16 de março de 2011


Polícia Militar controla princípio de tumulto no Presídio do Roger Imprimir
16-Mar-2011
Policiais do Pelotão de Choque da Polícia Militar conseguiram controlar um princípio de tumulto no Presídio do Roger na manhã desta quarta-feira (16), quando detentos de dois pavilhões se desentenderam. Um deles, Gleison da Silva Torres, 23 anos, conhecido por “Pequeno”, foi ferido com uma pedrada. O autor da agressão foi identificado como Antônio Marcos de Sousa, também conhecido por Antônio Alves de Sousa, 33 anos, o “Porquinho”.


O secretário executivo da Cidadania e Administração Penitenciária, Sargento Dênis, esteve no Presídio do Roger, conversou com a direção e tomou conhecimento de que o desentendimento foi motivado por rixa entre presos dos pavilhões 3 e 4 com os internos do pavilhão 5, onde estão recolhidos aqueles considerados perigosos.


Segundo o secretário Executivo, os detentos do Pavilhão 5 tentaram serrar as grades para ir até o pátio onde estava acontecendo a visita. Ao perceber o tumulto, os agentes penitenciários acionaram os policiais, que agiram rápido e conseguiram deter o tumulto.  


Demonstrando que tudo estava tranqüilo, o secretário determinou o reinício da visita íntima das companheiras dos presos suspensa após o início do tumulto. “Já determinamos a entrada das mulheres, pois tudo está controlado”, disse o Sargento Dênis ao elogiar a ação dos policiais do Pelotão do Choque e também dos agentes penitenciários.


O secretário disse que já foi determinada a abertura de sindicância para apurar os motivos do tumulto e o recolhimento dos dois presos – “Pequeno” e “Porquinho” – envolvidos na confusão.


Em relação a suposta informação da descoberta de uma pequena quantidade de maconha no banheiro do dormitório dos agentes penitenciários, o Sargento Dênis disse desconhecer o fato, no entanto, disse que vai pedir esclarecimentos a direção do Presídio do Roger e determinar abertura de inquérito administrativo para apurar os fatos.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário