25 de julho de 2011

Romero Rodrigues ganha benção de Ronaldo Cunha Lima pra sucessão em Campina



O ex-governador Ronaldo Cunha Lima disse, em entrevista, que o nome do deputado federal Romero Rodrigues é o mais forte na conjuntura para disputar a Prefeitura Municipal de Campina Grande.
 
“Romero Rodrigues é um nome excelente e reúne as condições para disputar a prefeitura”, declarou Ronaldo admitindo que o seu partido, o PSDB, vai criar um grupo de trabalho para elaborar uma proposta para a sociedade de Campina.
 
Durante a Convenção do PSDB realizada recentemente, o ex-governador Cássio Cunha Lima reiterou o nome do deputado federal Romero Rodrigues como um dos principais nomes da legenda para conduzir o processo com vistas ao próximo pleito municipal.
 
Cássio destacou “a experiência de Romero como vereador, deputado estadual e agora como deputado federal, além de ter sido secretário do município e do estado de onde sempre atuou de maneira digna e honesta em todos os cargos em que atuou”.
 
Filiado ao PSDB, Ronaldo Cunha Lima foi governador da Paraíba entre 1991 e 1994. Foi senador da república entre 1995 e 2002 e deputado federal entre 2003 e 2007.
É pai do ex-governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima.
 
Começou a sua carreira política sendo vereador de Campina Grande, e prefeito eleito em 1968, com posse em 31 de janeiro de 1969. Em 14 de março de 1969 teve os seus direitos políticos cassados, passando dez anos no ostracismo, indo para São Paulo depois para o Rio de Janeiro recomeçando a sua carreira de advogado. Anistiado, em 1982, foi reconduzido à prefeitura de Campina Grande, pelo voto popular, no seu mandato á frente da PMCG (1983/1989) teve como vice-prefeito Antônio de Carvalho Souza, um vice muito atuante na Administração, o qual assumiu a titularidade do mandato por trinta e três vezes no curso do mandato.
 
Construiu o Parque do Povo, a terceira adutora, a Casa do Poeta, dentre outras obras. Foi governador do estado da Paraíba (1991/1994), senador da República (1995/2002) e foi deputado federal, eleito em pela 1ª vez em 2002 com mais de 95 mil votos e reeleito em 2006 com 124.192 votos.
 
postado por Genildo Alves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário