27 de agosto de 2011

Deputado pede intervenção do MP no caso das agressões a vendedores ambulantes por agentes da Sedurb

Baixe SAM_2164.JPG (235,1 KB)
O deputado estadual Luciano Cartaxo (PT) denunciou, ao curador do dos direitos do cidadão, Valberto Lira, a truculência com que vêm agindo os agentes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de João Pessoa (Seburb) em relação aos vendedores ambulantes da Capital. um confronto entre os vendedores e os “bombados” - como são conhecidos os agentes municipais, no Centro de João Pessoa, deixou pelo menos quatro pessoas machucadas, sendo que um deles teve parte da orelha arrancada.

Durante a audiência, Valberto Lira afirmou que irá convocar o titular da Sedurb e o procurador-geral do município para cobrar explicações a respeito dos fatos. Segundo Luciano Cartaxo, o caso precisa de uma solução. “Sempre que os ‘bombados’ entram em cena, o centro da cidade se transforma em uma verdadeira praça de guerra, mas esta não é a melhor forma de se resolver os problemas. Sendo assim, a intervenção do Ministério Público é necessária para que se estabeleça um novo patamar de convivência garantindo o cumprimento do Código de Posturas do município, mas com o diálogo necessário nestas ocasiões”, afirmou.
O parlamentar ressaltou, ainda, que os agentes da Sedurb não têm poder de polícia e que, com a intervenção deles, a Guarda Municipal, corporação mais adequada para este tipo de fiscalização, fica subutilizada. “Eles estão fazendo um papel superior ao da Guarda Municipal, o que está errado, além de estarem agindo violentamente, fazendo as coisas de forma errada. Acreditamos que a intervenção do Ministério Público será de essencial importância para resolução de uma situação que não pode permanecer”, destacou Cartaxo.
Além do conflito registrado na última terça-feira, na semana passada os agentes enfrentaram um grupo de vendedores ambulantes no Centro. Cerca de 40 pessoas, entre funcionários da prefeitura e vendedores ambulantes, foram detidas.

postado por Genildo Alves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário