21 de setembro de 2011

Paciente confirma uso de furadeira comum em cirurgia na Paraiba.

Um vigilante do município de Alhandra, Litoral Sul paraibano, revelou ter sido um dos pacientes, do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, que passou por uma cirurgia em que os médicos utilizaram uma furadeira doméstica.

Luciê Maçar de Sousa ficou gravemente ferido após sofrer um acidente de moto no último dia 11 de junho. O vigilante foi socorrido e encaminhado para o Trauma. Ele passou por várias cirurgias sendo uma delas no braço esquerdo.

Durante todo o procedimento o vigilante disse que estava consciente e afirmou que viu a furadeira comum sendo usada na cirurgia para implantar platina e parafusos no braço esquerdo. “Vi quando estavam furando meu braço com furadeira de parede”, disse

O governo da Paraíba informou que está abrindo uma sindicância para apurar o caso.

Na sexta-feira (16), o G1 divulgou imagens cedidas pelo Sindicato dos Médicos da Paraíba (Simed) que mostram uma cirurgia ortopédica sendo realizada com uma furadeira. De acordo com o presidente do Simed, Tarcísio Campo, o procedimento teria acontecido no último sábado (10) no Hospital de Emergência e Trauma.

No começo do mês, um médico denunciou o uso de furadeira para cirurgia de crânio no mesmo hospital. Na época, os gestores do Trauma disseram que o equipamento médico específico, o craniótomo, não funcionava há um ano. O governo afirmou apenas que o Trauma tinha dois equipamentos do tipo.



Da Redação com g1
postado por Genildo Alves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário