20 de maio de 2011

Veja vídeo do pastor anunciando fim do mundo para amanhã

Veja vídeo do pastor anunciando fim do mundo para amanhã
Um movimento cristão norte-americano anunciou o 'fim do mundo' para amanhã, um ano e meio mais cedo do que a data 'prevista' pelo calendário maia: 21 de Dezembro de 2012.

Centenas de norte-americanos ligados ao movimento cristão Family Radio Worldwide iniciaram nos últimos dias uma campanha internacional para anunciar que o fim do mundo chega a 21 de Maio de 2011.

Nas redes sociais, uma campanha para gravar o fim do mundo já foi criada. No site Youtube, há um vídeo que pede para as pessoas gravarem o momento do fim do mundo, satirizando as revelações da Igreja Evangélica.

De acordo com a Associated Press, o grupo baseia-se na interpretação que o líder, Harold Camping, antigo engenheiro civil de 89 anos, faz de várias passagens da Bíblia e de acontecimentos da história recente. A fundação do Estado de Israel, em 1948, é um dos factos apontados por Camping para afirmar que o dia do juízo final está próximo.

"Sem margem de dúvida, 21 de Maio é a data", garante Camping, que prevê para esse dia a subida aos céus das boas almas: «As restantes pessoas vão permanecer na Terra e vão passar por um período de tormento, até ao fim dos tempos».

Nos Estados Unidos, vários cartazes a anunciar a data apareceram recentemente em cidades como Bridgeport, no Connecticut, e Little Rock, no Arcansas. O movimento, que tem percorrido o país em caravanas automóveis e propagado a teoria pela rádio e pela internet, afirma que vai estender a campanha a África e à América Latina.

A maioria dos cultos cristãos, incluíndo a Igreja Católica, defende que "só Deus conhece o dia e a hora" do juízo final, condenando qualquer previsão sobre o fim dos tempos. No entanto, a ideia de uma data concreta para o fim do mundo é universalmente popular. Em anos recentes, e sobretudo através da internet, o dia 21 de Dezembro de 2012 foi apontado como possível data, devido ao suposto término do calendário maia, que no entanto é desmentido por académicos da área.  





FONTE: UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário