto de permuta do terreno da Acadepol. Se o ex-governador não tivesse trabalhado a matéria não teria sido aprovada.

POSTADO POR TV FOCOPB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário