18 de abril de 2011

GUARABIRA: Operários tentam salvar colega em poço e todos acabam morrendo asfixiados


Uma equipe do Corpo de Bombeiros trabalhou durante aproximadamente duas horas para resgatar os corpos de três operários do Abatedouro da Guaraves, na cidade de Guarabira-PB. Os três corpos foram levados para a Unidade de Medicina Legal onde vão ser submetidos a um exame cadavérico para definir a causa da morte, mas a suspeita é que eles tenham morrido asfixiados ou que tenham inalado gases tóxicos.

De acordo com informações foram colhidas junto ao Corpo de Bombeiros, nesta segunda-feira (dia 18), por volta das 13 horas, um funcionário identificado por José Carlos Soares Moreno estava trabalhando na limpeza de um poço que existe no abatedouro. Como ele demorou muito para sair do poço, foi um colega dele, o jardineiro Ednaldo do Nascimento Santos de 39 anos, resolveu descer no buraco para saber o que havia acontecido, mas também não retornou.

Outro operário da Guaraves, conhecido por Severino Firmino da Silva, também desceu no poço para saber o que tinha acontecido com os dois colegas dele e não voltou. Segundo o advogado da Guaraves, Eraldo Luiz, os donos do abatedouro estavam fora de Guarabira numa viagem de trabalho e resolveram voltar a cidade logo que tomaram conhecimento do que havia ocorrido.

Depois de serem resgatados pelo Corpo de Bombeiros, os corpos foram levados para o UML de Guarabira para definir a causa da morte dos três operários, já que a suspeita é que eles tenham morrido por asfixia ou que tenham respirado algum tipo de gás tóxico.

Blog Mari Fuxico 

Nenhum comentário:

Postar um comentário