20 de abril de 2011

Prefeitura que contratar ‘forró de plástico’ com dinheiro do Estado terá o contrato rescindido


Prefeitura que contratar ‘forró de plástico’ com dinheiro do Estado terá o contrato rescindido

Polêmica: prefeituras que contratarem bandas ‘forró de plástico’ com dinheiro cedido pelo Estado terão os contratos rescindidos, alerta Chico César

O Secretário de Cultura do Estado, Chico César, confirmou hoje, em entrevista ao programa Correio Debate, que o Governo não vai mesmo financiar as bandas classificadas como “Forró de Plástico” durante as festividades juninas.

Segundo o Secretário, o Estado só fará parcerias com as prefeituras que incluirem o forró pé-de-serra e a cultura popular na programação de suas festas, ou seja, vai escolher o que pagar. Indagado pelo apresentador do programa, Fabiano Gomes se bandas no porte de Aviões do Forró, Garota Safada, Desejo de Menina e afins não poderiam mais ser pagas com recursos do Estado, Chico César confirmou.

“Isso mesmo, nós vamos contribuir com a cultura tradicional, com o pé de serra, com Biliu de Campina, Pinto do Acordeon entre outros”, explicou.

César foi mais além. Ele explicou que, caso as prefeituras paguem as bandas de ‘forró de plástico’ com os recursos do Estado, a parceria será desfeita e o contrato rescindido.

“O repasse do Estado para as prefeituras não deve financiar forró de plástico. Isso está previsto em lei e nós vamos fazer cumprir essa lei de autoria do ex-deptuado Dunga Jr e que foi apoiada na ALPB”, explicou.

Chico César ressaltou que a lei foi sancionada ainda no Governo José Maranhão (PMDB), no entanto, a validação da mesma está criando polemica e virando repercussão nacional.

PB Agora  

Nenhum comentário:

Postar um comentário