4 de outubro de 2011

Bancários mantêm paralisação; Correios podem voltar nesta 3ª.


A greve dos bancários terminou seu sétimo dia sem avanços entre as partes. De acordo com a Contraf (Confederação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), 7.950 agências ficaram fechadas no país nesta segunda-feira --em torno de 40% do total.

Há, no Brasil, cerca de 20 mil agências bancárias.

Segundo fontes do setor, a expectativa é que não seja feita uma nova proposta por parte dos bancos até os grevistas cederem de sua reivindicação de aumento de 12,8% sobre o salário, além de aumento de 5% da PL (participação de lucros).

A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) propõe aumento de 0,56%, além de correção da inflação.

A Justiça pode interferir na greve se for acionada por uma das partes, o que ainda não ocorreu.

Por lei, a compensação de cheques e DOCs, considerada serviço essencial, não pode interrompida e deve ter mantidos seus prazos estipulados pelo Banco Central.

O comando nacional de greve reclama do "silêncio" da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). Segundo a Contraf (federação dos trabalhadores), a entidade patronal não manifestou, até agora, intenção de retomar as negociações.

 Postado por TV FOCOPB/Coreios, Febraban, Procons e sindicatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário