13 de outubro de 2011

Centro da Mulher 8 de março.

Sancionada há pouco mais de quatro anos no Brasil, a Lei 11.340 (Lei Maria da Penha) parece que não tem inibido a violência contra as mulheres na Paraíba. Somente entre os meses de janeiro e agosto deste ano, 40 mulheres foram assassinadas por companheiros e ex-companheiros. O número significa um crescimento de 73,9% no índice de mortes provocadas por crimes passionais, se comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 23 homicídios.Os dados fazem parte do monitoramento de crimes contra a mulher, realizado pelo Centro da Mulher 8 de Março, sediado em João Pessoa. O relatório aponta que no ano passado, 46 mulheres foram assassinadas por crimes passionais na Paraíba, a maior parte delas é morta dentro das próprias residências. De acordo com a coordenadora da entidade, Valquíria Alencar, o número de assassinatos apenas comprova o aumento da violência doméstica no Estado.
POSTADO POR GENILDO ALVES.

Nenhum comentário:

Postar um comentário