5 de julho de 2011

Chávez diz que vencerá batalha contra o câncer

 
Agência Brasil/postado por Genildo Alves.
Da sacada de sua casa em Caracas, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez saudou  os venezuelanos e prometeu que vencerá a “batalha” contra o câncer. Emocionado e usando uniforme militar e a tradicional boina vermelha, ele disse que o amor é o remédio mais eficiente para qualquer doença.
A manifestação de Chávez ocorreu horas depois de ele retornar de Cuba, depois de quase um mês de internação para se tratar do tumor diagnosticado em Havana. "O amor é a melhor cura para qualquer doença. Obrigado por esse amor especial, não só da Venezuela mas de muitas outras partes do mundo", disse ele. "Aqui estou no epicentro do meu maior amor", acrescentou.
Chávez se dirigiu aos manifestantes, que se aglomeraram na praça em frente à sacada de onde discursou. Desde ontem, os venezuelanos comemoram o Bicentenário da Independência da Venezuela. "Começamos a superar o mal que foi incubado em meu corpo, minha presença aqui significa que vencemos a batalha, que nós começamos a subir a colina", disse.
No último dia 10, em Havana, Chávez fez uma cirurgia de urgência para a retirada de um abcesso na região pélvica. Desde então começaram as especulações em torno do seu estado de saúde. Apenas na última semana ele assumiu que está em tratamento para a cura de um câncer. Durante o discurso nessa segunda-feira, o presidente contou alguns detalhes do tratamento.
"A segunda intervenção foi muito profunda, durou mais de seis horas, eu me entreguei a Deus, à ciência e finalmente à grande vontade, ao amor e à paixão, graças a vocês [aos venezuelanos] estou aqui de coração”, disse Chávez, provocando aplausos e palavras de apoio dos presentes. “É incrível como eu, por milagre, estou nesse processo de recuperação."
No discurso, Chávez lembrou que sua recuperação se deve em parte não só à assistência médica que teve em Havana, como também a Fidel Castro, ex-presidente de Cuba. Em imagens divulgadas pela imprensa estatal do país, Fidel apareceu ao lado de Chávez na maioria das vezes, em exercícios físicos e no quarto do hospital.
*As informações são da agência pública de notícias da Venezuela, a AVN//Edição: Graça Adjuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário