17 de setembro de 2011

Justiça determina retirada de cinco outdoors de Luciano Cartaxo

“Venceu a verdade e a democracia”. Foi com esta frase que o deputado estadual Luciano Cartaxo comemorou a decisão da juíza substituta Giovanna Leite Lisboa Lucena, da 12. Vara Cível de João Pessoa, declarada, no final da tarde, determinando a retirada dos cinco outdoors que, de maneira inverídica, afirmavam que o deputado havia votado contra o Mangabeira Shopping. A determinação deve ser efetivada imediatamente e, em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 5 mil.

Na ação impetrada contra a Exiba Outdoors, contra o Fórum Comunitário em Defesa do Desenvolvimento Econômico da Zona Sul e contra Jair Soares, presidente da entidade, o deputado solicitou, ainda, direito de resposta proporcional e indenização por danos morais, pedidos que ainda serão analisados pela Justiça.   

O parlamentar esclarece que a ação judicial visou o restabelecimento da verdade, uma vez que, ao contrário do que foi veiculado na campanha difamatória contra o Poder Legislativo, os deputados não votaram contrário à construção do Mangabeira Shopping. “Os outdoors veicularam uma mentira e isso não podia permanecer. Em nenhum momento nos colocamos contra, defendíamos o melhor para João Pessoa, com a inclusão no projeto da exigência de licitação e da garantia de que fosse efetivamente construído um Shopping e não outro empreendimento. Com esta decisão, a verdade foi restabelecida e a democracia venceu”, declarou.

Para Cartaxo, o foco agora deve ser a concretização da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai apurar, dentre outros pontos, quem financiou a campanha. “Sabemos quem está por trás desta campanha difamatória e podemos afirmar que o financiamento não veio do tal Fórum que não tem dinheiro para uma mobilização tão grande. Só precisamos das provas e agora vamos até o fim para que o povo paraibano saiba tudo sobre esta mobilização mentirosa”, afirmou.

postado por Genildo Alves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário